A pré-candidatura de Eliziane Gama (PPS) ganhou as cores da oligarquia Sarney. Depois do suplente de senador Edinho Lobão e de toda a sua família, agora foi a vez da ex-governadora informar a amigos mais próximos que apoiará o nome da deputada federal, a quem ela fez de tudo junto com o filho do senador Lobão para levar o PMDB a ser o vice na chapa.

Eliziane Gama com a então governadora Roseana SarneyEliziane Gama com a então governadora Roseana Sarney

Na semana que passou, a parlamentar esteve na residência dos Lobão, com quem almoçou, e logo a esposa de Edinho Lobão, Paulinha Lobão, colocou nas redes sociais seus apoio e da família à pré-candidata.

A preocupação agora é como deve ser a participação das duas famílias no palanque de Eliziane Gama. Alguns acham que a presença de Roseana e Edinho pode avolumar o peso no palanque e estrutura ceder e desabar.

Outros querem que seja uma coisa mais discreta politicamente e mais aberta financeiramente. Edindo é milionário, mas conhece as limitações impostas pela Legislação Eleitoral. Roseana pode reunir em alguns minutos uns pool de empresários e juntando tudo individualmente levantar alguns milhões, dentro da margem da lei.

O deputado federal João Castelo já foi informado de que será melhor participar da campanha apenas nos bairros onde deixou obras durante a sua passagem como prefeito de São Luís e evitar comparecer aos locais em que as obras ficaram inacabadas ou simplesmente destruídas pelas chuvas em pouco tempo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.