Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Publicitário é assassinado em casa de deputado federal do Maranhão

Política
 

Sérgio Ferreira, 63 anos, era publicitário e estava residindo numa casa do deputado federal Cléber Verde onde foi encontrado com o corpo em adiantado estado de putrefação. Na quinta-feira, um homem foi visto pulando o muro da casa e um facão foi achado ao lado do corpo.

Um amigo do publicitário foi hoje pela manhã lhe visitar e achou estranho ele não ter respondido aos telefonemas desde sexta-feira. Ele chamou a polícia, que encontrou o corpo na área externa da casa, próximo a garagem, no bairro Maranhão Novo, em Imperatriz.

Natural do Paraná, Sérgio Ferreira, estava há oito meses  em Imperatriz numa casa de propriedade do deputado federal Cléber Verde, onde funcionava a Rádio Carajás. Verde esteve no local e elogiou o trabalho do publicitário, que, ultimamente criava sites e rádio web para vários parlamentares.

A polícia iniciou os primeiros levantamentos sobre o caso, mas tudo indica que foi latrocínio por causa das denúncias de que um homem havia pulado o muro da casa e o facão encontrado ao lado do corpo.

 

Sequestrador abandona menina em lixão próximo ao aeroporto de São Luís

Política
 

A menina Helena de 9 anos foi encontrada pelas proximidades de um lixão próximo ao aeroporto de São Luís. A menina foi achada por um caminhoneiro.

Helena estava sendo mantida em cárcere desde às 9h da manhã de hoje (07). Foi encontrada por volta das 13h50. A menina aparentemente não possui lesão, contudo está muito assustada e não consegue falar, apenas chorar. A criança já está na delegacia para que a Policia Civil inicie as investigações.

Urgente! Menina de 9 anos é raptada em Paço do Lumiar

Política
 

Duas crianças de 9 anos estavam andando em Paço do Lumiar quando foram abordados por um motoqueiro que conduzia uma Bross branca. O menino conseguiu fugir, mas a Helena não obteve sucesso e o homem a colocou na moto. o Fato aconteceu nesta manhã de hoje, no Maiobão.

A família está desesperada á procura de informações sobre o paradeiro da menina. Confira nos áudios:

 

TJMA decide por intervenção do Estado em Matões

Política
 
O fundamento da medida está relacionado com o descumprimento de ordem judicial relativa a pagamento de precatório datado de 2003

 

Os desembargadores das Primeiras Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) julgaram procedente uma representação para intervenção do Estado no Município de Matões, em razão de descumprimento de ordem judicial. A decisão unânime não afasta o prefeito do cargo e é com o fim específico de assegurar que a administração municipal pague precatório no valor de R$ 247.417,86, devido ao Estado.

O desembargador Vicente de Paula Gomes de Castro, relator da representação interventiva, determinou que a decisão seja comunicada ao governador do Estado, a quem cabe decretar e executar a intervenção. Os autos serão encaminhados ao presidente do TJMA, desembargador Cleones Cunha, a quem compete comunicar o teor da decisão ao chefe do Executivo.

De acordo com o voto do relator, o fundamento da medida está relacionado com o descumprimento de ordem judicial relativa a precatório datado de 2003. Castro verificou que o Município de Matões possui dívida, oriunda de sentença transitada em julgado, que originou o precatório, pendente de pagamento desde o ano de 2004, situação que configura patente transgressão à Constituição Federal, bem como à Estadual, ante o comportamento recalcitrante de inadimplência.

O Município sustentou a inclusão da despesa no orçamento para o exercício financeiro de 2013, mas o relator, de acordo com o parecer do Ministério Público do Maranhão (MPMA), entendeu que a mera inclusão não se mostra suficiente para afastar a inadimplência.

Vicente de Castro disse que, mesmo tendo oportunidade, em mais de uma ocasião, de demonstrar, por meio de documentos, o pagamento da dívida existente, o Município limitou-se em insistir que o débito era de responsabilidade de gestão anterior.

Além de registrar a ausência de pagamento, o relator considerou inexistente qualquer justificativa capaz de afastar a medida pleiteada pelo Estado, entendendo que o Município demonstrou patente descaso ao agir como se o cumprimento da determinação judicial dependesse da conveniência do gestor.

