Trata-se de Rogério Sousa Garcia (foto abaixo), ex-vice-prefeito do município de São Mateus, até o ano de 2016, na gestão de Miltinho Aragão, aliado do governador Flávio Dino. Ele foi preso ontem e considerado um braço  forte da quadrilha por ser o responsável pela logística de transporte e circulação das mercadorias contrabandeadas, como armas, munições, drogas, uísques e cigarros.

A polícia acredita que existem pessoas acima de Rogério e, por isso, as investigações se aprofundam para locaziar os chefões e um outro político, assim como dois empresários, serão presos a qualquer momento.

Composta por três militares, um major, sargento e soldado, a máfia do contrabando teria ainda a suposta participação do ex-superintendente da Seic, delegado Thiago Bardal. Ele foi afastado do cargo e indiciado, segundo informou ontem o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Policiais militares estouraram ontem os depósitos da máfia que funcionavam no Arraial, bairro do Quebra Pote, zona rural de São Luís, e outro na Vila Esperança. Nos dois locais foram encontrados os produtos contrabandeados. Foram presos também  José Carlos Gonçalves, Éder Carvalho Pereira; Edmilson Silva Macedo e Rodrigo Santana Mendes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.