Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

PMs que tiraram escalas extras não recebem diárias em Imperatriz, exceto alguns protegidos

Política
 

É de indignação o clima no 3º BPM, em Imperatriz, por causa das escalas cumpridas pela ampla maioria dos militares e não convertidas em diárias. Mas como em toda a regra existe exceção, a mesma medida restritiva não atingiu o major Fábio, que recebeu quase R$ 10 mil. o cabo Kerlinson, com quase R$ 5 mil, a soldada Sílvia, que é protegia do comando de lá, com mais de R$ 2 mil, e até o próprio comandante tenente coronel Ilmar que levou mais de R$ 3 mil, como mostra documento do Portal da Transparência abaixo, enviado ao blog.

Os policiais que ficaram de fora da “Folha Santa” reclamam que trabalharam fora da jornada normal entre 7, 15, e até 30 dias distante da cidade de Imperatriz, tendo que bancar as despesas com o dinheiro do próprio soldo, que serviria para despesas da família. No final, os PMs pagaram para trabalhar.

Os militares estão exigindo que o Comando Geral da PM no Maranhão faça cumprir o que é correto em batalhões, como o de Imperatriz, para evitar o clima de proteção para uma minúscula panelinha em detrimento da ampla maioria.

Prefeitura de Rosário inicia nova etapa do Programa Criança Feliz

Ações
 

Nesta fase, os técnicos irão visitar as famílias que possuem gestantes e crianças com idade até seis anos

Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento da criança e promover o desenvolvimento infantil de forma integral. Estes são dois dos objetivos do programa ‘Criança Feliz’, criado pelo Governo Federal e que está sendo desenvolvido em Rosário, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Os profissionais contratados para os trabalhos já estão em campo, após passarem por um processo de qualificação realizado pela Prefeitura. As equipes estão realizando visitas em domicílios de crianças e gestantes na Sede, Centro, Vila Pereira, São Simão, Cohab II e Malvinas.

Segundo o secretário municipal de Assistência Social, Ulcilas Batista de Carvalho, esta etapa dá início a um processo de acompanhamento das crianças e gestantes, que é quando os técnicos fornecem orientações sobre práticas que estimulam vínculos familiares e comunitários, bem como o desenvolvimento infantil. “Estes profissionais estão capacitados em diversas áreas, como saúde, educação, direitos humanos, cultura, dentre outros, de forma que estão aptos a atuarem no Programa colaborando para que se atinjam os objetivos propostos”, explica.

Para a prefeita Irlahi Moraes (PMDB), o ‘Criança Feliz’ é uma importante estratégia de políticas públicas, pois auxilia famílias a desenvolverem métodos que promovam o desenvolvimento de crianças. Ela diz ser importante que os gestores ofereçam aos cidadãos instrumentos para o desenvolvimento social que estejam além da esfera econômica. “Países enfrentam as desigualdades sociais investindo na base, ou seja, na educação e na saúde, sobretudo na primeira infância. Este é exatamente o foco do ‘Criança Feliz’, que estamos implantando em Rosário”, justifica.

Para a assistente social, Neuza Maciel, o Programa está permitindo que os profissionais da Secretaria Municipal de Assistência Social ampliem o contato com as famílias. “Isso é extremamente benéfico, pois estamos podendo auxiliar na resolução de problemas dos grupos familiares com maior facilidade”, afirma.

Deputado Zé Inácio participa de agendas em Bom Jesus e Buriticupu

Ações
 

Na última quarta-feira (27) o deputado Zé Inácio acompanhou o governador Flavio Dino na entrega de duas Escolas Dignas na cidade de Bom Jesus das Selvas. Uma no povoado Chapéu, a Escola Municipal Padre José de Ribamar, com capacidade para 35 alunos e a outra no povoado Comunidade Nova Vida, a Escola Municipal Beatriz de Melo Gomes, com capacidade para 40 alunos. Ambas as unidades possuem duas salas.

Buriticupu

Nesse mesmo dia o deputado e o governador estiveram na cidade de Buriticupu, onde foram entregues 4,27 quilômetros de asfalto, através das ações do programa Mais Asfalto e 105 cisternas multiuso de 25 mil litros aos moradores de povoados do município.