Após citar decisões semelhantes do próprio TJMA, o desembargador Vicente de Castro destacou não ser o caso de regime especial de pagamento, uma vez que o Município não se manifestou pelo parcelamento, e também entendeu não caber a determinação de sequestro ou bloqueio de verbas públicas, diante da ausência de pedido pela parte credora, sendo, além disso, medida de atribuição da Presidência do Tribunal.

O relator votou pela procedência da representação, para reconhecer a pertinência da intervenção estadual no Município de Matões, a fim de que seja efetivado o pagamento do precatório em favor do Estado. O voto, de acordo com o parecer da Procuradoria Geral de Justiça, foi acompanhado pelos demais desembargadores presentes.

(Protocolo nº 31.316/2011)

Anac investiga denúncia levantada por Edilázio na Assembleia

Política
 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que já está sob investigação o aluguel de uma aeronave de uso exclusivo de transporte particular para o Governo Flávio Dino (PCdoB).

A denúncia havia sido levantada no dia 13 de julho pelo deputado estadual Edilázio Júnior (PV), na tribuna da Assembleia Legislativa.

Naquela ocasião, Edilázio apresentou documentos, levantou a irregularidade na gestão comunista e cobrou transparência no Executivo.

A aeronave sob investigação da Anac pertence a Heringer Táxi Aéreo. Trata-se de um Cessna Citation VII C650 de asa fixa e prefixo PR-JAP, que foi apresentada pela empresa como sua opção de avião a jato para o Governo do Maranhão na licitação encerrada no final do mês julho.

De acordo com o contrato, assinado no dia 26 do mês passado, o Governo deve pagar, só pelo aluguel desse avião, mais de R$ 4,6 milhões pelos próximos 12 meses.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Anac, a aeronave alugada ao Executivo está na categoria de serviços aéreos privados e não pode ser utilizada comercialmente. O caso foi abordado na edição de hoje de O Estado. As informações sobre a investigação foram dadas por Gecivaldo Santos Pires da Silva, assessor de imprensa do órgão.

“O proprietário/operador de uma aeronave privada não pode realizar voos para terceiros mediante remuneração. O serviço remunerado só pode ser realizado por aeronaves de categoria táxi-aéreo ou de Serviço Aéreo Especializado”, destacou.

Ele confirmou a abertura de um processo administrativo para investigar se a empresa descumpriu as normas de aviação civil brasileiras.

“Em relação ao caso, informamos que a ANAC abriu um processo administrativo para apurar se houve descumprimento às normas de aviação civil”, completou.

O Governo, que na ocasião da denúncia de Edilázio já não havia se manifestado, ainda não se pronunciou sobre o caso.

SAAE recupera sistema de abastecimento de água nos Povoados Santa Maria e Lagoa Seca

Política
 

A Prefeitura de Coelho Neto, através do SAAE-Sistema Autônomo de Água e Esgoto, não tem medido esforços para garantir água aos moradores do município. Dia a dia, ambos os órgãos vêm trabalhando para oferecer um serviço de qualidade à população coelhonetense.

Nos Povoados Santa Maria e Lagoa Seca foi restabelecido o sistema de abastecimento de água, proporcionando melhorias no atendimento aos moradores. Na medida do possível, o SAAE tem procurado sanar os problemas que se apresentam, visando atender melhor a demanda.

 

As ações executadas não se resumem apenas na sede, as comunidades rurais também têm recebido atenção especial, como o trabalho de manutenção de poços, substituição de bombas d’água e ampliação das redes de abastecimento.

Prefeito Luis Fernando lamenta a morte de João Chiador e decreta luto oficial

Política
 

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, decretou luto oficial de três dias, no Município, pela morte na tarde deste domingo (06) de João Costa Reis, o João Chiador. Ícone da cultura maranhense, Chiador se consagrou como um dos cantores e compositores de toadas de bumba-meu-boi.

????????????????????????????????????

