Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

MPMA pede cancelamento de licitação para serviço de limpeza urbana em Matões do Norte

Política
 

Devido a irregularidades nos procedimentos de divulgação e inscrição do Pregão Presencial nº 005/2017, o Ministério Público do Maranhão solicitou, em 14 de março, a suspensão imediata do procedimento licitatório, promovido pela Prefeitura de Matões do Norte, para contratar serviço de limpeza pública urbana. O certame estava marcado para o dia 13 de março.

E, no caso de descumprimento, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil.

A manifestação ministerial foi formulada pelo promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, titular da Comarca de Cantanhede, da qual Matões do Norte é termo judiciário.

O MPMA tomou conhecimento das irregularidades, por meio de uma representação encaminhada por dois empresários, que tentaram concorrer no pregão, mas não obtiveram êxito.

De acordo com os interessados, o edital do certame não foi disponibilizado pelo Município. Além disso, servidores da prefeitura teriam repassado uma informação falsa, dando a entender que o procedimento licitatório seria cancelado. Mas ao comparecerem à sede da prefeitura no dia 13 de março, os empresários foram informados de que o pregão já havia ocorrido.

Os dois empresários encaminharam à Promotoria de Justiça de Cantanhede uma ata, sem assinaturas, atestando que a empresa Ageme Empreendimentos e Construções Ltda. havia vencido a licitação.

“Observa-se que foram criados vários embaraços para acessar o edital, dificultando a participação dos interessados, configurando flagrante afronta aos princípios da legalidade, da impessoalidade, da publicidade e, por conseguinte, comprometendo o caráter competitivo do processo licitatório”, afirmou o promotor de justiça, na ação.

PEDIDOS

Além de requerer a suspensão do certame, o MPMA solicitou, como pedido final, a sua anulação completa.

O município de Matões do Norte fica localizado a 145 km de São Luís.

Redação: Eduardo Júlio (CCOM-MPMA)

Helicóptero do CTA resgata tripulação que se encontrava à deriva no mar

Política
 

Na manhã de hoje (20/03/2017), a Capitania dos Portos de Parnaíba-PI, solicitou um apoio aéreo ao CTA para realizar buscas a uma embarcação que iria fazer um trajeto de Barreirinhas-MA até Tutóia-MA, porém a tripulação não havia chegado ao destino, nem se conseguia contato com os mesmos.

Assim, foi desencadeado uma operação pela aeronave Águia 03 tendo como tripulantes o APC Werley (piloto), TC BM Reis (coopiloto), socorristas Sgt BM Abmael e APC Carlos, que iniciaram ficaram em frente ao Atins, em Barreirinhas para iniciar a busca à embarcação “José e Maria”. que estava com a tripulação formada por Junior Pinheiro, 35 anos, Jaciel Araújo, 28 anos e Bruno Valentim, 35 anos.

Após 20 minutos de buscas a equipe de resgate conseguiu localizar a embarcação que se encontrava à deriva cerca de 5 Km da praia. Foi lançado um socorrista na água (Sgt BM Abmael) que fez o contato com aquela tripulação e em seguida iniciou-se a operação de resgate com uso do puçá.

Os três tripulante foram levados em segurança até a praia e em seguida foram levados até o município de Barreirinhas, onde eles teriam apoio logístico. A tripulação que se encontrava à deriva estavam incomunicáveis e sem perspectivas.

Mais uma vez ficou patente a grande importância do uso de aeronaves (helicópteros) para esse tipo de missão, onde o mesmo opera como eficiente plataforma de observação ao mesmo tempo que realiza resgate.

Chamem o Moacir

Política
 

 

Por Emanoel Viana – Advogado e administrador

Moacir é um Amigo que fiz durante a vida, não é íntimo, apenas companheiro de caminhadas ou de conversas, sem nenhuma intimidade. Gosto do Cidadão, é dono da PAX UNIÃO, trouxe para o Maranhão a cremação e é empresário no ramo de funerária. Morreu? 90% procuram a pax e seu velório.

