Caio Hostílio

Vitoria do Mearim completou, no último dia 19, 185 anos, cujos festejos foram marcados por inaugurações de reformas e aplicações em escolas, do hospital municipal, na inovação administrativa com o novo Centro, onde o povo poderá ser atendido pela gestão da prefeita Dídima Coêlho com dignidade, além de um mega show, que encerrou os festejos.

“Queremos cumprimentar a todas as pessoas que de uma forma ou de outra, que com união ajudou a dá uma nova roupagem ao nosso município. Estou honrada em poder participar da história da nossa Vitória do Mearim”, falou a prefeita Dídima Coêlho.

Buscando resgatar a educação de Vitória do Mearim, a prefeita Dídima Coêlho reformou e ampliou diversas escolas municipais, trazendo um ambiente prazeroso aos professores e alunos, além da aplicabilidade correta dos recursos do Fundeb e do FNDE.

Diante de tantas escolas reformadas e aplicadas, foram inauguradas as reformas e ampliação, durante as festividades dos 185 anos de Vitória do Mearim, das escolas dos Povoados de Jaguary e Jacarey, na sede foram entregues as escolas Antonia Farias, Mon Senhor Arthur Gonçalves, a escola infantil Menino Jesus.

“As reformas e ampliações dessas escolas foram feitas com os recursos constitucionais do Fundeb, buscando atender as exigências do Ministério da Educação. A minha administração está na luta por uma educação de qualidade ao meu povo, isso com escolas que transmitam um ambiente prazeroso, valorizando o corpo docente e respeitando o corpo discente, cujo foco e a qualidade do ensino/aprendizagem estão empenhados na formação de cidadãos críticos e questionadores”, afirmou a prefeita Dídima Coêlho.

Dando sentido real a uma gestão voltada para o povo, Dídima Coêlho inaugurou o Centro Administrativo Cristovam Dutra Martins. A prefeitura anteriormente funcionava em diversas casas alugadas, não dando conforto àqueles que buscavam a administração municipal para solucionar seus problemas, além de consumir o montante de R$ 36 mil aos cofres municipais com alugueis. Com esse novo Centro Administrativo, a prefeitura passou a economizar R$ 16 mil e deu um atendimento humanitário aos munícipes que buscam o poder público.

“Eu visei uma administração concentrada, onde o atendimento fica adequado e de respeito à cidadania. É preciso respeitar o povo dando-lhe um bem-estar. Eu estou prefeita e não entrei para aproveitar do dinheiro público, visto que sempre tive equilíbrio econômico/financeiro e tenho meus bens patrimoniais bem antes de entrar na vida pública, continuo apenas com eles. Sinto-me honrada em assumir o destino que o eleitor da minha terra me conferiu. Estou administrando Vitória do Mearim apenas com os recursos constitucionais, haja vista que recebi a prefeitura inadimplente junto aos governos estadual e federal. Porém minha gestão vem lutando para que o município se torne adimplente e, assim, possamos fazer mais por minha gente”, alertou a prefeita Dídima.

Vitória do Mearim está no rumo certo e a busca por inovações sempre serão bem vidas…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.