Desde 1993, João Chiador estava cantando no Boi de Ribamar, após atuar por 32 anos no Boi da Maioba. Nos últimos anos, ele estava travando uma batalha contra o diabetes e contra o Mal de Alzheimer. No ano passado, chegou a ficar internado por um longo período após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC).

Em nota, o prefeito Luis Fernando lamenta a “perda irreparável de João Chiador”:

“A cultura popular ribamarense e do Maranhão sofre pela perda irreparável de João Costa Reis, o nosso João Chiador. À família, nossas condolências e toda homenagem e agradecimento dos ribamarenses a este homem que, em vida, levou o sotaque de matraca e as inigualáveis toadas aos arraias e palcos do Maranhão, garantindo o brilho e a alegria nos festejos juninos.

Por essas e outras justas razões decretei, nesta data, luto oficial por três dias no município de São José de Ribamar”

Luis Fernando Silva 
Prefeito

Anac investiga aluguel de jatinho pelo Governo do Maranhão

Política
 

Jornal O Estado do Maranhão

Assessoria do órgão confirma que procedimento foi aberto para apurar como a Heringer Táxi Aéreo aluga ao Executivo estadual uma aeronave de uso privado.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) investiga as circunstâncias em que a Heringer Táxi Aéreo está alugando ao governo Flávio Dino (PCdoB) um jatinho que, em tese, deveria ser usado exclusivamente para transporte particular.

A aeronave – um Cessna Citation VII C650 de asa fixa e prefixo PR-JAP – foi apresentada pela empresa como sua opção de avião a jato para o Governo do Maranhão na licitação encerrada no final do mês julho.

De acordo com o contrato, assinado no dia 26 do mês passado, os comunistas devem pagar, só pelo aluguel desse avião, mais de R$ 4,6 milhões pelos próximos 12 meses.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Anac, a aeronave alugada ao Executivo está na categoria de serviços aéreos privados e não pode ser utilizada comercialmente, segundo informou a O Estado Gecivaldo Santos Pires da Silva, assessor de imprensa do órgão.

“O proprietário/operador de uma aeronave privada não pode realizar voos para terceiros mediante remuneração. O serviço remunerado só pode ser realizado por aeronaves de categoria táxi-aéreo ou de Serviço Aéreo Especializado”, destacou.

Ele confirmou a abertura de um processo administrativo para investigar se a empresa descumpriu as normas de aviação civil brasileiras.

“Em relação ao caso, informamos que a ANAC abriu um processo administrativo para apurar se houve descumprimento às normas de aviação civil”, completou.

Ao Governo do Maranhão, O Estado questionou se era de conhecimento da administração o fato de que a Heringer aluga uma aeronave que, em tese, só poderia ser utilizada para fins provados. Mas ainda não houve resposta.

Interdição – Há ainda outra aparente irregularidade com esta aeronave. Segundo dados da mesma Anac, o avião está interditado.

Mesmo assim, os comunistas aceitaram pagar, em valores exatos, até R$ 4.608.000,00 para andar neste jatinho pelos próximos 12 meses.

Serão R$ 384 mil por mês – a um custo de R$ 32 por quilômetro voado.

Nota/Anac

O proprietário/operador de uma aeronave privada não pode realizar voos para terceiros mediante remuneração. O serviço remunerado só pode ser realizado por aeronaves de categoria táxi-aéreo ou de Serviço Aéreo Especializado.

Em relação ao caso, informamos que a ANAC abriu um processo administrativo para apurar se houve descumprimento às normas de aviação civil.

Lobão Filho: “Onde eu vou, as pessoas me dizem que se arrependem por não votarem em mim para governador”

Política
 

Aquiles Emir 

Quase três anos depois de haver sido derrotado por Flávio Dino (PCdoB) na eleição para o Governo do Estado, o empresário Lobão Filho (PMDB), que é suplente de senador, deu nesta sexta-feira (04), na reunião do diretório estadual do PMDB, a mais detalhada explicação para seu fracasso nas urnas em 2014. Segundo ele, no momento em que sua campanha estava em plena ascensão, ameaçando superar o adversário, a revista Veja publicou uma reportagem de capa em que o senador Edison Lobão, seu pai, era apresentado como um dos envolvidos no esquema da Lava Jato, fato que depois ficou comprovado, na Justiça, não ser verdade, mas o estrago já estava feito.

