Na quarta-feira, na abertura de um seminário no Parque do Bom Menino, na primeira fileira estavam juntos o prefeito Tadeu Palácio e o seu secretário de Transportes e Trânsito, Francisco Canindé.

O locutor convida o prefeito de São Luís para tomar lugar na mesa. Tadeu Palácio olha para o lado e diz baixinho no ouvido de Canindé: “vai lá prefeito”. Canindé apenas sorrir. Tadeu não perde o embalo: “vai logo se acostumando”.

Susto I

O plenário da Assembléia Legislativa, até às 9h30 de ontem estava quase cheio. Quando abriu a sessão plenária, cerca de 32 parlamentares estavam em suas poltronas.

Minutos depois veio a notícia de que a Polícia Federal acabara de fechar a Assembléia Legislativa de Alagoas. Motivo: fraude no Imposto de Renda, da ordem de R$ 200 milhões.

Susto II

Foi só a notícia se espalhar, o plenário da nossa Assembléia Legislativa esvaziou. A maioria tomou Doril. É que boa parte dos senhores deputados de legislaturas passadas ajudou a fraudar o Imposto de Renda. Tem um parlamentar, por exemplo, que tinha um defunto ocupando o cargo de ISO.

O pior: o vivo morto ainda tirou um empréstimo junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 85 mil.

Cisma

Não se sabe por qual a razão ou o que motivou a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís a não fornecer a agenda do prefeito para que a reportagem do Jornal A Tarde faça a cobertura dos eventos municipais.

Para quem tem, comprovadamente, a quarta maior tiragem, só quem perde é o prefeito.

Bibliotecas

Excelente a sugestão do líder do governo, deputado Edivaldo, para que sejam construídas bibliotecas públicas em regiões centrais da capital, como Cidade Operária, Cohab, Anjo da Guarda e outros.

A iniciativa poderia ser também da Prefeitura de São Luís. A propósito, quantas bibliotecas fora construídas pela administração municipal nos últimos dez anos?

Verba redobrada

Dois deputados comentavam ontem eufóricos a possibilidade do governo estadual aumentar de R$ 1,5 milhão para R$ 3 milhões a verba das emendas a quem cada deputado tem direito para destinar, em obras, às suas áreas de atuação.

Durante o governo de Roseana Sarney as emendas nunca foram aprovadas. Na administração de Zé Reinaldo os deputados ganharam, através das emendas, até R$ 1,5 milhão a cada ano.

Bolso cheios

O Décimo Terceiro dos funcionários da Prefeitura de São Luís começa a ser pago hoje, sem distinção. Os servidores da Câmara de Vereadores da capital também recebem na mesma data. O Estado e a Assembléia Legislativa somente no dia 14, uma semana depois.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.