Lobão visitou Região Tocantina com Roseana e comitiva

Lobão em caravana pela Região Tocantina é prestigiado pelo povo juntamente com Roseana, Ribinha, Sarney Filho e comitiva.

O senador Edison Lobão (MDB) esteve em três municípios juntamente com a pré-candidata ao governo Roseana Sarney (MDB), com o seu vice Ribinha Cunha (PSC), o deputado federal Sarney Filho (PV) e comitiva nesta quinta (09). Foram recebidos de braços abertos pelo povo no aeroporto de Imperatriz. Logo seguiram para reuniões com lideranças e encontros com a população para juntos dialogarem sobre as possibilidades de desenvolvimento para a Região Tocantina.

Em Buritirana e Senador La Rocque, a chapa majoritária mostrou com desenvoltura que vem forte nestas eleições, com propostas concretas para ver o Maranhão voltar a crescer e se desenvolver como merece. Lobão ressaltou a experiência que faz a diferença na vida do povo que tanto precisa.

“Estou fortemente emocionado com a recepção calorosa como fomos recebidos e temos a convicção que nossos esforços serão recompensados. Nosso Estado merece voltar a crescer e acredito que com os aliados nesta chapa poderemos traçar metas para o desenvolvimento do Maranhão. Visitaremos 11 municípios ao todo, nesta viagem, em três dias levando a esperança com nossa experiência que o povo tanto precisa”, afirmou Lobão.

Um diálogo justo e verdadeiro com os deputados estaduais Edilázio Júnior (PV) e Léo Cunha (PSC). Os vereadores Ademar Freitas Júnior, Pedro Gomes, Luzia da Cafeteira (Imperatriz), Flávio Rodrigues (Bom Jesus das Selvas) e Ozima (Senador La Rocque). O ex-prefeito de Lajeado Dete. Ao lado de João do Salomão, Chico Nunes, Fernando Manezinho, Bartolomeu e Nani. Mas acima de tudo, um grande encontro com o povo, para trilhar novos caminhos para um Maranhão melhor.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Urgente! Dentista morre após grave acidente no Araçagy

No início da manhã de hoje (10) na  MA-204, sentido Araçagy/Raposa um dentista identificado como Gustavo Cássio (foto abaixo) foi vítima de um acidente fatal quando pilotava uma moto CBR 600RR.

O acidente aconteceu por volta das 6h30 desta manhã. Segundo informações preliminares o dentista estava em alta velocidade quando se chocou com um caminhão. O motorista do caminhão estava tentando fazer um desvio, porém, o condutor da moto não conseguiu parar, batendo na traseira do veículo de grande porte.

Gustavo não resistiu e morreu no local. O transito sentido Araçagy/Raposa está lento e o congestionamento é grande.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Grupo Baquil ratifica apoio a pré-candidatura do deputado Glalbert Cutrim

O ato que ratificou o apoio do grupo político da família Baquil ao deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT), aconteceu na segunda-feira, 06, durante encontro no município de Tutóia.

Participaram da reunião o ex-candidato a vereador Geraldo da Granja, Geovane, os ex-vereadores Alexandre, Jamilson e a vereadora Jamilza Baquil.

A família Baquil é uma das mais tradicionais na política do município, e desde 1992, quando James Baquil foi eleito pela primeira vez, sempre elegeu um vereador, mantendo-se quase sempre com a melhor votação no Poder Legislativo local. Foi assim em 2016, com a eleição da vereadora Jamilza Baquil; em 2008 com o ex-vereador Alexandre Baquil que também foi eleito Presidente e em 2000, com o ex-vereador Jamilson Baquil, Presidente da Câmara por três mandatos consecutivos.