Apesar de derrotado, Lobão Filho diz que se sente confortado quando vai a um supermercado, a um restaurante, a uma farmácia ou a um shopping center, pois e a primeira coisa que as pessoas dizem, ao abordá-lo, é quem têm um profundo arrependimento de não terem votado nele para governador. Ao dizer isto, emendou a explicação recordando que teve de carregar todas as críticas que eram atribuídas ao seu grupo político, enquanto uma onda de “mudança” varria o Maranhão de ponta a ponta.

Passados dois anos e meio da implantação do “governo da mudança”, o suplente de senador diz que os maranhenses sentem que o Maranhão realmente mudou, “mas para pior”, pois o estado deixou de crescer, e para citar um exemplo, disse que o Porto do Itaqui só funciona porque foi beneficiado pelas exportações e importações da Suzano, implantada em Imperatriz e trazida para o Maranhão por Roseana, e por causa do Terminal de Grãos (Tegram), outro empreendimento trazido pela ex-governadora.

Para ele, sua derrota tem um lado positivo, pois serviu para as pessoas compararem como era e como está o Maranhão, por isto acredita que o PMDB vai vencer a eleição de 2018.

Como um garoto que cresceu sofrendo bullying no MA se tornou Pabllo Vittar

Cultura
 
Bruno Santos/Folhapress
A drag Pabllo Vittar de férias em Fernando de Noronha
A drag Pabllo Vittar de férias em Fernando de Noronha

SIDNEY GONÇALVES DO CARMO
DE SÃO PAULO

Phabullo Rodrigues da Silva, 22, conhecido como Pabllo Vittar, descreve-se como “fluido de gênero”: “Sou drag queen só quando tem que ser. É igual a chapéu: coloco e tiro na hora em que preciso. Não sou drag 24 horas. Eu amo ser Pabllo desmontado e sair de camisa e boné na rua.”

Mas é na personificação da drag queen Pabllo Vittar que ela tem chamado a atenção do público, da crítica e de artistas. Suas músicas dançantes figuram no topo das paradas de streaming, como Deezer e Spotify, além do YouTube, onde tem mais de 160 milhões de visualizações.

Em pouco mais de um ano, a cantora viu sua agenda lotar, seu cachê saltar de R$ 2.000 para R$ 50 mil (leia mais abaixo) e sua persona se tornar símbolo LGBTQ.

Nascido em São Luís (MA), Phabullo é gêmeo de Phamella e tem outra irmã, Pollyana Rodrigues, um ano mais velha. Filho da enfermeira Veronica, não conheceu seu pai, que abandonou a mãe ainda grávida. “Acho que tudo tem um motivo. Minha mãe foi tudo para mim. Não fui aquela criança que ficava triste no Dia dos Pais.”

Para sustentar a família, Veronica trabalhava em dois hospitais, por isso Pabllo a via muito pouco. “Tenho muito orgulho porque a bicha sofreu para criar a gente, mas nunca desistiu. Sempre sorrindo, sempre feliz. Tenho muito isso dela, a garra.”

A drag diz que a figura paterna é representada por seus empresários –Yan Hayashi e Leocadio Rezende. A carreira começou a engatar em outubro de 2015, com o lançamento de “Open Bar”, versão em português feita pela cantora de um dos hits daquele ano, “Lean On”, do trio americano de música eletrônica Major Lazer.

A ascensão também tem a mão do produtor musical Rodrigo Gorky, do Bonde do Rolê, que já trabalhou com Luiza Possi e Banda Uó. “Gorky me seguia na internet. Esse safadinho. Ele é amigo do meu ‘pai’, que era produtor de festas. Um dia ele viu um vídeo meu na internet e assim criamos ‘Open Bar’.”

NÔMADE

Ainda bebê, Pabllo foi viver em Santa Inês, cidade do interior do Maranhão com pouco mais de 83 mil habitantes. Na adolescência, a família se mudou para Caxias, também no Maranhão, onde a drag passou a imitar cantoras como Beyoncé, sua diva –no início, ela assinava Pabllo Knowles.

