A prisão foi feita agora às 6h de Brasília no Palácio das Laranjeiras, sede oficial do governo carioca. Estão sendo feitas neste momento, às 6h30 de horário oficial, buscas a apreensões e prisões em outros pontos do Rio.

Pezão (foto acima) foi acusado pelo delator Carlos Miranda, operador do ex-governador Sérgio Cabral, de pagar propinas mensais de R$ 150 mil para Pezão, além de outras propinas ao valor de R# 1 milhão.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.