“Essas obras são de extrema importância para o desenvolvimento do Estado. O Governador Flavio Dino, o Secretário Cleyton Noleto e os prefeitos dos municípios estão de parabéns pelo trabalho que vem realizando. ”, disse Zé Inácio.

Cunha afirma que Janot queria usá-lo para derrubar Temer e emplacar sucessor na PGR

Política
 

Brasília – O vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante solenidade de entrega da Medalha do Mérito Legislativo 2015 (Antonio Cruz/Agência Brasil.

Preso há quase um ano, o ex-presidente da Câmara e deputado cassado, Eduardo Cunha afirmou em entrevista à revista Época que Rodrigo Janot queria que ele fizesse uma delação mentirosa para derrubar o presidente Michel Temer (PMDB). O ex-deputado reafirmou que nunca recebeu valores para ficar quieto.

Em sua primeira entrevista desde que foi preso, em outubro de 2016, Cunha afirmou que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot queria usá-lo para seus próprios interesses políticos. “Janot queria que eu colocasse mentiras na delação para derrubar o Michel Temer”. As mentiras que Cunha deveria confirmar eram a da compra de seu silêncio e pagamentos a deputados para que eles votassem a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

Janot, entretanto, não estava interessado na verdade, e sim em tirar Temer da Presidência. Para ele, o interesse de Janot era emplacar seu candidato, Nicolao Dino, no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR), já que um terceiro mandato seu era improvável. “O nome de Dino, vice-procurador-geral eleitoral de Janot e irmão do atual governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), enfrentava resistência no PMDB. Com o nome de Dino enfraquecido, Raquel Dodge – apontada como desafeto de Janot – seria escolhida. “O Janot viu a oportunidade de tirar o Michel Temer e conseguir fazer o sucessor dele na PGR”, completou o ex-deputado.

Cunha afirmou ainda que, com sua recusa a mentir na delação, Janot passou a jogar com a delação do doleiro Lucio Funaro. “O Janot tem ódio de mim. Mas o ódio dele pelo Michel Temer passou a ser maior do que a mim. Então, se eu conseguisse derrubar o Michel Temer, ele aceitava. Mas eu não aceitei mentir. E ele preferiu usar o Lúcio Funaro de cavalo.”

A delação do doleiro é um dos pilares que sustentam a segunda denúncia contra Temer, por organização criminosa e obstrução da Justiça, apresentada por Janot pouco antes de deixar o comando do MPF. Ele diz que não teve acesso à delação de Funaro, mas pelo que acompanhou na mídia, “há contrabando e mentiras” nas declarações do doleiro, feitas “única e exclusivamente” pelo que ele ouviu dizer de Cunha.

Pronto para delatar

O ex-deputado disse à reportagem da revista que, apesar de ter tentado fechar delação premiada com a PGR), sabia que o acordo não sairia na gestão de Janot, que deixou o cargo no último dia 17 de setembro. O peemedebista diz que “só uma criança” acreditaria que Janot iria aceitar seu acordo de delação, mas quis negociar para demonstrar que tem intenção de contar o que sabe.

Ele se mostrou disposto a continuar a negociação de seu acordo com Raquel Dodge, que assumiu o comando do Ministério Público Federal no lugar de Janot. “Estou pronto para revelar tudo o que sei, com provas, datas, fatos, testemunhas, indicações de meios para corroborar o que posso dizer.” O ex-deputado também afirmou que tem histórias “quilométricas” para contar, desde que a negociação seja “de boa-fé”.

Cunha ainda fez mistério sobre fatos que traria à tona com sua delação premiada, mas afirmou que seu acordo seria fatal aos três principais acordos de delação da Lava Jato. “O que eu tenho para falar ia arrebentar a delação da JBS e ia debilitar a da Odebrecht. E agora posso acabar com a do Lúcio Funaro”.

Questionado pela reportagem de Época sobre o que revelaria de tão grave, Cunha disse que não quebraria acordo de confidencialidade, que continua válido, com a procuradoria-geral da República (PGR): “Eu honro meus acordos.”

“Trapalhada institucional”

Cunha classificou a delação dos irmãos Batista de “absurda” e “seletiva”, por ter omitido fatos importantes e ser brando com o PT, dando exemplo de episódio em que ele e Joesley teriam se reunido por quatro horas com o ex-presidente Lula, que tinha ido pedir que o impeachment contra Dilma Rousseff, conduzido por Cunha, fosse interrompido.

