Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Assembleia Legislativa emite nota de pesar e deputados lamentam morte de Nenzin

nota de pesar
 

                    NOTA DE PESAR

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão externa profundo pesar pelo falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda e pai do deputado estadual Rigo Teles, Manoel Mariano de Sousa, mais conhecido como Nenzim. Ele foi alvejado por tiros, na manhã desta quarta-feira (6), na cidade de Barra do Corda.

Nenzim era considerado uma grande liderança política na região de Barra do Corda, cidade na qual foi eleito prefeito por três vezes, tendo deixado o último mandato em 2012.

No início da sessão desta quarta-feira, a Assembleia Legislativa solicitou, aos órgãos competentes, a imediata investigação deste bárbaro crime, ao tempo em que se solidariza com familiares, amigos e admiradores de Nenzim, e transmite as mais sinceras condolências por esta inestimável perda.

São Luís, 6 de dezembro de 2017

                                                       Deputado Othelino Neto
Presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Maranhão

 

Deputados lamentam o falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin

O plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão, na sessão desta quarta-feira (6), fez um minuto de silêncio pelo falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano Sousa, mais conhecido como Nenzin, que teria sido vítima de arma de fogo na manhã de hoje.

Os deputados Othelino Neto (PCdoB), Eduardo Braide (PMN), Francisca Primo (PCdoB), Edilázio Júnior (PV), Rafael Leitoa (PDT), Júnior Verde (PRB), Zè Inácio (PT) e Valéria Macêdo (PDT) lamentaram a morte do pai do deputado Rigo Teles (PV). “Gostaria de lamentar essa situação e pedir que a Mesa possa conceder um minuto de silêncio em respeito e em reconhecimento à vida, ao trabalho do senhor Nenzim e também tendo em vista que é o pai de um parlamentar desta Casa”, disse Eduardo Braide.

O presidente em exercício Othelino Neto, ao conceder o minuto de silêncio, afirmou que ia entrar em contato com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela pedindo “que faça todos os esforços para solucionar o crime e prender os executores e eventuais mandantes, se for o caso”.

“Eu quero me solidarizar com o deputado Rigo Teles pelo falecimento de seu pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, e pedir a Deus que conforte o seu coração e de toda a sua família”, acentuou Francisca Primo.

“Amanhecemos hoje com uma imensa tristeza com a confirmação do falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, senhor Nenzim. Aqui, como colega partidário do deputado Rigo Teles, quero externar as minhas condolências, os meus sentimentos a toda a família Teles, em especial a dona Santinha, a mãe do deputado Rigo Teles e esposa do Seu Nenzim. Também ao meu amigo Pedro Teles, pessoa a quem tenho também o maior carinho e o Júnior do Nenzin”, afirmou Edilázio Júnior.

Rafael Leitoa ao se solidarizar com a família do deputado Rigo Teles disse que os números falam dos investimentos na segurança pública. “Estão aí para serem analisados por qualquer cidadão e dizer que cada dia que passa comemorou mais um período sem homicídios no sistema penitenciário”, disse ele

O deputado Júnior Verde também subiu à tribuna com o sentimento de pesar e externou sentimentos ao amigo Rigo Teles. “Queremos externar os nossos profundos sentimentos ao amigo, companheiro, deputado Rigo Teles, a todos os seus familiares e amigos pelo falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano Sousa, que, infelizmente, foi vítima e todas as características apontam para crime de pistolagem”, afirmou Júnior Verde.

“Subo a esta tribuna consternado e lamento profundamente a morte do senhor Nenzim, ex-prefeito de Barra do Corda, pai do nosso amigo Rigo Teles. Me solidarizo também com todos seus familiares. E acredito que o sistema de segurança pública do Estado, através do Secretário Jefferson Portela, dará resposta com rapidez para elucidar esse crime que tem que ser tirado da página do Estado do Maranhão, que é o crime de pistolagem, porque tudo leva a crer que se trata de crime pistolagem. Acredito no sistema de segurança pública do Estado. Acho que o Secretário tomará as providências. Não tenho dúvida que o Governador a esta altura já mobilizou os principais gestores do sistema de segurança para que o crime seja o mais breve possível elucidado”, acentuou Zé Inácio.

Valéria Macedo também demonstrou pesar e solidariedade ao amigo Rigo Teles pela morte trágica de seu pai. “Nós, companheiros, lamentamos muito uma tragédia que, às vezes, nós vemos nos jornais todos os dias com pessoas que não conhecemos e nos indignamos sim por essa violência tão grande que ainda ocorre no nosso Estado”, disse ela.

Deputado Tiririca renuncia ao mandato e diz que sai com vergonha

Política
 

A informação foi dada pelo site Metrópoles, de Brasília. “Saio totalmente com vergonha. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, a nossa saúde.”