A chamada operação Lava Jatos que ocupa o noticiário da mídia há vários meses, tem à frente o juiz federal Sergio Moro, mesmo sobrenome do Aldo Moro, o juiz das mãos limpas da Itália, há alguns anos. Pois bem, assessorado por motoristas, auxiliares, ministério público, policia federal, conseguiu notoriedade ao decretar os legais mas abusivos mandados de prisões preventivas, sem nenhuma justificativa, apenas para pressionar os acusados e conseguir uma delação. Salvo melhor juízo.

O povão gosta, a imprensa tem assunto. E aí apareceram as doações, os desvios, os roubos. Alguns injustificáveis, um gerente da Petrobrás devolve mais de 100 (cem) vezes que o seu superior. Aprova-se a repatriação de dinheiro, legaliza-se o roubo desviado.

E depois começa os perdões, as delações premiadas. O preso diz que matou Cristo, ou inventou a roda. Saí com tornozeleira eletrônica que não funciona, fica livre, com o dinheiro no exterior. A chamada Receita Federal, Policia Federal, CIAF e outros bichos, não funcionam ou são comprados, também.

E aí começa a encher o saco, todo dia tem denúncia, pedido de inquérito, matasse o ministro, nomea-se ministro sem eira ou beira, e a vida segue. Qualquer Advogado ou adevogado sabe que não vai dar em nada. No STF, apelido dado à Corte Suprema Federal teoricamente responsável pela Constituição, tem hoje gente que devia estar na cadeia. Na votação, são onze membros, a presidente não votará, aí teremos a votação sobre o assunto, se chegar lá. Rosa, Faquim, Marco, Roberto, Fulks, Gilmar, Celso, Tofoni, Levandoswski, Alexandre… todos sabem quem vota com quem.

Na hora, vai haver divergência, empate, prescrição e nenhuma condenação. Anotem e me cobrem depois. Para quê, então, essa piromania? Para quê se condenar o corruptor e não condenar o corrupto, ou vice versa? As empresas tem uma coisa chamada leniência, pagam multa e ficam livres. Os dirigentes, todos, estão soltos ou ficarão.

Os políticos beneficiados com a corrupção ou os funcionários, também ficarão impunes. Os funcionários ou dirigentes já estão, todos. Os políticos, estão de tempo, haverá anistia ao caixa 2 e homologarão o caixa 1, os partidos é que serão os responsáveis. E tudo voltará ao normal, como sempre. Em 2018, os mesmos políticos serão reeleitos, e os acontecimentos serão esquecidos, prescritos ou remetidos ao arquivo.

Gasta-se tempo, dinheiro, diárias, espaço na TV, no rádio, na televisão, cria-se expectativa no povo burro, incauto, analfabeto, crente, confiante na justiça …kkkk … e nas instituições …kkkk Tempo perdido, já está morto tudo, a corrupção, a Petrobrás, os fundos de pensão, o BNDES, os correios, as obras públicas, tudo… morto e sepultado… o melhor seria chamar o Moacir, da PAX, contratar para cremar tudo… Justiça, Congresso, Ministério Público, Executivo…. torrar tudo, deixar em cinzas.

Chamem o Moacir!

Flávio Dino e Edivaldo Holanda Jr. fazem visita de cortesia à Câmara Municipal

Política
 

O governador Flávio Dino  (PCdoB) e  o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) fizeram visita de cortesia na manhã desta segunda-feira (20) na Câmara Municipal de São Luis, onde foram recepcionados pelo presidente da Casa, Astro de Ogum (PR) e mais 29 vereadores, num café da manhã que aconteceu no Salão de Atos da Casa.

“Estou aqui em visita de cortesia, retribuindo o gesto do vereador Astro de Ogum, que recentemente esteve no Palácio dos Leões. Nesse ato, estamos também propondo o que pode se chamar de um pacto por São Luis. Apresento pelo menos 3 pontos de prioridade, que é a retomada do programa Mais Asfalto, a ampliação do  pátio de container do Porto do Itaqui, com vistas à exportação de carnes, além de um trabalho para o melhoramento da qualidade de vida dos moradores da zona rural”, destacou o governador.

