O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Raimundo Cutrim, cassou agora no final da tarde a liminar do juiz Megbel Abdalla que proibia feirantes de comercializar seu produtos na Feirinha do Vinhais.

A decisão de Cutrim foi em acatamento ao pedido da Procuradoria Geral do Município. Por isso, os feirantes voltaram a ocupar o espaço desde hoje.

O prefeito João Castelo que avançar mais. Pediu o procurador que levante a situação de todo o terreno, que hoje é ocupado pela metade por um posto de combustível e por um shopping em construção.

Feirantes garantem que o terreno foi doado pela prefeitura da capital e que o dono do posto e do shopping seria o próprio Tadeu Palácio, ex-prefeito de São Luís. 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.