As versões do caso ocorrido na tarde de sábado (11) entre o militar e os advogados são completamente divergentes e acabaram sobrando para o major Daniel Kraieski, que foi exonerado do subcomando da PM daquela cidade. O único ponto convergente é que o pivor da confusão foi o motorista que estava alcoolizado e atropelou um motoqueiro. O casal de advogados intercedeu  em favor do atropelador e o policial foi acusado de abuso de autoridade.

A PM não informou se abriu um inquérito para saber as circunstâncias do caso. Hoje (16) divulgou a exoneração do major. Veja abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.