Foi preso preventivamente pela Polícia Civil, através da Delegacia do Consumidor, nesta quarta-feira (22) no Turú, em São Luís, nesta quarta-feira (22), um homem de 37 anos de idade investigado pelo crime de estelionato através do golpe fácil de consórcio de veículos. 

Foto Reprodução

Segundo as investigações, os consumidores eram atraídos por vendedores da + Cred Soluções Financeiras em anúncios no Facebook ou na plataforma Olx, com oferta de veículos abaixo do valor de mercado. Nas divulgações, geralmente constavam exigência de valor de entrada, simulando contrato de financiamento.

O esquema criminoso visando oferecer credibilidade as vítimas, de forma fraudulenta, utilizava fotos de veículos que realmente estavam sendo vendidos em lojas ou anunciantes na capital. Os consumidores eram induzidos a celebrar contratos de consórcio a empresa que não tinha autorização pelo Banco Central para atuar no sistema financeiro.

Os vendedores encenavam falsas entregas dos veículos e assim obtinham mais vantagens ilegais. Quando os consumidores solicitavam vistoria dos veículos que, em tese, estavam sendo comprados, os vendedores informavam que o bem já havia sido negociado, mas que possuíam outro com as mesmas características, preço e prazo de entrega.

Vale ressaltar que no início desse mês, o Ministério Público do Maranhão determinou a suspensão das atividades de pelos duas empresas, sendo uma em São Luís e a outra situada em São Paulo, que atuavam na venda fraudulenta de contratos de consórcio na capital maranhense.

O homem que foi preso ontem, após atender aos procedimentos de praxe na Delegacia do Consumidor, foi encaminhado à Central de Inquéritos e Custódia da capital onde aguarda parecer da Justiça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.