Jérry ocupou a tribuna para dizer que não gostaria de proferir discurso por causa da presença de Boca Aberta que dirigia temporariamente os trabalhos na Mesa Diretora. O parlamentar comunista do Maranhão disse que o outro parlamentar não tinha envergadura moral para ficar na presidência. Foi o suficiente para o paranaense ir pra cima de Márcio Jerry aos gritos.

Boca Aberta chamou o maranhense de “insano e covarde”.  Jerry, por sua vez, disse que vai representar contra o colega no Conselho de Ética da Câmara pela cassação do mandato.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.