Em sua explanação, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior assegurou que tem recebido importante apoio da Câmara Municipal e lembrou o processo de licitação do sistema de transporte coletivo da capital, assunto que há muito tempo era pauta da Prefeitura, mas que saiu do papel por conta do empenho dos vereadores.

“O presidente da Câmara, Astro de Ogum, vem superando todas as expectativas com  um trabalho muito afinado e muito dinâmico. Superou até meu pai, o deputado Edvaldo Holanda, que foi presidente desta  Casa na década de 1970”, revelou o prefeito.

Flávio Dino também revelou que o pai dele, o jornalista, advogado, escritor e ex-deputado Sálvio Dino, foi vereador de São Luis, eleito em 1954.

PARAR ESPETACULARIZAÇÂO

Por sua vez, o deputado federal Weverton Rocha, que participou do encontro, destacou as ações da Câmara Municipal, falou sobre a crise política e econômica e disse que é necessário  parar com  as espetacularização por parte da mídia em torno do episódio da fraude na carne, destacando que isso pode provocar a inviabilização da exportação de carne para o mercado internacional.

O vereador Honorato Fernandes (PT), também fez uso da palavra, destacando que, pela primeira vez em na história, a Câmara Municipal de São Luis estava recebendo a visita de um governador do Estado, acompanhado do prefeito da capital. Ressaltou ser esse evento um ponto extremamente positivo para o Legislativo Ludovicense e para a classe política do Maranhão.

Por sua vez, o presidente da Câmara, Astro de Ogum salientou o empenho dele e dos demais vereadores quanto aos avanços dá Câmara. Ele disse estar agradecido ao governador e ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, salientando que o Legislativo, a partir de sua administração, pode exibir avanços em todos os setores.

“Agradeço aqui ao governador, ao prefeito que me apoiaram na última eleição para a presidência da Câmara. Aproveito para dizer aos  colegas vereadores que deveremos organizar um encontro entre nós, porque quero  agradecer a cada um pelo apoio, pelo empenho e pela confiança depositada”, disse Astro.

Além de Astro de Astro de Ogum, participaram do evento os vereadores Marcial Lima, Honorato Fernandes, Marcelo Poeta, Edson Gaguin, Bárbara Soeiro, Joãozinho Freitas, Afonso Manoel, Beto Castro, Edmilson Jansen, Pavão Filho, Fátima Araújo, Josué Pinheiro, Silvino Abreu, Chico Carvalho, Isaías Pereirinha, Nato Júnior, Aldir Júnior, Marquinhos, Raimundo Penha, Estêvão Aragão, Concita Pinto, César Bombeiro, Ricardo Diniz, Geneval Alves, Paulo Victor Umbelino Junior, Silvino Abreu, Osmar Filho  e Francisco Chaguinhas.

Também estiverem no evento os secretários estaduais de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry,  de Agricultura, Márcio Honaiser,  o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares e Pedro Lucas da Agência Metropolitana.

O prefeito Edivaldo Holanda esteve acompanhado do seu vice, Júlio Pinheiro e do secretário de Relações Institucionais, Hélio Soares. Todo staff do presidente da Câmara, Astro de Ogum esteve presente, a exemplo dos procuradores Walter Marques Cruz e  Samuel Melo, a diretora de Comunicação Social, Itamargareth Correa Lima e a chefe de Gabinete, Eliane Bezerra, dentre outros auxiliares.

Texto: Djalma Rodrigues

Hospital de Codó recebe dois milhões de emenda do senador Roberto Rocha

Política
 

O senador Roberto Rocha esteve em Codó na última sexta-feira, (17) e foi
recebido pelo prefeito de Codó, Francisco Nagib, e autoridades municipais.
O encontro aconteceu no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Codó e
também contou com a presença do vice-prefeito Ricardo Torres, do
ex-prefeito Zito Rolim, além de secretários de governo e vereadores.

