Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Prefeitura de Rosário segue com campanha de vacinação antirrábica

Política
 

O Dia D da campanha será dia 28 deste mês e, até lá, as ações serão intensas em todos as localidades do município

Está em pleno andamento a campanha antirrábica em Rosário, que, este ano, tem como tema ‘Não deixe seu melhor amigo com raiva’. Diversas equipes formadas por agentes de saúde estão batendo de porta em porta, com o objetivo de imunizar 5.300 cães e gatos, meta estabelecida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Estão sendo vacinados animais tanto na sede do município, quanto na zona rural. A campanha vai até o final deste mês e, segundo a secretária municipal de Saúde, Viviane Arruda, a meta traçada é bem ampla, de forma a imunizar o máximo de animais de estimação na cidade. “Com isso queremos combater a raiva e evitar que eventuais animais contaminados passem a doença para humanos”, explica.

Ao todo, 21 equipes estão trabalhando na campanha. A vacinação está sendo feita em domicílio, o que, de acordo com Viviane Arruda, é uma estratégia para que se atinja a meta de vacinação determinada pela Secretaria Municipal de Saúde.

A vacina é gratuita e pode ser aplicada em animais a partir dos três meses de idade, mesmo que estes tenham tomado doses em anos anteriores. “Todos devem ser vacinados, inclusive fêmeas que estiverem no cio ou amamentando”, destaca Viviane Arruda.

A doença
A raiva é causada por um vírus que ataca o sistema nervoso dos animais. Em seres humanos, a doença é transmitida por meio de mordidas, arranhões ou mesmo lambidas. A doença deve ser tratada imediatamente, para não causar danos ao cérebro e à medula, casos em que pode se tornar letal.

Pensar diferente de Flávio Dino é levar processo, diz jornal ao avaliar o ditador; confira

Política
 

Em três anos de mandato, comunista Flávio Dino impôs a quem pensa contrário a ele mais ações, processos, interpelações, direitos de resposta, censura e intimidação que todos os outros ocupantes do Palácio dos Leões em 30 anos

O estudo está sendo feito por um grupo de WhatsApp que tem o sugestivo título de “Liberdade de Expressão” e reúne os principais jornalistas políticos do Maranhão.

Trata-se de um levantamento criterioso do número de processos, ações, interpelações, censura – que se caracteriza pela retirada prévia de conteúdo jornalístico – e imposição de direitos de resposta usados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) ao longo dos seus quase três anos de mandato.

E os números são assustadores.

Não há registro nos últimos 30 anos – desde que o então senador Epítácio Cafeteira assumiu o comando do Governo do Estado, em 1987, de um número tão grande de ações judiciais tentando impor constrangimento a quem pensa ou se expressa diferente do que apregoa o Palácio dos Leões.

De lá para cá, além de Cafeteira, o Maranhão teve como governador os senadores João Alberto de Sousa (PMDB), Edison Lobão (PMDB) e Roseana Sarney (PMDB), o deputado federal  José Reinaldo Tavares (PSB), o ex-prefeito Jackson Lago (PDT), e Roseana Sarney novamente, sem que tenha havido qualquer tipo de registro de ação que implicasse em castração ao direito de informar e de criticar.

No governo comunista de Flávio Dino, por outro lado, não há um único jornalista, advogado ou intelectual que tenha ousado pensar diferente do que quer o Palácio dos Leões e não tenha sofrido pelo menos uma ação promovida pelo governador ou seus agentes.

A situação é grave do ponto de vista da liberdade de expressão porque revela um estado de exceção, uma espécie de tirania, onde é proibido pensar diferente de quem comanda.

E revela ainda traços de perseguidor no perfil de Flávio Dino.

