Homem que torturou e decapitou mulher é preso no Maranhão; cabeça da vítima nunca foi encontrada

    Um homem de 30 anos de idade foi preso pela Polícia Civil do Maranhão na tarde desta segunda-feira (14), suspeito de participação direta em um homicídio ocorrido em novembro de 2016 na cidade de Coroatá. O investigado foi localizado e preso por policiais civis no município de Vargem Grande.

    A cabeça da vítima, Francileude, nunca foi encontrada

    De acordo com as investigações, o preso na companhia de outro homem, torturaram e decapitaram a vítima identificada como Francileude Gomes dos Santos. Desde então, o investigado estava foragido. A cabeça da vítima nunca foi encontrada.

    Francileude era casada com um suposto traficante, conhecido como Junior Banana, que morreu em setembro do mesmo ano em confronto com a polícia.

    O preso, capturado ontem, foi apresentado na sede da delegacia de Vargem Grande onde foi submetido aos processos legais, em seguida recambiado a uma Unidade Prisional da região onde deve aguardar um parecer do Poder Judiciário.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Presos homens que se passavam por policiais civis para extorquir comerciante no Maranhão

    A Polícia Civil do Maranhão, deu cumprimento a dois mandados de prisão preventiva contra dois homens suspeitos, nesta quarta-feira (9), pelos crimes de extorsão, roubo, dano, bando ou quadrilha, falsidade ideológica, abuso de autoridade e lavagem de dinheiro ocorridos em Timon. A prisão ocorreu na cidade por policiais civis do Grupo de Pronto Emprego (GPE) da 18ª Delegacia Regional de Timon.

    Delegacia de Timon, no Maranhão

    De acordo com as investigações, a dupla é acusada de junto com um investigador de Polícia Civil terem invadido a residência de um comerciante em 2020, todos se passando por policiais civis em serviço, onde simularam o cumprimento de um mandado de busca e apreensão exigindo que o proprietário do local abrisse um cofre e entregasse a quantia de 7 mil reais, subjugando ainda telefones celulares e ameaçando a vítima para que ele lhes entregassem a quantia de 50 mil reais.

    Na ocasião, a vítima ainda foi levada pelo trio de criminosos sob coação e ameaça a um sítio e estabelecimento comercial, sendo depois liberada para que o dinheiro exigido fosse conseguido.

    O policial civil acusado se encontra afastado de suas funções atualmente. As prisões de ontem (9) ocorreram nos bairros Cidade Nova II e Parque Piauí, em Timon. Os dois presos foram encaminhados à Unidade Prisional de Timon onde ficarão à disposição do Judiciário.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Deflagrada operação ‘Luz na Infância 8’ contra pedofilia no Maranhão e em mais 17 Estados

    A Policia Civil do Maranhão, através do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos- DCCT/SEIC, apresenta, nesta quarta-feira (9), os resultados da Operação ‘Luz na Infância 8’.

    Foto: PCMA

    A ação faz parte de uma mobilização nacional para combater crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na internet e foi articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

    Na Operação Luz na Infância 8, a Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento a dois mandados de Busca e Apreensão, aonde nas casas dos alvos foram apreendidos, Computadores, Notebook, Celulares e outros objetos eletrônicos .

    Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Estados Unidos, Paraguai, Panamá e Equador.

    No Brasil, a operação conta com a participação da Polícia Civil de 18 Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Espírito Santo, Rondônia, Mato Grosso, Paraná, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Bahia, Maranhão, Rio Grande do Sul e Amazonas, além de agentes de aplicação da lei dos países envolvidos.

    Houve a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Homeland Security Investigations (HSI), que ofereceu cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações.

    Balanço das Operações

    Em suas sete edições anteriores, realizadas entre 2017 e 2020, a ‘Luz na Infância’ já cumpriu mais de 1.450 mandados de busca e apreensão e prendeu cerca de 700 suspeitos de praticarem crimes cibernéticos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil e nos países participantes da ação.

    Os resultados das operações anteriores foram os seguintes:

    Luz na Infância 1: 20 de outubro de 2017. Foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Foram presas 108 pessoas.

    Luz na Infância 2: 17 de maio de 2018. As Polícias Civis dos Estados cumpriram 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Polícia estoura clínica clandestina de aborto na região central de São Luís

    Uma ação da Polícia Civil do Maranhão realizada na manhã da última segunda-feira (31), resultou no cumprimento de uma mandado de busca e apreensão domiciliar contra uma residência localizada no bairro do Lira, região do Centro de São Luís, onde funcionava uma clínica clandestina de abortos.

    Foto Reprodução: PCMA

    Denúncias anônimas chegaram ao conhecimento da Superintendência de Polícia Civil da Capital – Seccional Oeste relatando que uma enfermeira que trabalha em uma maternidade da capital, administrava a clínica de aborto ilegal. Já no local, os policiais civis apreenderam vários medicamentos e equipamentos hospitalares utilizados em procedimentos abortivos.