O palhaço entrou para a política em 2010 e foi eleito o deputado mais votado, com 1,3 milhão de votos, e em 2014 voltou a ser eleito. Tiririca dizia que estava enojado da política e que vai voltar ao mundo dos palcos e ser o comediante que sempre foi.

Atualizado às 14h55 – A assessoria de imprensa do deputado, informou ao site Metrópole que  ele terminará o mandato em 2018, mas não pretende concorrer à reeleição ou a qualquer outro cargo.

Polícia intensifica busca pelos homens que mataram o ex-prefeito de Barra do Corda

Crime / Maranhão / Política
 

Nas investigações preliminares sobre o assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o popular Nenzin, a polícia tomou informações de que dois homens estavam numa moto quando o líder político desceu do carro em que estava com o filho, Júnior Nenzin, para urinar. Dos tiros disparados, um acertou mortalmente o ex-prefeito, com a bala entrando pelo pescoço.

Policiais militares e civis intensificaram as buscas pelos assassinos em Barra do Corda e nos municípios vizinhos. Nenzin foi morto por volta das 8h30 quando se dirigia para a fazenda dele, ainda no perímetro urbano da cidade.

Ele foi levado para a UPA de Barra do Corda, mas logo encaminhado para o Socorrão da cidade de Presidente Dutra. Toda a esquipe médica foi para a sala de reanimação, mas o ex-prefeito não resistiu e veio a óbito. Peritos de São Luís, policiais da Delegacia de Homicídios foram mobilizados para Barra do Corda.

 

 

Vítima de atentado à tiros, morre o ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin

Crime
 

Não resistindo aos ferimentos causados pelas balas de que foi vítima agora de manhã, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o popular Nenzin, ele faleceu no Socorrão, da cidade de Presidente Dutra.

Nenzin estava indo para sua fazenda em companhia de um filho quando foi vitima de atentado. Uma das balas teria atingido o pescoço e saiu pela boca.

A cidade de Barra do Corda está comovida com a morte de seu maior líder político e pai do deputado Rigo Teles. Aguardem novas informações.

Ex-prefeito de Barra do Corda, pai do deputado Rigo Teles, é vítima de atentado

Maranhão / Polícia
 

Pai do deputado estadual Rigo Teles, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o popular Nenzin, foi vítima de atentado à bala cedo da manhã quando fazia caminhada no residencial Moradas do Rio Corda. Ele foi encaminhado para um hospital em Presidente Dutra. O tiro acertou o pescoço. Aguardem novas informações.

 

Estácio de Sá demite 1,2 mil professores após reforma trabalhista

Política
 

Folha.com

Ricardo Moraes/Reuters
A building of Estacio college is pictured in Rio de Janeiro, Brazil, June 30, 2016. REUTERS/Ricardo Moraes ORG XMIT: RJO09
Prédio da Estácio no Rio de Janeiro

Quase um mês após a entrada em vigor das novas regras trabalhistas, o grupo de ensino superior Estácio comunicou nesta terça-feira a demissão de 1.200 professores. A instituição possui hoje cerca de 10 mil docentes.

Novos profissionais serão recontratados para substitui-los sob o modelo trabalhista renovado. A empresa diz que lançou “um cadastro reserva de docentes para atender possíveis demandas nos próximos semestres, de acordo com as evoluções curriculares”. A informação foi antecipada pelo jornal “O Globo”.

De acordo com nota da assessoria de imprensa da companhia, “todos os profissionais que vierem a integrar o quadro da Estácio serão contratados pelo regime CLT, conforme é padrão no grupo”.

A nova lei trabalhista formalizou o trabalho intermitente, permitindo que as empresas criem um banco de funcionários que podem ser acionados quando houver demanda. O pagamento é proporcional ao tempo dedicado.

“A reorganização tem como objetivo manter a sustentabilidade da instituição e foi realizada dentro dos princípios do órgão regulatório”, diz o comunicado da empresa.

Um professor demitido na manhã desta terça-feira (5), que pediu para não ter sua identidade divulgada, afirma que a demissão em massa não havia sido sinalizada e surpreendeu a todos. Segundo ele, existia uma desconfiança por parte dos professores quando a reforma trabalhista entrou em vigor, mas não se esperava que aconteceria tão cedo e com tamanha dimensão.

Questionada pela reportagem, a empresa não informou que critérios usará para selecionar o novos professores que cobrirão o rombo. A nova CLT determina um intervalo de 18 meses para que os mesmos profissionais sejam recontratados pelo regime intermitente.