Roberto Rocha entregou ao prefeito a ordem de depósito bancário no valor de
R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), resultado de emenda do próprio
senador, aprovado pelo governo federal. O valor foi repassado ao município
de Codó e será aplicado na compra de novos equipamentos para o Hospital
Geral Municipal (HGM).

Na oportunidade, o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e
Abastecimento, Araújo Neto, entregou ao Senador Roberto Rocha a planta do
projeto para a construção de um novo novo abatedouro para Codó, com
modernas instalações e condições de abastecer a região de acordo com as
normas da vigilância sanitária. O senador recebeu o projeto e disse que ia
ver agenda.com o Ministério da Agricultura para tratar o assunto.

Deputado Glalbert Cutrim é eleito para compor o diretório nacional do PDT

Política
 

O deputado estadual Glalbert Cutrim foi eleito neste sábado (18), durante a XXIII Convenção Nacional do PDT, para compor a diretoria nacional do partido. O evento, que aconteceu em Brasília, marcou a recondução do ex-ministro Carlos Lupi à presidência nacional do partido, além da consolidação do nome de Ciro Gomes para disputar à presidência da República, em 2018.


Na esfera maranhense do PDT, que contou com a presença de deputados, prefeitos, vereadores e outras lideranças políticas e de movimentos sociais, a discussão foi em torno do nome do deputado federal Weverton Rocha, que está cada vez mais consolidado para disputar uma vaga ao Senado Federal.
Glalbert Cutrim, destacou a importância de compor o diretório nacional do Partido. “É uma honra integrar a executiva nacional do Partido que durante toda a sua existência, foi marcado pela luta em defesa dos direitos dos trabalhadores. Ser escolhido para participar ainda mais das decisões nacionais e estaduais do PDT, me faz ter certeza que estamos no caminho certo.” Enfatizou o deputado.

Além de Glalbert, também foi eleito para compor o diretório nacional do partido, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr.

Prefeitura de São José de Ribamar realiza mobilização para entrega de cartões do bolsa escola

Política
 

A Prefeitura de São José de Ribamar deu início neste sábado (18), a mobilização para entrega dos cartões do programa Bolsa Escola, na sede do Centro Social, na Vila Sarney Filho I, e Secretaria da Assistência Social, SEMAS, no município. Além do prefeito Luis Fernando, do vice-prefeito, Eudes Sampaio, a ação contou com a presença do vice-governador, Carlos Brandão e do secretário de desenvolvimento social, Neto Evangelista.

No total, foram entregues quase cinco mil cartões para beneficiários do programa, o que de acordo com o prefeito ribamarense, Luis Fernando, vai garantir autonomia para as famílias na hora da compra do material escolar das crianças além de dignidade.

“Temos hoje aqui, um trabalho conjunto de grande relevância e que garantirá para as famílias um benefício de extrema importância. Além de garantir o material escolar de nossas crianças, o benefício também aquece de forma direta a economia, gerando dignidade e claro mais oportunidades na geração de emprego e renda”, agradeceu o gestor fazendo referencia a parceria e compromisso do governador Flávio Dino.

O vice-governador, Carlos Brandão reiterou o compromisso do governo na oferta e desenvolvimento de políticas públicas que contemplem as famílias de baixa renda de todo o Estado.

“A força-tarefa organizada é para dar celeridade à entrega dos cartões e com isso as famílias usufruírem do benefício adquirindo o material escolar de suas crianças e jovens o mais rapidamente possível”, ressaltou Carlos Brandão que representou o governador Flávio Dino durante o evento.

Em São José de Ribamar, dez lojas estão cadastradas para a venda do material escolar, mas o secretário de desenvolvimento social, Neto Evangelista, explica que o benefício é destinado exclusivamente para alunos da rede pública de ensino, cadastrados no programa.

“As famílias precisam estar atentas e fazer bom uso do benefício. A primeira medida sem dúvida é buscar as facilitações e descontos na rede credenciada na hora da compra”, disse o secretário alertando para o poder de compra que as famílias possuem e o aquecimento que o recurso gera em volume para o município.