    As investigações devem continuar no intuito de identificar as mulheres que praticaram os abortos com a suspeita. Segundo a Polícia Civil, a enfermeira não foi presa, pois não foi constatado um situação de fragrante, porém após ouvir as testemunhas é possível que a polícia peça a prisão da investigada.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Operação ‘Directum’ da PC prende 19 pessoas em seis cidades do Maranhão

    Uma grande operação da Polícia Civil do Maranhão foi deflagrada entre os dias 25 e 27 de maio visando dar cumprimento a mandados de busca e apreensão e mandados de prisão em contra indivíduos investigados ou acusados por diversos crimes. Os alvos da operação foram as cidades de Urbano Santos, Chapadinha, Mata Roma, Anapurus, Brejo e Santa Quitéria.

    Polícia Civil em Chapadinha

    Como resultado da operação foram cumpridos 10 (dez) mandados de busca e apreensão, 12 (doze) mandados de prisão e efetuadas 7 (sete) prisões em flagrante delito. Os presos respondem pelos mais diversos crimes, como roubo, tráfico de drogas, violência doméstica e familiar contra mulher, estupro de vulnerável, posse ilegal de arma de fogo, comércio ilegal de arma de fogo e furto.

    Segundo a 3°Delegacia Regional de Chapadinha, na ocasião ainda foram apreendidas 15 armas de fogo, munições e algumas porções de drogas popularmente conhecidas como maconha, cocaína e crack.

    A operação faz parte do planejamento da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) que contou com equipes da Polícia Civil dos seis municípios.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Presos assaltantes que explodiram caixa eletrônico do Banco do Brasil em São Luís

    A Polícia Civil do Maranhão deu cumprimento a dois mandados de prisão definitiva contra dois homens apontados como participantes da explosão de um terminal eletrônico do Banco do Brasil localizado ao lado da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) na avenida dos Holandeses, em São Luís.

    Terminal explodido em São Luís

    De acordo com a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e a Seccional Oeste, o crime ocorreu em 2019. Um dos indivíduos foi localizado e preso no bairro da Liberdade. O segundo envolvido já se encontrava preso por envolvimento em outros crimes.

    Após os procedimentos de praxe prestados na delegacia, os dois foram encaminhados ao Sistema Penitenciário Pedrinhas – São Luís, onde permanecerão à disposição da Justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Filho que espancou o próprio pai até a morte é preso no interior do Maranhão

    Com apoio da Polícia Militar do Maranhão, em uma operação realizada nesta segunda-feira (24), pela Polícia Civil foi preso preventivamente um homem, que não teve o nome divulgado, acusado de matar o próprio pai na cidade de Cantanhede.

    Foto Reprodução: PCMA

    O crime ocorreu em janeiro deste ano tendo como vítima João da Cruz Ferreira. O acusado foi até a casa onde o pai morava e após uma séria discussão, o espancou e desferiu vários socos no rosto dele, em seguida fugiu.

    A vítima só foi socorrida posteriormente por populares e levada a um hospital em estado grave. O pai do acusado chegou a ser transferido para São Luís mas não resistiu e foi a óbito.

    A prisão do filho homicida foi executada no Centro da cidade de Cantanhede. O preso foi encaminhado a delegacia para ser submetido aos processos legais e em seguida recambiado a um Unidade Prisional da região.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Estudante de Direito é preso por fingir ser policial e extorquir colombianos em São Luís

    Durante uma ação policial realizada na noite da última quarta-feira (20), a Polícia Civil do Maranhão, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra um estudante de direito, que segundo as investigações policiais, se apresentava como policial civil para extorquir estrangeiros, principalmente colombianos que residem na capital maranhense.

    Plantão de Polícia Civil do Cohatrac

    A Superintendência de Policia Civil da Capital – SPCC e a Secional Sul, já vinham investigando o paradeiro desse foragido da justiça e descobriram que ele estava participando regularmente de aulas no curso de direito, numa faculdade particular de São Luís.

    Segundo a Polícia Civil, a prisão ocorreu quando policiais se infiltraram como estudantes da Instituição de ensino. Os investigadores prenderam o suspeito no momento que o mesmo se dirigia ao banheiro, abordagem essa utilizada sem arriscar a integridade física de outros estudantes. Após a prisão, o preso foi apresentado no plantão do Cohatrac, onde teve sua prisão cumprida.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Polícia desmonta esquema ilegal de venda de munições e contrabandos no Maranhão

    Em operação realizada no centro da cidade de Miranda do Norte, a Polícia Civil do Maranhão conseguiu desmontar um grande esquema de venda ilegal de munições e de armas de fogo, nesta quinta-feira (20).

    Foto Reprodução: PCMA

    O delegado Renilto Ferreira comunicou que foram localizados em um comércio vários tipos de munições de armas de fogo, bem como um revólver cal. 38, várias caixas de cigarro contrabandeados e grande quantidade de dinheiro.