Para ele, o desejo de Janot em derrubar Temer e fazer seu sucessor colocou o Supremo Tribunal Federal (STF) em situação delicada. “Tenho conhecimento de omissões graves. Essa é uma das razões pelas quais minha delação não poderia sair com o Janot. Ele, com esses objetivos políticos, acabou criando uma trapalhada institucional, que culminou no episódio do áudio da JBS. Jogou uma nuvem de suspeição no Supremo sem base alguma.”

Lula lidera cenários para 2018 mesmo após condenação, diz Datafolha

Política
 

Folha.com

Jorge Araujo – 21.set.2017/Folhapress
São Paulo SP Brasil 21 09 2017 PODER O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante lançamento da iniciativa "Brasil Que o Povo Quer" organizada pelo Partido dos Trabalhadores e a Fundação Perseu Abramo no Hotel Jaraguá..PODER foto Jorge Araujo Folhapress 703 ORG XMIT: GPS: S 23 32.53 W 46 38.37 7
O ex-presidente Lula durante evento do PT em São Paulo

A um ano da eleição de 2018, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se mantém na liderança da corrida presidencial, com vantagem significativa sobre os principais adversários, segundo nova pesquisa do Datafolha. O petista, condenado em primeira instância pelo juiz Sergio Moro, tem pelo menos 35% das intenções de voto nos cenários testados.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) e a ex-senadora Marina Silva (Rede) empatam em segundo lugar. Ele oscila entre 16% e 17% e ela varia entre 13% e 14% nos cenários com o ex-presidente no páreo.

Geraldo Alckmin e João Doria, ambos do PSDB, apresentam desempenho equivalente na disputa com Lula, Bolsonaro e Marina, segundo o levantamento. O governador de São Paulo e o prefeito da capital alcançam 8% das intenções de voto. Doria tem viajado pelo país tentando aumentar seu grau de conhecimento e apostando que com isso poderá subir nas pesquisas, mas isso até agora não se concretizou.

Nos cenários testados para eventual segundo turno, Lula pela primeira vez vence todos os adversários. A exceção é um hipotético confronto com o juiz Sergio Moro (que tem descartado concorrer a presidente), em que há empate técnico.

Na pesquisa anterior, de junho, o petista já tinha mais intenções que seus principais concorrentes no segundo turno, mas empatava também com Marina, além de Moro.

A participação de Lula na eleição é incerta, uma vez que ele pode ficar inelegível se for condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal por recebimento de um tríplex em Guarujá da construtora OAS. Caso ele fique inviabilizado, seu poder de transferência de votos para outro petista é restrito: só 26% dizem que votariam com certeza em alguém indicado por ele.

A pesquisa, que será publicada na edição da Folha deste domingo (1º), foi feita na quarta-feira (27) e na quinta (28). O Datafolha realizou 2.772 entrevistas em 194 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Astro de Ogum afirma: “O Concurso Público para a Câmara Municipal de São Luís inevitavelmente irá acontecer”

Política
 

“Mesmo com todas as dificuldades e inseguranças que atormentam a gestão pública na atual conjuntura do País, o concurso público para a Câmara Municipal de São Luís inevitavelmente irá acontecer. Quando pensei na reestruturação e modernização desta Casa, tinha consciência de que, além das intervenções na estrutura física e da premente necessidade de aquisição de equipamentos, um dos maiores desafios seria a contratação de profissionais qualificados por meio de concurso público, uma vez que desde a sua obrigatoriedade, lá em 1988, a Casa nunca havia realizado nenhum”.

“Desde que assumimos o comando deste parlamento, não tivemos descanso, nem mesmo nos períodos de férias e recessos, visto que as obras nas instalações físicas tiveram que ser realizadas nesses intervalos. Encontramos problemas de todas as ordens. Para solucionarmos, tivemos que trabalhar duramente, aliás, muitos ainda não estão resolvidos plenamente. Mesmo assim, chegou a hora de nos debruçarmos sobre a questão do Pessoal. Temos pouco mais de um ano para o término de nossa gestão e por isso não se pode mais adiar o enfrentamento desse que sempre soube ser o maior dos desafios deste cargo”.