Já caracterizado pelo autoritarismo…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

Zé Inácio parabeniza Ednalva Lima pela vitória na eleição para a Secretaria de Mulheres do PT

Ações
 
O Deputado Estadual Zé Inácio (PT) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa nessa quarta-feira 20/09, para parabenizar a nova Secretária Estadual de Mulheres do PT Edinalva Lima. A eleição foi realizada no último sábado durante o Encontro Estadual de Mulheres do Partido, no auditório Viriato Corrêa do Ifma, Monte Castelo.
O Deputado Zé Inácio esteve presente no evento que lotou o auditório e contou com cerca de 500 mulheres militantes de várias regiões do Estado. “O PT é um partido em que as mulheres têm voz e vez, e são poucos os partidos no Estado do Maranhão que têm uma militância feminina espalhada por todas as regiões do Estado, durante esse evento elas debateram a organização do partido e discutiram livremente o feminismo. A companheira Ednalva Lima foi eleita mostrando a importância que tem a militância das mulheres do PT, que fizeram um brilhante encontro e mostraram a força da mulher na política, a força das militantes feministas do PT”, disse.
Edinalva Lima foi eleita com 56,2% dos votos pela chapa “Feminismo é no Plural”. Atualmente a Secretária de Mulheres é presidenta do Partido dos Trabalhadores de Santa Inês, militante e integrante da corrente CNB (Construindo Um Novo Brasil).
Zé Inácio reafirmou na Tribuna que “a vitória de Edinalva Lima é mais um passo do PT para atuação do empoderamento feminino e renovação da política feminista no partido”.

PR fortalece laços com Flávio Dino em favor do Maranhão

Política
 

Foi com esse impacto mútuo o resultado da conversa entre o governador Flávio Dino fortalecendo o estreitamento dos laços com o PR que a cada dia vem se tornando mais forte.

 

O governado Flávio Dino recebeu o Deputado Estadual Josimar de Maranhãozinho e a presidente do PR Mulher Detinha para um almoço onde traçaram mais metas de trabalho pelo povo do Maranhão.

Como melhor parte do almoço promovido pelo governador no qual recebeu o casal de lideranças políticas do PR na região do Alto Turi, o paladar dos Leões e do PR estavam apurados em uma só sintonia as conquistas até aqui e as que ainda virão em defesa do povo do Maranhão.

” Saio com a certeza que avançamos muito nesse encontro que será motivo de muitas conquistas para o povo do Maranhão

Continua campanha de multivacinação em Rosário

Ações
 

A ação visa imunizar crianças e jovens entre zero e 15 anos de idade

A Prefeitura de Rosário, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza até a próxima sexta-feira (22) a campanha de multivacinação na cidade. Iniciada na primeira semana deste mês, a ação está sendo realizada em todos os postos de Rosário, inclusive na Unidade Mista do município, e também nos povoados.

O público-alvo da campanha são crianças e adolescentes de zero a 15 anos. “Trata-se de uma campanha que tem por objetivo atualizar a carteira de vacinação de pessoas nesta faixa etária e, assim, garantir a imunização e evitar doenças futuras”, explica a prefeita Irlahi Moraes (PMDB).

As vacinas disponíveis são diferenciadas, de acordo com o público que a ação pretende atingir. Para os menores de sete anos, as vacinas disponíveis são BCG, hepatite B, VIP, VOPb, rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada), DTP, hepatite A e varicela. Já para os maiores de sete até 15 anos, estão sendo oferecidas as de hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT, dTpa e meningocócica.

A secretária de Saúde de Rosário, Viviane Arruda, destaca que é indispensável que os pais e responsáveis se conscientizem sobre a importância da imunização e levem as crianças e adolescentes aos postos onde está sendo realizada a campanha. “Queremos evitar consequências mais sérias, que podem, inclusive, levar à internação do paciente e até ser causa de óbito”, afirma Viviane.

A campanha de multivacinação está acontecendo na Unidade Mista (Sala de Vacina) e nos postos de saúde da Sede, Ivar Saldanha, Malvinas, Curral Velho, Bacural, Cidade Nova, Paraíso e São Simão, sempre das 8h às 17h.