O país precisa de profissionais da política e não de juízes ou magistrados, diz Gilmar Mendes

Política
 

Confira abaixo matéria da Folha de São Paulo:

País não pode substituir políticos por funcionários públicos, diz Gilmar

 

LETÍCIA CASADO
DE BRASÍLIA

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta terça-feira (5) que o país precisa de profissionais da política e não de “funcionários públicos, ainda que graduados como juízes ou promotores”.

O magistrado, que preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), defendeu a importância da classe política durante evento sobre eleições na corte.

“Precisamos, inclusive, dos profissionais da política, dessas pessoas que se dedicam integralmente à atividade política e que têm todo um aprendizado especial. Não podemos pensar em substituir os políticos por funcionários públicos, ainda que graduados como juízes ou promotores”, afirmou.

Ele destacou que o cidadão não deve considerar todos os políticos corruptos e, com isso, desacreditar no sistema.

“Temos que ter a política limpa, ativa, mas não podemos fazer isso de lenda política ou tentar fazer com que todos os políticos sejam considerados elementos negativos da sociedade ou corruptos”, completou.

Gilmar disse ainda que o tribunal se preocupa com o financiamento das campanhas eleitorais em 2018.

“Tenho falado da possível presença do crime organizado nas eleições. Já tivemos esse sinal em 2016”, disse o ministro, acrescentando que os recursos do fundo partidário podem amenizar o problema da falta de dinheiro para as campanhas, mas que talvez não seja o suficiente para evitar o financiamento clandestino.

Em 2015, o STF decidiu que é inconstitucional o financiamento de empresas para campanhas eleitorais e partidos. A decisão tem potencial impacto nas disputas eleitorais, uma vez que as empresas são os maiores doadores de políticos e partidos.

De acordo com o ministro, foi um “grave erro” do STF discutir o financiamento de campanha de maneira “descolada da realidade eleitoral”.

Informativo Câmara Municipal de São Luís

 

Acessos ao Hospital Geral necessitam de limpeza e desobstrução, diz Josué Pinheiro

Um ofício proveniente da Câmara Municipal de São Luís, oriundo da aprovação de um requerimento de autoria do vereador Josué Pinheiro (PSDB), deverá está chegando às mãos do prefeito Edivaldo Holanda Junior, solicitando que determine ao órgão competente de sua administração, “que dentre as ações emergenciais de mobilização para limpeza urbana, sejam adotadas as providências cabíveis quanto aos serviços de limpeza e desobstrução de galerias e bueiros existentes na avenida Vitorino Freire, nas proximidades da escadaria de acesso ao Hospital Geral”.

Afirma o vereador tucano que “a situação no local é de calamidade pública, considerando o risco de contaminação por microorganismos que podem acometer a população com doenças”. Na continuação de sua argumentação ele diz que “portanto é imprescindível que a medida seja adotada de cunho emergencial, com finalidade de se evitar que algo de potencial grave venha afetar a saúde, principalmente das pessoas que transitam por aquela área e até de pacientes internados e que procuram o Hospital Geral”.

O parlamentar do PSDB acentua que “os dejetos sólidos que se acumulam na entrada da galeria e bueiros no referido logradouro impedem o escoamento regular dos dejetos líquidos, formando poças de esgoto a céu aberto, com material fétido que se espalha em plena avenida”.

Josué Pinheiro assinala que “cabe a nós procurarmos oferecer a nossa contribuição para que o poder público possa está vigilante com os problemas de nossa cidade, como também zelar pela saúde da população”. E encerra enfatizando que “urge a necessidade de atendimento desse pleito, que vem da comunidade, e o estamos apresentando na forma de ser um representante de nosso povo na Câmara Municipal, e acreditar na sensibilidade do poder público e o cuidado com o bem estar da população”.

 Vereador Ricardo Diniz solicita asfaltamento de ruas na Vila dos Frades

Durante a sessão ordinária na Câmara Municipal de São Luís, nesta segunda-feira (4), o vereador Ricardo Diniz (PCdoB), apresentou requerimento solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior e ao secretário municipal de obras e serviços públicos, Antônio Araújo, a realização de melhorias nas ruas Gonçalves Dias e Frei Ângelo que ficam na Vila dos Frades, região do Coroadinho.

Por meio do requerimento Nº 1167/17 Ricardo Diniz pede a execução de serviços de asfaltamento nas ruas. “Os moradores das ruas Gonçalves Dias e Frei Ângelo nos procuraram preocupados com a situação das vias, por isso solicitamos com a máxima urgência as melhorias que vão trazer, além da mobilidade para os moradores, muito mais qualidade de vida. Os moradores enfrentam buracos e poeira no período de seca e muita lama durante as chuvas”, justificou Ricardo Diniz.