Segundo o Presidente, existem servidores com quase 30 anos de casa em situação irregular, os quais inevitavelmente vão ter que se submeter ao concurso, concorrendo em “desigualdade” de condição com jovens recém-saídos da escola e universidade. “Essa não tem como se negar ser uma questão extremamente complexa e delicada”, afirmou Astro de Ogum, que continua. “Se de um lado tem a lei que precisa obrigatoriamente ser cumprida, do outro, tem um universo de servidores que precisam ser considerados e respeitados por todos esses anos de serviços prestados nessa casa”, conclui, evidenciando a difícil posição de fiel da balança nesse capítulo impactante na história do Legislativo municipal.

“Assumi esse cargo no meio de uma das maiores crises econômicas já enfrentada nesse País, com o desemprego em patamares desesperadores, como poderia ser tão insensível partindo de cara para esse ponto? Preferi ir tratando de outros aspectos enquanto aguardava sinais de recuperação da economia e aí sim poder focar nesse problema”.

De acordo com o vereador,  sua equipe técnica está debruçada em estudos para a viabilização do concurso, fazendo um minucioso levantamento a fim de detectar quantos e quais cargos serão oferecidos, bem como na elaboração do termo de referência para divulgação do edital de licitação para contratação da empresa que irá realizar o Concurso.

Deputado Wellington defende políticas públicas educacionais para índios durante reunião do Parlamento Amazônico em Manaus

Política
 

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) representou o Maranhão durante Reunião Ampliada do Parlamento Amazônico, que aconteceu em Manaus durante a última semana. Estiveram presentes deputados estaduais de todo o Brasil e a palestra principal foi ministrada pelo presidente da Fundação Nacional do Índio – FUNAI, General Franklinberg Ribeiro, que abordou a política nacional da gestão territorial e ambiental em terras indígenas.

O deputado Wellington; que é vice-presidente do Parlamento Amazônico e Secretario de Educação, Ciencia e Tecnologia da UNALE; destacou a necessidade de se lutar em defesa dos direitos dos índios, principalmente, a efetivação de políticas públicas educacionais.

“Os direitos sociais, como a educação são garantidos aos índios brasileiros. No Maranhão, infelizmente, não são poucos os casos em que percebemos a violação desse direito. A própria Assembleia Legislativa do Maranhão, por exemplo, já foi ocupada diversas vezes por tribos que buscavam apenas a atenção do Governo. Buscavam a concretização das escolas indígenas e do transporte que permitisse que os alunos chegasse até às unidades educacionais. Nós não podemos tratar essa questão apenas na teoria. Direito é pra ser efetivado, garantido e pra que isso ocorra, estamos aqui: prontos para articular projetos que protejam os direitos dos índios”, disse o professor e deputado Wellington.

PROCON multa bancos em quase R$ 2 milhões por falta de segurança armada 24h

Ações
 

Sete bancos em operação no Maranhão terão de realizar o pagamento de multa somando o valor de R$ 1.892.016,00. O motivo foi o  descumprimento de Lei Estadual nº 10.605/2017, na qual é obrigatória a contratação de vigilância armada em agências 24 horas. O resultado da multa é em virtude de notificação aplicada pelo PROCON/MA em julho deste ano.

O Bradesco, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia, Itaú, Santander e Caixa Econômica começaram a ser notificados quanto à multa, na última quinta-feira (28), e terão o prazo de 10 dias para recorrer e 30 dias para pagar. O banco que não cumprir nenhum dos dois prazos será incluído na Dívida Ativa do Estado.

A lei que inclui instituições bancárias, públicas ou privadas, exige ainda que as agências devem dispor de vigilância armada, inclusive, nos finais de semana e feriados. O descumprimento da lei acarreta multa diária no valor de R$ 5 mil, com aplicação em dobro caso haja reincidência.

Para o presidente do PROCON/MA, Duarte Júnior, as agências devem prezar pela segurança de seus usuários integralmente enquanto estes estiverem usando os seus serviços bancários.