Modelo Simpatia do Barcelona no Norte e Nordeste do Brasil recorre ao suicídio

Política
  • Comentários desativados em Modelo Simpatia do Barcelona no Norte e Nordeste do Brasil recorre ao suicídio
 
A jovem Vânia Maísa, 18 anos, havia iniciado a carreira de modelo fotográfica e já ostentava o título de “Modelo Simpatia do Barcelona no Norte e Nordeste do Brasil. Tinha uma carreira promissora pela frente. Natural de Rondônia, ela recorreu ao suicídio, mas foi salva pela irmã que tirou a corda do pescoço.

O Corpo de Bombeiros chegou ao local com agilidade e a levou para o hospital. No dia seguinte, terça-feira, dia 20, os médicos anunciaram a morte cerebral da jovem. Familiares anunciaram hoje a doação dos órgãos de Vânia Maísa.
 

CPI convoca Miller e Ângelo Villela para prestar esclarecimentos sobre a JBS

Política
 

Folha.com

Mauro Pimentel/Folhapress
Ex-procurador da República Marcello Miller, que foi convocado pela CPI da JBS
Ex-procurador da República Marcello Miller, que foi convocado pela CPI da JBS

TALITA FERNANDES
DE BRASÍLIA

 

Em sessão esvaziada, a CPI da JBS aprovou nesta quinta-feira (21) a convocação de dois ex-auxiliares do ex-chefe do Ministério Público Rodrigo Janot, Marcello Miller e Ângelo Villela Goulart.

Por se tratar de convocação, o comparecimento deles é obrigatório.

Miller é suspeito de ter orientado a delação da JBSenquanto ainda era procurador. Ele deixou o Ministério Público Federal em abril deste ano para atuar em um escritório de advocacia.

Já Villela, que foi preso em maio na Operação Patmos, é acusado de ter recebido R$ 50 mil para dar informações sigilosas de investigações ao grupo JBS.

Villela deve ser o primeiro a ser ouvido pela comissão. A expectativa é de que seu depoimento seja marcado para a próxima terça-feira (26).

O procurador disse em entrevista à Folha que Janot “tinha pressa” para denunciar o presidente Michel Temer para barrar a indicação de Raquel Dodge para a PGR (Procuradoria-Geral da República).

CONVITE

A CPI aprovou ainda um convite para ouvir Janot e seu braço-direito, o procurador Eduardo Pelella. No caso deles o comparecimento à comissão é opcional. Ainda não há data marcada para que eles sejam ouvidos.

Os requerimentos foram aprovados sob a justificativa de que os depoimentos servirão para esclarecer o acordo firmado pelo Ministério Público com executivos da JBS.

advogado Willer Tomaz, que foi preso na Operação Patmos, também deverá prestar esclarecimentos à CPI. Ele é acusado de pagar propina a Villela para repassar informação privilegiada a Joesley Batista sobre as investigações que envolviam a JBS.

Os depoimentos de Villela e Tomaz já estão previstos para a próxima semana.

Na lista de convocações estão ainda executivos da JBS, incluindo os seus donos, Joesley e Wesley Batista. Serão ouvidos os delatores Ricardo Saud e Francisco de Assis e Silva, e os executivos Valdir Aparecido Boni, Florisvaldo Caetano de Oliveira, Fábio Chilo e Demilton Antônio de Castro.

Instalada no começo deste mês, a CPI tem como um de seus objetivos apurar possíveis irregularidades ligadas ao acordo de colaboração do grupo JBS.

Desde que foi criada, a comissão é vista pela oposição como uma tentativa do governo de constranger o Ministério Público e os acusadores do presidente Michel Temer, alvo de duas denúncias com base na delação da JBS.

O relator da CPI, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), defendeu que as oitivas sejam iniciadas pelos procuradores. Ele não vê impedimento para que a comissão siga as investigações enquanto a Câmara analisa um segundo pedido de denúncia contra Temer.