    O dono do estabelecimento comercial foi autuado em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo, venda ilegal de munições e receptação dolosa.

    Após as formalidades legais, o investigado foi encaminhado ao presídio de Itapecuru Mirim onde deve ficar preso à disposição da justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Com OAB do avô, estudante finge ser advogado e é preso em flagrante em Paço do Lumiar

    Coincidentemente na data em que comemora-se o dia do Estudante de Direito, um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Maranhão nesta quarta-feira (19), pelo crime de falsidade ideológica, após tentar se passar por advogado durante um interrogatório no Plantão Central do bairro Maiobão, em Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís.

    Foto Reprodução

    Segundo a Polícia Civil, a prisão ocorreu logo após o homem que é estudante de direito tentar se passar por advogado para patrocinar a defesa de uma pessoa que estava sendo interrogada durante o plantão. Na ocasião, o estudante apresentou o nome e número da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), porém a equipe do plantão desconfiou da numeração antiga da identificação e rapidamente fez um pesquisa junto a Ordem do Advogados onde constatou que o documento seria do avô do estudante.

    O estudante foi autuado em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, e após a lavratura do auto de prisão em flagrante, o autuado foi encaminhado ao Sistema Penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Maranhão é alvo de grande operação da PC contra rede mundial de pedofilia

    As Policiais Civis de 19 Estados realizam nesta terça-feira (18) uma operação para cumprir 68 mandados de busca e apreensão contra pedofilia. As investigações duraram mais de um ano e identificaram uma rede mundial de computadores em que diversos grupos trocavam fotos e vídeos com imagens estarrecedoras de crianças.

    Foto Reprodução: PCMA

    É uma das maiores investigações contra a pedofilia”, disse o delegado Adriano França que chefia a Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro. O trabalho aconteceu após uma análise dos dados até o ano de 2019 do Disque 100 indicando que mais de 86 mil denúncias foram registradas, sendo 17 mil de abusos sexuais.

    De acordo com a Polícia Civil do RJ, levando-se em conta o número de subnotificações e o silêncio das vítimas, o número de denúncias é bem maior. Outro dado preocupante se dá em decorrência da pandemia do coronavírus, momento em que a polícia percebeu uma curva crescente de casos.

    O objetivo da operação nacional é desbaratar este grupo e que todos respondam criminalmente.

    É dever moral denunciar qualquer tipo de violação dos direitos humanos, em especial, quando as vítimas são crianças e adolescentes, em razão da vulnerabilidade destes seres em formação”, explicou França.

    A investigação que resultou na operação nacional contou com o intercâmbio entre as polícias civis dos demais estados, dentre eles, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul. A Operação no RJ conta com a participação da força-tarefa de peritos criminais de informática para a análise do conteúdo dos objetos apreendidos. Ao final da operação as polícias fecharão um balanço nacional.

    Seguem os números de alvos identificados, por estados, no decorrer da “Operação Lótus”:
    Bahia – 5
    Ceará – 3
    Distrito Federal – 1
    Espírito Santo – 3
    Goiás – 5
    Maranhão – 1
    Minas Gerais – 6
    Mato Grosso – 2
    Pará – 4
    Pernambuco – 2
    Piauí – 1
    Paraná – 1
    Rio de Janeiro – 9
    Rio Grande do Norte – 1
    Rondônia – 1
    Rio Grande do Sul – 6
    Santa Catarina – 1
    Sergipe – 1
    São Paulo – 15

    Da CNN Brasil

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Tráfico de drogas é estourado no interior do Estado e criminosos tem prejuízo de R$ 100 mil

    Em mais uma operação, realizada nesta quinta-feira(6), a Polícia Civil do Maranhão conseguiu desmontar um grande esquema de tráfico de drogas às margens da BR-222, entre os municípios de Miranda do Norte e Arari. A ação policial tem como intuito de investigar possível ação de facções criminosas no tráfico de drogas local.

    Foto Reprodução: Polícia Civil do Maranhão

    As investigações apontavam indícios de que um facção criminosa interestadual teria montado uma base de armazenamento e distribuição de drogas em um ponto estratégico na rodovia, onde um sítio era usado para estocar drogas ilícitas do tipo crack e maconha, drogas essas que eram distribuídos à traficantes das cidades da região como Miranda, Matões, Arari, Vitória do Mearim e outras.

    Segundo a Polícia Civil, foram aproximadamente seis meses de investigações que resultaram na representação por mandado de busca e apreensão que resultou em uma grande apreensão de crack e maconha prensada, causando um prejuízo de aproximadamente 100 mil reais aos criminosos.

    A droga e valores provenientes do tráfico estavam enterrados em tambores, no meio do mato, na barragem de um açude ao lado da residência de um dos suspeitos, onde a operação contou com a eficiência dos cães farejadores do NOC da SENARC.

    Os trabalhos policiais foram realizados por policiais civis da Delegacia de Miranda do Norte, Delegacia Regional de Viana, Delegacia de Penalva e Senarc.

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.