A irmã mais velha o defendia na escola sempre que ele sofria algum tipo de bullying. “Sempre fui ‘oh my gosh’ [delicada], mas na minha, quietinha. Quando alguém mexia comigo, a Pollyana partia para cima. Ninguém podia olhar torto. Ela era ciumenta. Bateu em um menino porque ele me chamou de maricas. Deu uma surra nele. Bem feito.”

Apesar de nunca ter apanhado, a cantora diz que já viraram um prato de sopa sobre ela na fila da merenda. “Acho que ele ficou no recalque, na masculinidade dele, aí virou a sopa em mim. Hoje, falo sobre isso na maior tranquilidade, porque superei essas coisas.”

Aos 15 anos, Pabllo contou à mãe que era gay ao levar um namorado para dormir em casa. “Foi tranquilo, ela já sabia. Era de boa porque Pollyana também é gay. Nunca fomos privados de nada.” Pouco tempo depois, a família se mudou para Indaiatuba, no interior de São Paulo, onde Pabllo trabalhou em várias redes de fast-food e em salões de cabeleireiros.

Dois anos depois, a família fez as malas novamente, desta vez para Uberlândia (MG), após o casamento da mãe. É lá que Pabllo pretende seguir vivendo: acaba de comprar um apartamento de 50 m².

HIT APÓS HIT

Com o sucesso de “Open Bar”, Pabllo Vittar deu início a uma carreira de ascensão ultraveloz. Em pouco mais de um ano, a cantora virou crooner da banda do programa “Amor e Sexo”, comandado por Fernanda Lima, garoto-propaganda da marca Avon e lançou seu álbum de estreia, “Vai Passar Mal”.

O primeiro hit do disco a emplacar foi “Todo Dia”, no Carnaval deste ano –uma batida de funk com uma letra em que diz que não é preciso a festa para ser vadia todo dia. Em seguida, “K.O.” passou dez dias consecutivos em primeiro lugar no Deezer brasileiro.

A canção perdeu o posto para a própria Pabllo uma semana atrás, com o lançamento de “Sua Cara”, single de Major Lazer com Anitta. O videoclipe está em terceiro lugar entre os mais assistidos do YouTube nas primeiras 24 horas. Com 20 milhões, só fica atrás da campeã “Hello”, de Adele (27,7 milhões), e da vice Taylor Swift (20,1 millhões), com “Bad Blood”.

‘DRAG RACE’

Sua conta no Instagram também teve rápida expansão, superando uma das drags mais famosas do mundo, RuPaul –do reality “RuPaul’s Drag Race”. Pabllo ultrapassa 2,8 milhões de seguidores– no final de junho, tinha 1,4 milhão.

“Para mim, RuPaul tem que ter cem milhões seguidores porque ela é muito rainha. Então, são só números. Fico feliz porque é representatividade para as drags do Brasil.”

Depois de Anitta, a drag gravou dueto com Preta Gil em “Decote” –primeiro single do álbum “Todas as Cores”. O lançamento será no aniversário de Preta, celebrado na próxima terça-feira (8). “Pabllo é a revolução que a música e a sociedade precisavam neste momento”, afirma.

Artista independente, Pabllo deve assinar contrato com uma gravadora nesta segunda (7). Em outubro, entra em estúdio em Los Angeles para produção do segundo álbum.

Oficina discute aplicação correta de recursos públicos, em Vitória do Mearim

Política
 

Secretários municipais e assessores, participaram nesta sexta-feira, dia 04 de agosto de 2017, na Casa do Professor, em Vitória do Mearim, de uma oficina com a equipe de licitação do município, onde discutiram os preceitos formais e legais pertinentes ao processo licitatório necessário para aquisição de produtos e serviços.


O objetivo é legitimar os gastos e enfatizar a transparência da administração, que segundo a Prefeita Dídima Coelho, quer demonstrar à população a forma correta de aplicar o dinheiro público. “Vamos respeitar a legislação vigente, sobre tudo a lei de responsabilidade fiscal” declarou. Essa discussão em torno dos gastos do Município de Vitoria do Mearim, continuará na próxima semana, segunda e terça-feira respectivamente.





  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 8722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.