Durante o encontro, Alexandre, que foi candidato a prefeito em 2016 ficando em segundo lugar, destacou a importância de ter um deputado jovem e atuante como aliado. “Glalbert é jovem, atuante e já conquistou importante espaço no cenário político devido a forma séria que conduz seu mandato, e tê-lo como aliado, certamente resultará em benefícios para o nosso município. Aqui estamos selando mais do que uma parceria política, estamos apontando para um futuro melhor para nossa cidade.” Destacou o ex-vereador.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Flávio Dino vaza que Palácio dos Leões será alvo de nova operação da PF

Governador do Maranhão insinuou que o grupo do ex-presidente José Sarney estaria tramando a ação com um delegado federal

Atual7

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais para vazar sobre a iminência de deflagração de suposta nova operação da Polícia Federal contra o seu governo. De acordo com o comunista, a ação estaria sendo articulada pelo grupo comandado pelo ex-presidente da República José Sarney (MDB-MA), por meio de um delegado da PF — que não teve o nome revelado.

“Avisaram-me que o grupo Sarney está tramando um novo factoide querendo usar a Polícia Federal. Não quero crer que um delegado se preste a esse tipo de armação. Seria mais uma desmoralização”, disse Dino.

É a segunda vez em que o governador maranhense insinua o uso político da PF contra o seu governo. A primeira foi após o Palácio dos Leões ser alvo da Operação Pegadores, 5ª fase da Sermão aos Peixes.

Segundo a força-tarefa, mais de R$ 18,3 milhões teriam sido desviados dos cofres públicos. O dinheiro, segundo os investigadores, teria como origem a verba federal do Fundo Nacional de Saúde (FNS), enviada para o governo comunista aplicar em saúde pública no estado.

O vazamento de suposta operação da PF feita por Dino é semelhante a feita pelo ex-secretário de Saúde do Maranhão Ricardo Murad, em 2015. Dias antes da primeira fase da Sermão aos Peixes, Murad também usou as redes sociais para anunciar que havia a iminência de deflagração de uma suposta operação da PF contra ele, o que foi confirmado logo depois.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Prefeito de Serrano do Maranhão é condenado por nepotismo

Esposa, irmã, cunhada e outros parentes foram nomeados para cargos na Prefeitura

O Ministério Público do Maranhão ajuizou, no dia 23 de julho, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa na qual requereu a concessão de liminar para a exoneração imediata de seis parentes do prefeito de Serrano do Maranhão, Jonhson Medeiros Rodrigues, nomeados de forma ilegal.

Conforme apuração da Promotoria de Justiça de Cururupu, de cuja comarca Serrano do Maranhão é termo judiciário, o prefeito nomeou para o cargo de secretária municipal de Assistência Social a esposa Ozélia Soares Lopes; para o cargo de tesoureira, a irmã Márcia Regina de Jesus; como diretora do Hospital Municipal a cunhada Ozana Soares Lopes.

Também foram nomeados pelo gestor para cargos em comissão a sua cunhada Karla Rafaela Sousa Costa; o primo Leocádio Olimpio Rodrigues Júnior; e a sua sobrinha Jaciane Medeiro Rodrigues.

Segundo o promotor de justiça Francisco de Assis Silva Filho, depois da instauração de procedimento administrativo para apurar a existência de nepotismo na Prefeitura e na Câmara de Vereadores de Serrano, e diante da constatação de diversos casos, foi emitida Recomendação aos chefes dos poderes Executivo e Legislativo para que exonerassem os servidores que se encontravam nessa situação irregular. No entanto, o prefeito não atendeu a Recomendação e manteve os réus na incidência de nepotismo.

Na ação, o representante do MPMA refere-se à Constituição Federal e a uma súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que caracterizam o nepotismo como “a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente, em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou ainda, de função gratificada na Administração Pública direta e indireta”.

Sobre a questão, Francisco de Assis Silva Filho acrescentou: “Apesar de os secretários municipais exercerem funções políticas e não meramente administrativas, não se pode, sob pena de violação aos princípios da moralidade, eficiência e impessoalidade, nomear esposa, irmã, cunhada, sobrinha e prima para o exercício dessas funções”.

PEDIDOS

Como punições para os envolvidos, ao final do processo, o Ministério Público requereu a aplicação das seguintes penalidades, previstas na Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429/92): perda da função pública, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de três a cinco anos; pagamento de multa de até 100 vezes o valor da remuneração percebida pelo agente; proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três a cinco anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Página 30 de 6.396« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »