Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Deputado Max Barros denuncia crimes de pistolagem em Santa Quitéria

Crime / Maranhão / Política
 

Na tarde desta segunda-feira (5), o deputado Max Barros (PRP) fez uma grave denúncia durante seu pronunciamento na Assembleia. Ele fez um relato sobre a tentativa de homicídio sofrida por Rayrison, advogado militante que atua na região do Baixo Parnaíba e também no município de Santa Quitéria.

De acordo com o deputado, Rayrison teve sua casa alvejada por mais de 10 tiros. Fato semelhante aconteceu com o ex-prefeito de Santa Quitéria, Maninho, que já teve, no mês passado, sua residência também atingida por cinco tiros. Para o deputado, estes crimes parecem encomendados e precisam ser imediatamente apurados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

O CRIME

O parlamentar descreveu que às 2h da manhã do último dia 4 de junho, o advogado estava em sua residência quando aconteceram os disparos, sendo que dos dez, dois atingiram sua casa e oito atingiram seu carro, atentando contra sua vida.

Max Barros destacou que tanto esse crime contra o advogado, quanto o crime contra o ex-prefeito Maninho possuem características de encomenda com conotações políticas, já que a primeira vítima foi um ex-prefeito e segunda vítima é um advogado militante que está atuando naquele município e naquela região, representando várias comunidades, inclusive, entrando com ações contra decisões do prefeito do município, questões trabalhistas, equívocos em licitações, além de denúncias contra irregularidades cometidas pelo atual prefeito.

Barros parabenizou a atuação da OAB/MA no caso, cujo presidente, Thiago Diaz, se manifestou por meio de nota, manifestando total solidariedade e empenho na apuração dos fatos, inclusive acionando o Sistema de Segurança para verificação do ocorrido.

Max também destacou a ação da Secretaria de Segurança que, segundo ele, cumpriu também o seu papel, já que, assim que que foi comunicada do crime, deslocou uma equipe para Santa Quitéria, inclusive com helicóptero e peritos. O deputadoinformou que foi feita a perícia na casa do e no veículo do advogado e já foi aberto o inquérito para apurar a responsabilidade.

Ao finalizar o discurso, Max Barros fez um apelo ao Secretário de Seguranca para que o Estado dê garantia de vida ao advogado Reyrison e ao ex-prefeito Maninho, já que, nos dias de hoje, crimes de pistolagem são inaceitáveis.

Bandidos tocam fogo em viatura no Maranhão por retaliação

Cidade / Maranhão / Polícia
 

Por volta das 4h19 da madrugada de hoje, bandidos ainda não identificados atearam fogo na viatura 242, que estava estacionada em frente a companhia militar, em Santa Inês. O prejuízo só não foi maior por causa de um vigia que trouxe um extintor e conseguiu debelar as chamas.

Policiais acreditam que o crime praticado contra a viatura seja uma espécie de retaliação pelas prisões feitas na madrugada de ontem de três pessoas na cidade de Bela Vista que estavam fortemente armadas, incluindo um policial militar, como mostra a foto abaixo:
Por causa do forte armamento, incluindo quatro fuzis, a polícia acham que eles estavam preparando um assalto a bancos naquela região.Material foi apreendido: pistola marca taurus pt 24/7 pro ds n• 63504, três carregadores de pistola 24/7, 43 munições cal. 40 hollypoint, rádio comunicador tipo ht marca intelbras, veículos VW/ fox rock in rio- prata-placa DJG-9865, veículo Toyota Hilux cd4x4-prata- placa OIS-1313, veículo Toyota Hilux cdsa a4td – Branca- placa ODT-8104. Além de, 4 fuzis AR/M4 5.56, 2 PT 9mm , 1 sub metralhadora UZI israelense,  1 PT. 380, 1 revólver cal. 38.

Confira no vídeo abaixo os armamento:

https://youtu.be/60e6tbhCU2M

Polícia Federal prende ex-ministro Henrique Eduardo Alves

Política
 

Folha.com

CAMILA MATTOSO
BELA MEGLE
DE BRASILIA

A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (6) o ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e é um desdobramento das delações da Odebrecht.

Há também mandado de prisão contra o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso no Paraná por decisão do juiz Sergio Moro desde outubro do ano passado.

Henrique Eduardo Alves, que sempre fez parte do núcleo de confiança de Temer, pediu demissão em junho de 2016, após ser citado em delações.

O ex-ministro foi o terceiro a deixar o governo interino de Temer, apenas em 34 dias de gestão. Antes dele, foram demitidos Romero Jucá (Planejamento) e Fabiano Silveira (Transparência), após o vazamento de gravações em que ambos criticaram a operação Lava Jato.

O secretário de Turismo de Natal, Fred Queiroz, também foi preso na operação.

A operação desta terça foi batizada como Manus e apura supostos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

A investigação se baseia em provas da Lava Jato que apontam que Alves e Cunha receberam suborno na construção da Arena das Dunas, estádio construído em Natal para a Copa do Mundo.

De acordo com a apuração da Polícia Federal e do Ministério Público, houve sobrepreço de R$ 77 milhões no valor da obras, com favorecimento de duas grandes construtoras.

Os pagamentos ocorreram como doação eleitoral oficial, entre 2012 e 2014. Os valores, segundo os investigadores, omitiam subornos e, em um dos casos, eram desviados em benefícios pessoais.

Além das delações da Odebrecht, houve afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos.

Os alvos responderão pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

O nome Manus é uma referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”: uma mão esfrega a outra, uma mão lava a outra.

A Polícia Federal afirma que cerca de 80 policiais cumprem 33 mandados judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e outros 22 de busca e apreensão no Rio Grande do Norte e Paraná.

OUTRO LADO

A defesa de Henrique Alves informou que não vai se manifestar até o momento por não ter informações sobre a operação que envolve seu cliente.

Júnior Verde faz o plantio de mudas com alunos da Creche Sementinha em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente

Ações
 

Para marcar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta segunda (05), o deputado Júnior Verde (PRB) fez o plantio simbólico de mudas de árvores junto com alunos da Creche-Escola Sementinha na área externa da instituição. Foram doadas também 100 mudas de árvores.

A ação contou com a participação do educador ambiental Luzio Rocha, que desenvolve o projeto Reflorestando o Mundo. O deputado Júnior Verde destacou que o plantio das mudas carrega a simbologia de chamar a atenção para a preservação do meio ambiente.

“É um momento especial, porque simboliza que nós temos que ter a consciência para com o meio ambiente. As crianças são o presente e o futuro, então elas têm que aprender a cuidar do meio ambiente. A Assembleia está fazendo, nesse momento, uma campanha de conscientização. Essa ampla divulgação nos permite ter um alcance para que chegue a todas as pessoas, pois elas precisam saber que todos nós somos responsáveis pelo meio ambiente”, completou.

Bruna Abreu, diretora da Sementinha, ressaltou que a ação leva os alunos a refletir sobre qual deverá ser seu papel na preservação do meio ambiente. “As crianças têm tudo a ver com a natureza. Esse é um momento para refletir quais ações são importantes para a preservação do nosso meio ambiente e para a própria preservação da vida humana. Se cada um de nós fizermos um pouquinho, com certeza vamos ter um mundo melhor e um ambiente mais saudável”, disse.

Já para as crianças, o momento foi de diversão e reconhecimento da importância de se cuidar do meio ambiente. “A maioria das coisas no meio ambiente faz bem para nossa vida. São coisas lindas da natureza e é a fonte de tudo”, afirmou Arthur Felipe Silva Freire.

Maria Clara Diniz disse que aprende muito mais em contato com as plantas. “As plantas fazem bem para a vida, pois elas que dão o nosso ar, nos dão as frutas. A gente aprende muito mais em contato com elas”, assinalou.

Mês de maio termina com sete suicídios polêmicos na Grande São Luís

São Luís / SUICÍDIO
 

Não há dúvidas que o índice de suicídio na Grande Ilha tem aumentado. Há alguns anos era algo muito raro, porém hoje em dia com o aumento dos casos de depressão está se tornando rotineiro em São luís a notícia que alguém tenha cometido suicídio.

Somente no mês de maio de 2017,  7 registros. Os casos variam entre 16 anos a 77 anos. O que chamou bastante atenção foi um caso de um adolescente de apenas 16 anos. O rapaz que tirou a própria vida havia avisado desde 2015 que iria fazer isso. Outro que marcou o mês de maio foi o do jovem de 28 anos André Luís, o que se jogou do último andar do hotel Luzeiros (foto acima).

A motivação de muitos destes suicídios permanecem ainda desconhecida. Mas segundo dados de profissionais que estudam o perfil de pessoas suicidas, os próprios suicidas em 60% dos casos falam abertamente sobre a intenção em tirar a vida. Outros dão sinais direto que o farão, geralmente através de fotos que representem tristeza, isolamento, frases de alerta, depressão, abuso em remédios ou outras drogas,.

Em entrevista a revista Galileu, da Rede Brasileira de Prevenção do Suicídio, Carlos Felipe Almeida D’Oliveira, afirma que o ideal é conversar com a pessoa e não deixá-la sozinha. Ao conversar, procure não falar muito e ouvir mais, já que muitas vezes a pessoa só precisa ser ouvida.

“Se possível, acompanhe a um profissional de saúde e peça orientação”, diz. Outra medida é retirar acesso de ferramentas potencialmente destrutivas dentro de casa – como arma, remédios e substâncias tóxicas – para evitar o uso delas em um impulso.

Maranhão se destaca pela violência e São José de Ribamar é a 4ª cidade do pais

Política
 

O Maranhão voltou a ocupar espaços na mídia nacional por conta de aparecer na relação dos estados onde a violência só cresce. Até a cidade de São José de Ribamar foi premiada com a 4ª posição no rankig da cidades mais violenta dos Brasil, conforme relatório do Atlas Violência 2017, do Ipea.

O estudo, divulgado nesta segunda-feira, dia 5,  mostra que cada vez mais jovens e negros morrem no país.  Em 2015, 59.080 homicídios, uma quantidade maior que os atos terroristas com vítimas fatais até agora.

O Maranhão nunca deixou de aparecer no quadro dos mais violentos, ao contrário de outras unidades da federação que estão diminuindo seus índices como São Paulo.

De 2010 e 2015, os maiores crescimentos da violência aconteceram nos estados de Sergipe (+77,7%), Rio Grande do Norte (+75,5%), Piauí (+54,0%) e Maranhão (52,8%).

Abaixo as 10 cidades mais violentas do Brasil:

1º – Altamira (Pará), com taxa de 107 homicídios por 100 mil habitantes
2º – Lauro de Freitas (Bahia), taxa de 97,7
3º – Nossa Senhora do Socorro (Sergipe), com 96,4;
4º – São José de Ribamar (Maranhão), com 96,4;
5º – Simões Filho (Bahia), com 92,3;
6º – Maracanaú (Ceará), com 89,4;
7º – Teixeira de Freitas (Bahia), com 88,1;
8º – Piraquara (Paraná), com 87,1;
9º – Porto Seguro (Bahia), com 86,0;
10º – Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco), com 85,3.

Entre 2010 e 2015, os maiores crescimentos aconteceram nos estados de Sergipe (+77,7%), Rio Grande do Norte (+75,5%), Piauí (+54,0%) e Maranhão (52,8%) e as maiores quedas, no Espírito Santo (-27,6%), no Paraná (-23,4%) e em Alagoas (-21,8%).

Em entrevista, Carlos Lula falta com a verdade sobre contratação do Idac

Política
 

Do Atual7

Unidades geridas pelo instituto foram repassadas pela Emserh. Oscip havia sido desclassificada de processo licitatório por falta de competência

O secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, faltou com a verdade, pelo menos três vezes, em entrevista à TV Difusora para explicar a contratação do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac), com dispensa de licitação, mesmo após a Oscip haver sido desclassificada do processo que selecionou entidades sem fins lucrativos para administrar as unidades estaduais públicas de saúde.

Demonstrando nervosismo ao tentar novamente explicar a relação do instituto com o atual governo, Lula afirmou que a contratação ocorreu por o Idac haver sido nomeado para gerir os lotes do composto de projetos que não tiveram vencedores e que por isso teve contratos renovados.

“O contrato do Idac com a Secretaria de Saúde do Maranhão remonta ao governo anterior. Desde 2013 o Idac já era contratado pela secretaria estadual da Saúde, e esse contrato vem se renovando e permanece até os dias de hoje. (…) Em verdade, em relação ao Idac, não havia nada que desabonasse a sua conduta. O que aconteceu é que ele [o Idac] acabou ficando com os lotes do concurso de projetos onde não houve vencedores e ele acabou tendo renovado o contrato por esse motivo, por essa razão”, declarou.

Além de haver mentido sobre a entrada do Idac nas contas da SES, o secretário de Saúde faltou com a verdade em relação a falta de aptidão e competência do instituto e ainda sobre o lote cujo participantes do concurso não conseguiram apresentar comprovação técnica suficiente.

Governos Jackson Lago e Roseana Sarney

Levantamento feito pelo ATUAL7 em dados abertos do governo aponta que o primeiro contrato entre a SES e o instituto foi feito em em janeiro de 2009, no governo Jackson Lago, durante a administração da SES por Edmundo Gomes. Ao custo de R$ 6 milhões, o contrato tinha como objeto a execução de ações e serviços de saúde na Unidade Mista do município de Carutapera.

Com o retorno de Roseana Sarney ao Palácio dos Leões, esse contrato continuou sendo aditado até 2013.

Naquele mesmo mesmo ano, o Idac foi presenteado com um outro, no valor de R$ 26 milhões, aditado um ano depois em valor menor, de R$ 16,5 milhões, para gerir o Hospital Geral de Monção.

Ainda durante o governo Roseana, o instituto conseguiu abocanhar um novo contrato, de R$ 1,8 milhão, para prestar Serviços de Verificação de Óbitos (SVO) na capital e nas cidades de Imperatriz e Timon.

Auditoria da STC

Carlos Lula faltou também com a verdade em relação não ter conhecimento de nada que desabonasse o Idac em ser contratado pelo atual governo.

Em fevereiro de 2015, resultados preliminares da auditoria promovida pela Secretaria de Controle e Transparência (STC) nas contas da SES apontam para superfaturamento de até 30% nos contratos de serviços e fornecedores firmados pelo ex-secretário Ricardo Murad. Dentre os contratados que, segundo a STC, tiveram acordos superfaturados estava o Idac.

A revelação, inclusive, foi feita pelo próprio Palácio dos Leões, em nota conjunta distribuída pela própria SES e pela Casa Civil.

Emserh

O secretário mentiu ainda sobre a escolha do Idac pela SES, no atual governo, para gerir as unidades de saúde do Maranhão.

Conforme divulgado em abril de 2015 pela Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), o lote que não teve vencedores foi colocado pelo governo sob a responsabilidade da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), e não do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania. Dentre as desclassificadas pelo Palácio dos Leões por falta de competência, inclusive, estava o Idac — que ainda chegou a entrar na Justiça para derrubar o processo, sob a acusação de irregularidades.

O assunto chegou a ser abordado pela Polícia Federal no relatório sobre a primeira fase da Operação Sermão aos Peixes. À época, a PF atribuiu a ação do Idac em tentar derrubar a licitação na Justiça ao ex-secretário Ricardo Murad.

Contudo, enquanto a Polícia Federal acusava Murad de usar o Idac para melar a seleção dos Oscips pela SES, a própria pasta já havia firmado, ao custo de R$ 18,9 milhões, em maio de 2015, o primeiro contrato por dispensa de licitação com o instituto, e o aditava três meses depois, por igual valor e período.

Em novembro de 2015, quando a primeira fase da Operação Sermão aos Peixes estava sendo deflagrada, a SES já se preparada para prorrogar o contrato do Idac, novamente com dispensa de licitação, aumentando o prazo para 12 meses e o valor para R$ 102,2 milhões. Como o primeiro, esse segundo contrato também foi aditado, em novembro do ano passado, já por Carlos Lula, pelo mesmo valor e vigência.

Chama a atenção o fato de que, se o Idac não tivesse sido desclassificado da licitação, a administração das unidades que recebeu da Emserh custaria cerca 60% a menos que o valor do último contrato fechado com dispensa de licitação.

Outro lado

O ATUAL7 entrou em contato com a SES logo após a entrevista do secretário Carlos Lula, e questionou as inverdades ditas por ele à TV Difusora, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.

Preso policial militar acusado de assaltar bancos no Maranhão

Maranhão / Polícia
 

 O soldado PM Mailton Pereira Pacheco, lotado em Bela Vista, foi preso na madrugada de hoje por suspeito de participar de assaltos a bancos em nosso estado. Com ele, mais dois homens e nove armas, sendo 4 fuzis.

A suspeita que eles iriam arrombar agências bancárias na região Pio XII e Bacabal. Eles foram pegos quando estavam rodando em uma camionete na cidade de Bela Vista do Maranhão, momento em que o soldado estava de posse de uma pistola sem registro. Entre as armas estavam, 4 fuzis AR/M4 5.56, 3 pistolas, sendo duas de 9mm e ponto 380, 1 submetralhadora UZI israelense, 1 revólver calibre 38, 3 carregadores de pistola 24/7, rádio comunicador. Além de várias munições de grosso calibre, veículos VW/ Fox prata-placa DJG-9865, veículo Toyota Hilux cd 4×4-prata- placa OIS-1313, veículo Toyota Hilux cdsa a4td – Branca- placa ODT-8104 .

O militar chegou a resistir a prisão, mas os outros conseguiram levá-lo para a prisão. Ele afirmou que não conhecia os demais suspeitos.

Com informações do Blog do Neto Ferreira

O segundo voto pessoal de José Reinaldo Tavares para senador será em Sarney Filho

Política
 

Foi o que revelou o ex-governador José Reinaldo Tavares a um amigo comum após ele ter ido cumprimentar, abraçar, beijar e chamar de linda a ex-governadora Roseana Sarney, em evento de comemoração ao aniversário dela, na Cabana do Sol, na Litorânea.

Os dois (Tavares e Zequinha) sempre foram bons amigos muito antes de Sarney Filho ser deputado estadual e quando José Reinaldo tinha no ex-senador José Sarney sua régua e compasso. No governo de Sarney no Maranhão, ele foi  diretor do DER e Zequinha o considerava como tio.

Em Brasília, Tavares foi presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital e nomeou como assessores o casal Roseana/Jorge Murad. No DF chegou a ser também secretário de Viação  e Obras Públicas, mas ganhou relevo quando Sarney Chegou ao cargo de presidente da República com a morte de Tancredo Neves. Foi superintendente da Sudene e ministro dos Transportes.

Tavares foi companheiro de Sarney Filho na Câmara Federal e em seguida indicado pelo amigo como vice na chapa vitoriosa de Roseana Sarney, que não o aceitava como sucessor. Ela atrapalhou muito a indicação dele como candidato.

Sarney Filho convenceu o pai que Tavares venceria a eleição logo no primeiro turno. E foi o que aconteceu. Ganhou com 51,06%  (1.076.893 votos) contra 42,52 (896.930 votos) dados a Jackson Lago logo após o TRE cassar a candidatura de Ricardo Murad. Foram eleitos no mesmo pleito Roseana e Lobão para o Senado.

Nos primeiros estremecimentos entre a prima dama Alexandra Tavares e Roseana, Sarney Filho fez de tudo pare evitar a briga, mas o amor de Tavares por Alexandra falou mais alto. Mesmo depois do rompimento, a amizade não se abalou.

Os dois devem ser votados em várias cidades por lideranças políticas, como em Pinheiro e São Luís. Oito dos 31 vereadores da capital estão fechados com a dupla.

Caso o grupo Sarney não tenha dois candidatos ao Senado, é provável que até a própria Roseana também vote em José Reinaldo Tavares.

Já o velho Sarney, que prega não guardar ódio e rancor no coração, é o único que ainda mantém distância do amigo Tavares. Além disso, é eleitor e candidato no Amapá, onde deve ganhar mais uma vez a vaga de Senador da república.

Deputado estadual Josimar de Maranhãozinho prestigia aniversário de 82 anos de Carutapera

 

O deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), esteve no último final de semana prestigiando as comemorações de aniversário pela passagem de 82 anos de emancipação politica de Carutapera. Ao lado do prefeito André Dourado o parlamentar fez questão de deixar a sua mensagem e os seus agradecimentos ao povo carutaperense, onde obteve uma votação expressiva. “É sempre bom retornar a essa cidade tão acolhedora e onde tenho grandes amigos. O prefeito André Dourado está apenas no começo da sua administração e eu tenho certeza que ele fará um dos melhores governos da história desse lugar, estou pronto para contribuir com esse trabalho.”


Em reunião com o deputado Josimar o prefeito André Dourado definiu duas prioridades para o município, pavimentação asfáltica e mais reforço na segurança. O parlamentar afirmou que vai cobrar do estado mais segurança para a região, em especial Carutapera.
O deputado Josimar fez questão de participar do momento cultural das comemorações de aniversário do município, juntamente com o prefeito André, sua esposa Márcia Daniele, vereadores e alguns assessores.

As comemorações

As comemorações de aniversário de 82 anos de emancipação politica de Carutapera tiveram inicio no dia 01 de junho e se estendeu até o dia até o dia 04, fechando uma vasta programação cultural.
A gincana cultural Terra Carú ano VIII teve com tema de “Nossa Ancestralidade”. O evento organizado pelo departamento de cultural se estendeu até o dia até o dia 03, onde alunos de todas as escolas da rede pública deram um show de conhecimento, competitividade e espirito de equipe. Um dos pontos marcantes da gincana foi o resgate da história de Carutapera através de registros antigos e peças que contavam como viviam os primeiros moradores do lugar. Os alunos ficaram encantados com o modo de vida dos antepassados, segundo o departamento de cultura o objetivo é transformar o projeto em um museu para que a história de Carutapera, que bastante rica não se perca. Á noite as autoridades participaram de um culto em ação de graças pelos 82 anos de Carutapera.
Na manhã seguinte (04), as autoridades participaram da celebração eucarística na Igreja Matriz de São Sebastião. Mais uma vez o prefeito agradeceu e pediu ao povo católico que reze pelo seu governo. Ao final da missa o bolo de aniversário foi servido e os parabéns cantados por todos que estavam na praça.


A noite na Praça da Matriz teve shows culturais, a banda Forró Sacode animou o público até o dia amanhecer e as comemorações se encerraram com a IV Trilha do Passa Mal.

Governo defendeu “reputação ético-profissional” do Idac para prorrogar contrato

Política
 

Do Atual7

Instituto abocanhou e teve aditado contratos de R$ 18,9 milhões e R$ 102,2 milhões pela SES mesmo após ser citado na 1ª fase da Operação Sermão aos Peixes

“Tendo em vista a reputação ético-profissional demonstrada por esta instituição na execução dos contratos administrativos celebrados com a Secretaria de Estado da Saúde, venho solicitar a Vossa Senhoria que manifeste interesse em prorrogar o Contrato de Gestão n.º 09/2015, que objetiva a operacionalização da gestão e execução das atividades da Unidade de Saúde de média e Alta Complexidade dos Hospitais de Carutapera; Barreirinhas, Aquiles Lisboa, Paulino Neves, AME Barra do Corda e AME Imperatriz”, diz trecho do ofício, endereçado ao presidente do instituto, Antônio Augusto Silva Aragão.

O documento é assinado pelo superintendente de Acompanhamento à Rede de Serviços da SES, Júlio César Oliveira Gonçalves, indicado para o cargo pelo vereador licenciado de São Luís e secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues (PDT).

Na última sexta-feira 2, após haver sido citado na 1ª fase da Operação Sermão aos Peixes, o Idac foi alvo da Operação Rêmora.

De acordo com a Polícia Federal, entre 2015 até a data de deflagração da operação, o instituto desviou mais de R$ 18 milhões da verba destinada ao sistema público de saúde do Maranhão, exatamente para a administração das unidades citadas no documento mostrado pela reportagem — e, ainda, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município de Chapadinha, que passou a ser controlada pelo Idac recentemente, em contrato não divulgado no Diário Oficial do Estado (DOE) e nem no Portal da Transparência.

Para o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), o dinheiro público foi desviado por meio dos aditivos feitos pelo governo comunista.

No sábado 3, o ATUAL7 mostrou com exclusividade que o primeiro contrato entre atual governo e o Idac foi firmado em maio de 2015. Ao custo de R$ 18,9 milhões, esse acordo foi aditado três meses depois, pelo igual valor e período de vigência. Novamente três meses depois, a SES resolveu aumentar a vigência para 12 meses, como mostra o documento acima, e com isso também aumentar o valor do contrato, para mais de R$ 102,2 milhões.

Assim como o anterior, esse novo contrato também foi aditada pelo governo, em novembro de 2016.

Segundo aponta a CGU, esses dois aditivos, o primeiro ao contrato de R$ 18,9 milhões e o segundo ao contrato de R$ 102, milhões, que teriam sido efetuados para “permitir o saque dos valores acrescidos ao contrato de gestão”.

Igreja Mundial apela ao usar o nome Jesus Cristo para aplicar golpe

Política
 

As cenas que o leitor verá agora são estarrecedoras, dignas de salafrários e de evangélicos ladrões da fé, Em crise financeira, mas com o bispo Waldomiro podre de rico, a Igreja Mundial, da qual faz parte o deputado Cabo Campos, inventa coisas que até Deus duvida. Agora, criou uma campanha da “Toalhinha” em que o membro otário compra o paninho e esfrega na maçaneta do banco, lojas e quitandas, e as dívidas desaparecem.

Confira o golpe:





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.