Ao contrário de alguns prefeitos de capitais que assumiram dia primeiro anunciando cortes na máquina, incluindo na folha de pagamento de pessoal, o prefeito de São Luís, João Castelo, descartou ontem demissão de serviores públicos municipais.

“Não passa pela minha cabeça a demissão de servidor. Funcionário tem é que trabalhar. Vou fazer o recadastramento e exigir empenho dos servidores”, avisou.

O prefeito, em entrevista coletiva, afirmou que pedirá aos secretários gastos mínimos porque a cidade precisa de ações emergenciais, principalmente no setor de saúde.

João Castelo reafirmou que fará auditoria na prefeitura para saber como encontrou e mostrar como vai entregar. Ele mostrou preocupação com o período invernoso que se aproxima, mas garantiu que exigirá da sua equipe exercício de guerra para sanar as questões.     


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assim como em todos os anos, o ex-prefeito Rovélio faz a festa do Dia das Mães ...
Engana-se quem acredita que o prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio, não fará o seu ...
A Justiça Federal do MA condenou Edivânio Nunes Pessoa, ex-prefeito da cidade de Graça Aranha, a 382 ...
Iludido com falsos números de seguidores de suas redes sociais e achando que já faturou a ...
O caso segue sendo investigado pela polícia. O empresário Ocivando Lima Farias, de 39 anos, conhecido ...
Demorou! Novamente a Via Expressa volta a virar ponta de arrastão de assaltantes que tomam carros, ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.