“Não podemos paralisar a CPI e aguardar a denúncia. Vai ter que tramitar independentemente da denúncia”, disse o deputado que é um dos principais porta-vozes da tropa de choque do presidente.

A acusação de obstrução de Justiça e organização criminosa de Temer deve ser analisada pelos deputados até outubro, de acordo com a previsão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O envio da denúncia à Câmara depende da conclusão de um julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre pedido de Temer para suspender a acusação. A análise deve ser concluída nesta quinta-feira (21), mas a Corte já tem maioria formada pela continuidade da tramitação.

CONTRATOS

Outra frente de atuação da CPI é a apuração de possíveis irregularidades em contratos do grupo JBS com bancos públicos. Por esse motivo, os parlamentares convocaram o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho a prestar esclarecimentos.

Também estão sob investigação empréstimos tomados pelo frigorífico com a Caixa Econômica Federal. Foram convidados a dar depoimento dois ex-presidentes do banco: Jorge Hereda e Maria Fernanda Ramos Coelho.

A lista de oitivas aprovadas como convite inclui ainda o ex-presidente da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) Leonardo Gomes e o advogado da associação de minoritários da JBS Márcio Lobo.

Ao final da sessão, o presidente da CPI, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), anunciou os primeiros depoimentos. Na próxima terça-feira (26), será convocado o procurador Ângelo Villela, e o advogado Marcio Lobo falará na condição de convidado.

Para a quarta-feira (27), estão previstas as oitivas de Willer Tomaz e do ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho.

Preso homem que matou maranhense e noivo dela em Goiânia por causa de vídeos

Maranhão / Polícia
 

A Polícia Civil de Goiás descobriu e prendeu o assassino da maranhense de Estreito, Camila Edna Silveira, 28, e do noivo dela, Mário Silva de Moura, 26, mortos no domingo passado, dia 17 deste. A surpresa ficou por conta de que o assassino é casado com a prima de Camila, de nome Mayara, e os dois foram até a casa da vítima no noite do crime.

O homem que não teve o nome revelado foi descoberto depois que imagens da rua mostraram as placas e marca do carro dele e a esposa, prima da vítima, Mayara, não aguentou e contou toda a verdade. Na hora do crime os vizinhos ouviram os gritos de Camila pedindo para ele “não faz isso”.

A motivação do crime foi por causa de traição. Camila teria passado por Direct imagens do marido da prima flertando em um bar com outras mulheres e decidiu tomar satisfação. O assassino tomou conhecimento das fotos pela própria esposa.

Os dois foram assassinados no Residencial Primavera, em Goiânia. Um fato que chamou a atenção foi a ausência da prima e do marido ao velório.

 

 

 

Hospital Macrorregional de Pinheiro tem a melhor avaliação entre todos os hospitais inaugurados pelo governador Flávio Dino

Política
 

Inaugurado em 28 de setembro de 2015, o Hospital Macrorregional de Pinheiro já colhe os frutos da administração séria, competente e transparente dada pelo médico Leonardo Sá inicialmente e agora prosseguida pela enfermeira pinheirense Denise Boás. De acordo com uma pesquisa desenvolvida por usuários da unidade hospitalar mais de 80% consideram o atendimento ótimo, bom e regular, números estes que colocam com a melhor avaliação entre todos os hospitais inaugurados pelo governador Flávio Dino.

A avaliação foi desenvolvida pela empresa Dados & Dados que realizou 600 entrevistas no período de 30 e 31 de agosto e 1 de setembro de 2017.

Os bons índices alcançados são reflexos do bom trabalho desenvolvido pelo primeiro diretor do Hospital Dr Jackson Lago, o pré-candidato a deputado estadual Dr. Leonardo Sá.