“De acordo com o ornamento jurídico em vigor, em especial o entendimento posto através da súmula 479, do STJ, os bancos possuem responsabilidade objetiva pela garantia da segurança aos consumidores. Por essa razão, essa legislação vem a ratificar tal obrigação. A nova lei sancionada pelo governador Flávio Dino serve para garantir esta exigência de segurança dos clientes, que deveria ser uma das principais preocupações das agências bancárias”, destacou Duarte Júnior.

Denuncie

O PROCON/MA semanalmente fiscaliza os bancos para evitar descumprimento de outras leis que possam a violar os direitos do consumidor, a exemplo desta e demais legislações. Caso o consumidor note alguma destas obrigações não sendo cumpridas, ele pode formalizar a denúncia

Hilton Gonçalo recebe premiação que reconhece sua boa gestão a frente de Santa Rita

Ações
 

Com 82% da população avaliando sua gestão como boa ou ótima, o prefeito Hilton Gonçalo recebeu nesta sexta-feira (29), a “Medalha Alferes Tiradentes – colar ouro” em reconhecimento ao bom trabalho desenvolvido pelo médico no município de Santa Rita. A premiação revela mais um bom índice alcançado por Hilton com menos de um ano de mandato.

A medalha “Alferes Tiradentes” é conferida apenas aos políticos que obtiveram aprovação na mencionada pesquisa e que possuam ilibada idoneidade moral e relevantes serviços prestados em prol da comunidade.

Hilton Gonçalo declarou: “fico muito feliz por ter nosso trabalho sendo reconhecido e aqui recebo uma importante avaliação, afinal mais do que a premiação, o que me deixa mais satisfeito é saber que nosso trabalho está sendo bem recebido pela população. Gosto sempre de dizer, nós vamos mudar a vida da população de Santa Rita”.

A frente da Prefeitura de Santa Rita pela terceira vez, Hilton Gonçalo tem metas ambiciosas como zerar o déficit habitacional, garantir que 95% das casas tenham água encanada, assim como reduzir os índices desempregos, além de desenvolver a agricultura, pesca e pecuária.

Além de Hilton Gonçalo também receberam boa avaliação, as prefeitas Fernanda Gonçalo de Bacabeira e Iriane Gonçalo de Pastos Bons. O prefeito de Santa Rita ainda foi acompanhado do secretário de Saúde, Crezus Ralph e do seu irmão Antônio Elizabeth Gonçalo de Sousa.

45% dos diretores das escolas públicas estaduais no Maranhão são indicados por políticos

Educação / Política
 
A prática em nada mudou das gestões anteriores. O Maranhão, continua sendo o segundo estado do país que escolhe quase a metade dos diretores da escolas públicas através de indicações políticas, sem nenhuma seleção objetiva, perdendo apenas para o Amapá do ex-senador José Sarney.

Confira abaixo o quadro nacional em matéria da Folha de São Paulo:

45% dos diretores da rede pública chegam ao cargo por indicação

FÁBIO TAKAHASHI
DE SÃO PAULO
GABRIELA CAESAR
LUCAS PORTILHO
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Quase metade dos diretores das escolas públicas do país foram escolhidos apenas por indicação, em geral por políticos, sem critérios objetivos.

Esses dirigentes indicados tendem a possuir pior formação e menos experiência no ensino do que os selecionados por concurso ou eleição.

Os dados foram tabulados pela Folha a partir das respostas de 55 mil diretores a um questionário aplicado em 2015 pelo Ministério da Educação. É a base mais completa para entender o perfil desses profissionais.
Pouco mais de 45% deles afirmaram ter chegado ao posto só por indicação.

Entre esses, 23% disseram não ter feito pós-graduação. Entre o grupo que chegou ao cargo de outras formas, esse número cai para 13%.

Os diretores indicados tendem a ter menos experiência como gestores: só 13% deles disseram exercer função de direção há mais de 11 anos, contra 25% dos demais.

Pesquisas apontam que a estabilidade da equipe escolar é um dos principais fatores para um desempenho melhor dos estudantes.

No questionário aplicado em 2015 pelo governo federal não fica claro quem faz a indicação desses dirigentes.

Em anos anteriores, em que se detalhou mais a resposta, o dado atual é compatível às alternativas referentes a indicações por políticos (como prefeitos ou vereadores), técnicos e dirigentes de ensino (estes são cargos de confiança do Executivo).

