Desde que foram notados os primeiros grupos de paquistaneses no Maranhão a população começou a registrar alguns momentos e mostrar um certo temor. Na cidade de Estreito o medo tem se “estreitado”. A permanência do grupo na cidade já dura quase um mês e a população segue curiosa e assustada. O blog tem recebido denúncias de que eles compram, comem, e não querem pagar.

Os visitantes muçulmanos estão aproveitando a permanecem em Estreito no Maranhão para proferirem a fé a qual acreditam. Contudo, alguns hábitos tem gerado revolta e medo nos estreitenses.

Os muçulmanos tem usado alguns serviços básicos dentro da cidade, como mototáxi e restaurantes, sem efetuarem nenhum tipo de pagamento, o que deixa as pessoas intimidadas, já que muitos só tem conhecimento negativo sobre os seguidores dessa religião. Ninguém até o momento denunciou os atos formalmente na delegacia, mas é grande a insatisfação externada ao blog.

Aqui eles já passaram por várias cidades, incluindo São Luís. Até agora ninguém sabe a real intenção deles. Na Polícia Federal renovaram o visto com a missão turística, mas nunca foram a Alcântara, Carolina ou Barreirinhas e muito menos foram apreciar nossas belas praias e nem o acervo histórico do Reviver.

Recentemente, o presidente dos EUA, Donald Trump, baixou decreto proibindo a entrada de pessoas de cinco países muçulmanos, incluindo o Paquistão, país de origem de nossos visitantes.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Justiça decretou a prisão de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, condenado a 98 anos em ...
O município de Lago da Lago da Pedra esta sendo advertido pelo Tribunal de Contas do ...
A operação Frequência Limpa fechou três rádios e prendeu dois indivíduos em flagrante  A Polícia Federal ...
O advogado maranhense Alex Ferreira Borralho enviou a Promotoria de Justiça de Tucuruí (estado do Pará), ...
Volta às atividades está marcada para o dia 6 de agosto. Durante o recesso, uma comissão ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.