Ao assumir o Hospital Macrorregional de Pinheiro, Leonardo Sá colocou em plena atividade os 122 leitos de internação, os quais são distribuídos entre clínica médica, pediatria, ortopedia, cirurgia, UTI e UCI.

Mais de 600 mil pessoas de 40 cidades da região da Baixada Maranhense já foram beneficiadas com os atendimentos desenvolvidos pelo Hospital Dr Jackson Lago.

Através de ações desenvolvidas da Secretaria estadual de Saúde e do Instituto Acqua, Leonardo Sá conseguiu garantir o atendimentos de média e alta complexidade em diversas especialidades, entre elas: cirurgias, clinica médica, oftalmologia, anestesia, gastrenterologia, pediatria, cardiologia, mastologia, ortopedia, nefrologia, otorrinolaringologia, neurologia e urologia.

Exames laboratoriais também são desenvolvidos como: Análises Clínicas, Citopatológicos, Tomografia, Radio – X, Ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia, eletrocardiograma, mamografia, clínica Médica/Retaguarda, ginecologia/Ambulatorial, Serviço de Referência de Mamografia (SDM).

Antes de completar dois anos de atividades, o Hospital Dr Jackson Lago realizou mais de 1 milhão de atendimentos. Esse legado foi deixado pelo Leonardo Sá e a população da Baixada Maranhense sabe reconhecer esse trabalho, tanto que o médico já é citado como um dos mais fortes pré-candidatos a deputado estadual para 2018.

Atendimentos no Hospital Macrorregional de Pinheiro

6.781 internações
5.906 cirurgias
53.297 consultas
293.079 atendimentos multidisciplinares
545.263 Sadt
7.358 procedimentos.

Palácio dos Leões endurece: a ordem é acabar com Roseana, custe o que custar

Política
 

Assustado com o crescimento da ex-governadora Roseana Sarney nas pesquisas mais séria realizadas desde o início deste ano, ao ponto de já ter ultrapassado o governador Flávio Dino (vide Escutec), o palácio dos Leões decidiu jogar sujo e pesado. A ordem é metralhar a adversária de qualquer forma, com de factoides, denúncias requentadas e, se possível, o ataque pessoal.

 

 

O desespero bateu forte com o último levantamento da Escutec que aponta a ex-governadora liderando as pesquisas. Se antes a imprensa alinhada já vinha batendo forte, agora a artilharia virá mais pesada. Até marqueteiro foi importado para trabalhar a campanha.

Flávio Dino aponta diretamente um dedo para Roseana como a única culpada caso seu projeto de poder seja interrompido. Esquece que quatro dedos indicam que ele próprio tem sido o grande responsável pelo resgaste da adversária.

Para que se tenha ideia, ele fala mais no nome da oligarquia Sarney que o próprio grupo político da ex-governadora. Até por um asfalto que não durou uma semana, o governador atribui a culpa aos adversários.

E para decepção do grupo comunista, Roseana se transformou em um bolo que, quando mais se bate, mais incha. Sinal de que essa tática da agressão pela agressão não funciona.

Ao governador caberia uma estratégia mais convincente, como fazer obras próprias e continuar dando prosseguimentos ao que já achou em andamento ou quase concluídas. Flávio Dino vai encerrar o primeiro mandato sem nenhuma obra estruturante na capital ou no interior do Maranhão.

João Castelo, Epitácio Cafeteira e Edison Lobão tiveram apenas um mandato de quatro anos, mas deixaram a marca de cada administração. E olha que nenhum deles herdou o governo com quase R$ 3 bilhões em caixa e com os valores de repasses constitucionais bem mais reduzidos.

Ao invés de tocar obras e cuidar de pessoas, da população, o governador comunista tratou apenas de olhar pra sua gente (grupo restrito) e perseguir a quem entendesse como inimigo. Perdeu muito tempo. Talvez, agora, seja tarde demais. Lamentável.





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha
  • AS MAIS VISTA DA SEMANA

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 98722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.