Chico Carvalho cobra de Rodrigo Maia a  revisão sobre voto distrital misto

  “Presidente, o senhor tem que estabelecer a revisão sobre alguns dos itens da reforma política. Um deles é o que estabeleceu o voto distrital misto. Ele penaliza o legislativo municipal, não nos agrada e isso acaba transformando os vereadores em autênticas cobaias.  Tal sistema, bem que poderia  ser adotado nas eleições de 2018, mas o Congresso preferiu deixar a experiência para 2020, com os vereadores. Essa história bem que poderia ser modificada”.

Essa foi a forma com que o vereador Francisco Carvalho (PSL) se dirigiu ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, durante café da manhã realizado no último sábado 2), na residência do presidente da Câmara Municipal de São Luis, Astro de Ogum, no Olho D,Água.

Além de Chico Carvalho, se posicionaram em cobranças a Rodrigo Maia, os vereadores Isaías Pereirinha (PSL) , Genival Alves (PRTB) e Beto Castro (PROS).  Eles criticaram também o fim das coligações, que prejudica os pequenos partidos.  Em meio às conversas entre os vereadores e Maia, ficou estabelecido que haverá  a abertura de uma pauta na Câmara Federal para a discussão do assunto.

Chico Carvalho propôs  o encaminhamento de um ofício  à Associação Brasileira de Câmaras Municipais  -ABRACAM e União Brasileira de Vereadores, para que o assunto seja discutido em plenária, onde serão elaborado um documento a ser encaminhado à Câmara Federal, propondo a alteração de alguns pontos da reforma política, no tocante às eleições municipais do próximo ano. Rodrigo Maia acatou a sugestão.

Sá Marques parabeniza Senarc pelas ações no combate ao narcotráfico e reafirma total apoio a Polícia Civil

 O Vereador de São Luís, Sá Marques (PHS), que também é Policial Civil, parabenizou nesta semana a Superintendência de Combate a Narcóticos (Senarc), pelo importante trabalho que vem desenvolvendo no combate ao tráfico de drogas.

“Sou policial civil a mais de vinte anos e sei o quanto é difícil exercer está profissão, mais também sei, o quanto é gratificante. Não há dinheiro que pague a satisfação pessoal em poder defender a sociedade e atuar em prol da segurança, setor que carece de tanto investimento e reconhecimento em todo o país. Estou licenciado por conta da atividade parlamentar, mas sempre que posso estou em contato com os meus queridos amigos da polícia. Na Câmara tenho lutado diariamente por melhores salários e condições de trabalho a instituição Polícia Civil. Estes bravos guerreiros, que todos os dias lutam por uma sociedade mais justa e trabalham firme para resolução de crimes a partir do trabalho investigativo. A Polícia Civil tem um trabalho de fundamental importância para a sociedade. Quanto a Senarc, desde que a Superintendência foi criada o combate ao tráfico de entorpecentes evoluiu e os resultados têm sido altamente positivos, com a apreensão de armas e drogas e prisões de traficantes”, destacou Sá Marques.

 Só neste ano de 2017, a Senarc já apreendeu mais de sete toneladas de drogas, entre crack, maconha, cocaína e pasta base. Quase 60 armas de fogo foram apreendidas, e consequentemente, tiradas de circulação e das mãos da bandidagem, além claro, de várias pessoas presas em operações na capital São Luís e nos mais diversos municípios do interior do Maranhão.

Santa Quitéria: MPMA solicita ressarcimento de R$ 5,49 milhões ao erário

Política
 

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 1º de novembro, uma Ação Civil Pública em desfavor do ex-prefeito de Santa Quitéria, Osmar de Jesus da Costa Leal, solicitando o ressarcimento de R$ 5.495.318,40 aos cofres municipais, em função de irregularidades observadas na prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2000.

A ACP, formulada pelo promotor de justiça Luiz Eduardo Braga Lacerda, é baseada no Acórdão (decisão coletiva) PL-TCE nº 71/2014, do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

As ilegalidades constatadas incluem ausência de licitações, contratos e comprovação de despesas; emissão de notas fiscais sem data; duplicidade de pagamentos, além de débitos em conta sem comprovação de despesas.

Entre as irregularidades estão a realização de despesas indevidas e a divergência relativa ao total da aplicação de recursos do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério), atual Fundeb.

Além da utilização de recursos do fundo para liquidar despesas de outra área, sob a gestão de Osmar Leal, também foram realizadas despesas indevidas na área de saúde.





  • FALE CONOSCO

  • Enquetes
    Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.
  • Conheça a Creche Escola Luluzinha
  • AS MAIS VISTA DA SEMANA

  • Contatos

    E-mail: [email protected]
    Telefone: 98 3236-1351
    Celular: 98 98722-6094

    Arquivos

    Posts ordenados por data de publicação.