Diretores escolares são vistos como líderes comunitários, especialmente em cidades pequenas, por isso os cargos são tão almejados por políticos, dizem especialistas.

Mesmo secretários da Educação que preferem formas mais objetivas ou democráticas de escolha muitas vezes não conseguem vencer a “resistência das forças conservadoras”, diz o presidente da entidade que representa a classe, Alessio Costa Lima.

Não há regra nacional para para definir quem pode ser diretor de colégio. Cada prefeitura e Estado define a sua.

AFAZERES

Diretores respondem pela organização escolar, a administração de recursos financeiros, humanos e materiais.

Estudos mostram que sua atuação tem impacto direto no aprendizado. Trabalho das pesquisadoras Ana Cristina de Oliveira (PUC-Rio) e Andrea Paula Waldhelm (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Macaé) encontrou notas maiores em matemática em escolas do Rio onde a liderança é bem avaliada pelos professores.

Nos próximos anos, os diretores terão papel adicionalmente importante: o MEC deve implementar base para novos currículos na educação básica, o que exigirá outra organização de matérias e de professores nos colégios.

DIVERGÊNCIAS

Se por um lado está clara a importância do diretor na qualidade da escola, por outro há dúvida sobre a melhor forma de escolher dirigentes.

Pesquisa de 2015 da Fundação Itaú Social não encontrou relação direta entre indicação política de diretor e desempenho pior de alunos.

Verificou, porém, que o modelo tem efeito indireto na qualidade escolar, pois escolhidos pelo sistema tendem a ter características que prejudicam a qualidade do ensino.

Segundo a pesquisa, indicados politicamente ficam menos tempo no posto (permanência entre 11 e 15 anos na escola impacta positivamente na nota) e promovem menos formação docente.

Dos 7 especialistas ouvidos pela reportagem, 6 disseram que indicação política é a pior forma. Mas não há consenso pelo ideal.

Eleição na comunidade escolar dá força ao diretor, mas pode deixá-lo refém de demanda corporativa. Concurso ou prova seleciona melhores em conteúdo, mas pode colocar diretor sem identificação e liderança no posto.

Diretor-executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne foi o único que diz ser indiferente ao processo de escolha. “Não é isso que define o sucesso. O importante é colocar gente competente e que se exija pré-qualificação.”

Herman Tacasey
Caderno Gestão Escolar marionetes de madeira produzidas pelo artista Herman Tacasey Foto: Herman Tacasey DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM

Justiça decreta indisponibilidade de bens do ex-secretário de Saúde de São Luís

Judiciário
 

Prefeitura de Rosário promove Seminário de Meio Ambiente

Ações
 

‘Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e Desenvolvimento Local Sustentável’. Este foi o tema do I Seminário de Meio Ambiente, que aconteceu nesta quarta-feira, 27. O evento foi promovido pela Prefeitura de Rosário, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Limpeza Pública.

O Seminário aconteceu no auditório da Escola Maria José Macau. Contou com a presença da prefeita da cidade, Irlahi Moraes (PMDB), do vice-prefeito, Douglas Sena, de representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade (CNTP), associada aos povos e comunidades tradicionais, além de vereadores e secretários municipais.

Durante a abertura do Seminário, Irlahi Moraes, ressaltou o objetivo do evento. “É fundamental que todos entendam a importância da preservação do meio ambiente, para que as gerações futuras possam usufruir dos recursos e de tantas belezas. A ideia do seminário é conscientizar a população e ao mesmo tempo chamar atenção de órgãos responsáveis para a necessidade de criação de Unidade de Conservação em Rosário”.

Irlahi Moraes destacou, ainda, que eventos como este são importantes para se debater a temática em foco, de forma local, trazendo para conhecimento público a realidade global. “É uma ótima oportunidade, inclusive, para se fazer um diagnóstico rápido e participativo, quando se coloca em pauta as principais ações e problemáticas da conservação ambiental”.

A programação do Seminário de Meio Ambiente contou com apresentações e debates sobre temas específicos pela manhã, e no período da tarde foi elaborado o mapa participativo da gestão ambiental pública municipal.

Após o evento, representantes da ICMBio e do CNTP realizaram visita técnica em áreas propícias à Preservação e Conservação Ambiental.





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha
  • AS MAIS VISTA DA SEMANA

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 98722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.