Também participaram da ação a secretária de assistência social, trabalho e renda, SEMAS, Sônia Menezes, além de vereadores e demais autoridades.

Bolsa Escola

O cartão Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) consiste em um cartão de débito de uso exclusivo para compra de material escolar em um dos 10 estabelecimentos da rede credenciada. Com ele, famílias que já são beneficiárias do programa federal Bolsa Família recebem crédito para comprar materiais escolares para os filhos.

O cartão pode ser usado 72 horas após o desbloqueio, sendo que o saldo tem validade de 90 dias. O documento de registro deve ser guardado após a compra, para o acesso ao benefício nos próximos anos. O beneficiário pode acessar o atendimento pelo 0800-098-1656, de domingo a domingo.

Deputado Wellington é contra proposta do Governador de aumentar mais impostos, dessa vez na Construção Civil

Política
 

O Governo do Estado apresentou à Assembleia Legislativa do Maranhão outro aumento de ICMS. Dessa vez, é o Projeto de Lei 229/2016, de autoria do Poder Executivo, que revoga a Lei N.9094/2009 que instituiu a sistemática simplificada de tributação do ICMS sobre operações da construção civil maranhense. Caso tal projeto seja aprovado, os empresários do setor que pagavam 10% do imposto quando adquiririam mercadorias para uso nas obras, agora pagarão 18% (um reajuste de 80%, no caso), o que pode acarretar em uma profunda recessão no setor, causando a demissão de milhares de pais de família.

Em 2016, mais de 12 mil demissões foram registradas no setor da construção civil no Maranhão. E a aplicação de elevação de impostos pode piorar a situação de um dos setores que mais geram emprego e renda no estado.

O Projeto ainda não foi apreciado por todos os parlamentes na Assembleia, ainda aguarda parecer da Comissão de Constituição e Justiça na próxima terça-feira, mas o deputado Wellington já se manifestou contra a proposta e disse ser uma medida contraditória com as necessidades do Maranhão.

“Penalizar a área da Construção Civil vai na contramão do que uma Gestão coerente faria. Aumentar impostos nesse momento de crise econômica não é justo com a sociedade. Ora, já sofremos com o desemprego e como poderemos combater isso quando estávamos aumento os impostos de um dos ramos que mais gera empregos em nosso Maranhão? O meu voto é contra esse aumento, até porque a Proposta foi encaminhado em dezembro à Assembleia. Não se ouviu a categoria ou Sindicato antes e, até agora, tudo foi feito de forma imperativa e sem qualquer preocupação com as consequências sociais que esse aumento causará. No final do ano passado, sob pressão, aprovou-se aumento de ICMS nos combustíveis, contas de energia, internet que passou a vigorar de 15 de março…agora, outro aumento? E quem paga é a população? Mais uma vez, deixamos aqui nosso questionamento: por que fazer com que a sociedade pague sozinha por essa crise? Onde estão os meios alternativos? Estamos diante de um aumento que poderá causar várias demissões de pais de família. Por isso, o meu voto é contra”, disse Wellington.

Juíza extingue ação movida pelo ex-prefeito de Santa Helena contra Zezildo Almeida

Política
 

Blog do Neto Ferreira

Lobato entrou com uma ação na Justiça Eleitoral com o intuito de cassar a candidatura de Almeida, no entanto a magistrada afirmou que o processo foi dado como intempestivo, ou seja, apresentada, protocolada ou arrolada nos autos fora do prazo estabelecido pela norma positivada.A juíza Eleitoral da 83ª Zona Eleitoral, Cynara Elisa Gama Ferreira, julgou extinto o processo movido pelo ex-prefeito de Santa Helena, João Jorge de Weba Lobato em face do atual gestor, Zezildo Almeida.

“Diante do exposto, com fundamento no art. 487, II, do Código de Processo Civil, JULGO EXTINTO O PROCESSO, com resolução de mérito, diante da ocorrência da decadência do direito de ação, no caso vindicado”





  • Enquetes

    Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para governador do Maranhão?

    Ver Resultados

    Carregando ... Carregando ...
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.