Essa eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís cada dia fica parecida com a eleição de 2002, quando foi eleito presidente o vereador Ivan Sarney. Na época, o então prefeito Jackson Lago foi reeleito numa chapa com Tadeu Palácio, com o apoio da governadora Roseana Sarney.

A governadora, após o pleito municipal, fez apenas um pedido ao prefeito aliado: a eleição de Ivan Sarney para a presidência da Câmara Municipal. Jackson Lago, então, designou o seu vice Tadeu Palácio para comandar o processo, com total respaldo da prefeitura e do Governo do Estado. O jogo era duro. Sentado na cadeirea de presidente estava o vereador Francisco Carvalho, armado até os dentes para garantir sua reeleição.

A cada conversa com os vereadores eleitos e reeleitos, Carvalho sentia firmeza da vitória. Os vereadores confiantes e bulhados. Não restava nenhuma dúvida. Um deles, ao firmar o compromisso, disse que se Carvalho tivesse dois votos, um era o dele. Um outro vereador, mais conhecido como o “pequeno que incomoda” foi mais longe e disse que nem a matriarca da sua família mudaria seu voto.

Dois dias depois veio o tolor compressor. A mudança de voto foi acontecendo aberta e sem o menor pudor. Carvalho reclamava do prejuízo e cobrava o compromisso. Nunca foi ressarcido. Ivan ganhou a eleição por ampla maioria dos votos. Por isso, não custa nada o presidente Isaias Pereirinha colocar a barba de molho e costurar os bolsos.    

  


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Justiça decretou a prisão de Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, condenado a 98 anos em ...
O município de Lago da Lago da Pedra esta sendo advertido pelo Tribunal de Contas do ...
A operação Frequência Limpa fechou três rádios e prendeu dois indivíduos em flagrante  A Polícia Federal ...
O advogado maranhense Alex Ferreira Borralho enviou a Promotoria de Justiça de Tucuruí (estado do Pará), ...
Volta às atividades está marcada para o dia 6 de agosto. Durante o recesso, uma comissão ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.