Nos últimos 4 dias, o Maranhão passou a conviver com registros altos de mortes e casos registrados pelo novo coronavírus. Ao contrários de 4,5 e até 6 óbitos, pulamos para 12, 14, 18 e nas últimas 24h batemos o recorde de 20. Acompanhando esse cenário devastador, atingimos ontem 798 casos confirmados, números que desmentem a propaganda oficial do Governo do Estado.

Na frente de vários outros estados com números menos expressivos de mortes e de casos, o Maranhão chegou hoje, sábado (27) e  5.032  óbitos pelo novo coronavírus, como atesta a Secretaria de Estado da Saúde.

A capacidade de leitos para covid-19 se aproxima de 95% nas grandes cidade. Em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, bateu em 100% a ocupação.

Enquanto isso, o governador Flávio Dino finge que trata o problema com seriedade, informando que vai estudar medidas mais restritivas e descarta o lockdonw.

Na verdade, Dino não quer tomar medidas mais duras para não comprometer seu projeto político que é o de ser eleito senador da República em 2022. E assim, aguarda que a Justiça decida por normas mais rígidas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.