Um verdadeiro mistério formou-se no presídio mais perigoso do país. O corpo de um dos detentos, morto na cela 10, Bloco A, do Presídio São Luís I, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, simplesmente sumiu.

A Secretaria Estadual de Justiça e Administração Penitenciária não divulgou nada sobre a morte de Rafael Alberto Libório Gomes, ‘Rafinha’, como era conhecido. De acordo com a Sejap, ele teria simplesmente sumido sem deixar pistas.

O detento, que cumpria pena por homicídio qualificado, foi assassinado com diversas perfurações. O homicídio foi noticiado pelo Blog nesta sexta-feira (8). A foto de Rafael morto nos foi enviada por uma fonte e publicada aqui. (Reveja)

A Sejap não tem nenhuma informação sobre o paradeiro do preso, digo, do corpo dele, mas diz que investiga o caso.

Abaixo a Nota da Sejap:

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que está fazendo diligências internas, com o apoio da Polícia Civil e do Serviço de Inteligência Penitenciária, para apurar o possível desaparecimento do detento Rafael Alberto Libório Gomes, nesta quinta-feira (7).

Ele estava custodiado no Bloco A cela 10 do Presídio São Luis I no Complexo de Pedrinhas em São Luis.

Agentes do Grupo de Escolta e Operações Penitenciárias (Geop) e a Polícia Militar reforçam a segurança na unidade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.