São várias as versões sobre o retorno do ex-deputado José Gerardo de Abreu para o presídio de Pedrinhas. Comentam que o ex-parlamentar teria sido julgado em outro caso e condenado a mais de 10 anos na prisão. Outros espalham que Gerardo procurou se refugiar no presídio após a execução de Joaquim Laurixto, com receio de ser também executado.

Nem uma coisa e nem outra. Ele foi condenado a pagar três anos em Pedrinhas porque agridiu seu cunhado, advogado, na presença de um juiz, durante audiência. O ex-deputado cumpre sentença pela morte do delegado Stênio Mendonça, mas ultimamente estava sob condicional. Zé Gerardo acusa o cunhado Geraldinho de lhe furtar o que ainda restava da sua furtuna. E não resistiu quando ficou frente a frente com o cunhado.   


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Justiça decretou a prisão de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, condenado a 98 anos em ...
O município de Lago da Lago da Pedra esta sendo advertido pelo Tribunal de Contas do ...
A operação Frequência Limpa fechou três rádios e prendeu dois indivíduos em flagrante  A Polícia Federal ...
O advogado maranhense Alex Ferreira Borralho enviou a Promotoria de Justiça de Tucuruí (estado do Pará), ...
Volta às atividades está marcada para o dia 6 de agosto. Durante o recesso, uma comissão ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.