O Tribunal de Justiça (TJ-MA) decidiu hoje pela pena de advertência ao juiz Thales Ribeiro de Andrade, da comarca de Dom Pedro. Três desembargadores votaram pela censura ao juiz, mas a maioria acompanhou o voto do desembargador Paulo Velten.

Thales Ribeiro foi apontado pela Controladoria Geral da União (CGU) de ter suas despesas com hospedagem paga pela Prefeitura de Dom Pedro com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef), entre os meses de abril e outubro de 2006.

De acordo com o relatório da CGU, Thales Ribeiro teve 330 diárias de um hotel pagos pela Prefeitura de Dom Pedro, no valor de R$ 6,6 mil. A sindicância que apurou os supostos pagamentos das diárias de hospedagem ao juiz, foi presidida pelo então juiz José Bernardo Rodrigues.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.