O ex-governador José Reinaldo Tavares insiste em prevê o ressurgimento do poder de mando dos Sarney no Maranhão. Acha que na operação estarão envolvidas pessoas que estão no grupo do governador Jackson Lago.

Para alguns analistas, Tavares anda vendo chifres em cabeça de cavalo. Para outros mais atentos, o ex-governante pode ter razão. 

A Razão de Tavares II

Zé Reinaldo acredita que o grupo Sarney esteja mirando neste momento na direção da presidência da Assembléia Legislativa. E chega até a desconfiar de quem faz acordos com a bancada Roseanista na AL.

Só falta dizer que o líder do governo, deputado Edivaldo Holanda, anda flertando com o grupo de Sarney. 

A razão de Tavares III

Por último, alguns deputados ligados ao ex-governador andam espalhando que o presidente da Emap, João Castelo, estaria costurando acordos com o grupo Sarney para sair candidato a prefeito de São Luís.

Como assim? Simples: Castelo sabe que, mesmo sem estrutura nenhuma, tem passaporte garantido para o segundo turno. A partir daí a disputa será entre ele e o candidato do prefeito Tadeu Palácio, que terá o apoio do governador Jackson Lago na segunda eleição. 

A razão de Tavares IV

Ora, sabendo que não terá o apoio de Tadeu e muito menos de Jackson Lago no primeiro e nem no segundo turno, Castelo só se arriscaria a entrar na disputa com a certeza de outros apoios. E teve, segundo os Reinaldistas.

Não será um apoio explicito de Roseana, mas a entrada firme dos deputados, vereadores e líderes ligados ao grupo na eleição de Castelo no segundo turno. Se confirmado, José Reinaldo Tavares terá toda a razão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.