Com foco na manutenção da paz e da ordem pública e visando sempre a garantia de direitos do cidadão, a Polícia Civil do Maranhão deflagrou inúmeras ações de combate à criminalidade nesta última semana do mês de novembro, as quais, resultaram em várias prisões de pessoas suspeitas por crimes diversos, na apreensão de drogas, armas de fogo, veículos e artefato explosivos, em várias cidades do Estado.

Foto: PCMA

Os dados revelados pela Delegacia-Geral da Polícia Civil, nesta sexta-feira (1º), demostra o comprometimento e intensificação das ações e da operações que têm como objetivo trazer a sensação de paz e tranquilidade a toda população.

A celeridade das ações de inteligências, investigativas e na execução dos mandados de prisões e prisões em flagrante realizadas pela Polícia Civil demonstra não só o comprometimento da instituição na elucidação de crimes, mas também na busca pela verdade e promoção da justiça no menor espaço de tempo possível.

Nesta semana, mais especificamente entre os 24 e 30 de novembro, operações independentes da Polícia Civil e ações realizadas na esfera da “Operação Paz”, resultaram nas prisões de 76 pessoas investigadas por diversos crimes, a exemplo, homicídio, tentativa de homicídio, latrocínio, estupro de vulnerável, tráfico de drogas, organização criminosa, associação criminosa, tortura e feminicídio.

Vale destacar que, das 76 prisões, 39 foram executadas durante a realização da “Operação Paz” que tem o foco de intensificar investigações relacionadas aos crimes praticados contra a vida.

Alguns Casos

Na segunda-feira(27), o Centro de Inteligência da PC-MA conseguiu, cumprir um mandado de prisão preventiva contra um homem, suspeito de participação no homicídio que vitimou o capitão da PMMA, Jeremias Veras Nunes, na noite do dia 26 de março deste ano, no Povoado Descanso, zona rural de Caxias. O investigado foi localizado no interior do Piauí.

Ainda na segunda, policiais civis conseguiram, na cidade de Santa Inês, prender um homem, de 23 anos, apontado como participante do homicídio, que vitimou o professor Pedro Lopes Oliveira Filho, de 37 anos, ocorrido na noite do dia 23 de outubro deste ano, na cidade de Pio XII.

Material apreendido na Operação Quebrando a Banca em Grajaú

Dando continuidade às ações, na terça-feira(28), no município de Grajaú, a Polícia Civil, com apoio da Polícia Civil, Polícia Militar, FEISP e da Guarda Municipal deflagraram uma megaoperação de combate ao tráfico de drogas batizada de “Operação Quebrando a Banca”, que resultou nas prisões de 13 pessoas pelos crimes de tráfico, corrupção de menores, posse ilegal de arma de fogo, posse ilegal de arma branca, crime ambiental de posse irregular de animal silvestre, associação criminosa e receptação.

Também na terça-feira(28), equipes da Polícia Civil destacadas para a “Operação Paz”, conseguiram prender, na cidade de Brejo, quatro pessoas acusadas pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio e tentativa de homicídio.

A capital maranhense, São Luís, também foi alvo de ações ostensivas, isso porque, na quarta-feira(29), cerca de 90 policiais civis saíram às ruas com a missão de combater o crime de organização criminosa. Os alvos foram endereços situados nos bairros do Polo Coroadinho, além do sistema prisional maranhense. No total ,12 mandados de prisão foram cumpridos.

Mas as ações não pararam por aí. Ainda na quarta-feira, uma força-tarefa da Polícia Civil do Maranhão, foi realizada contra um grupo de pessoas investigadas pelos crimes homicídios, roubo e associação criminosa ocorridos em municípios do Estados de Maranhão e Piauí. Como resultado da ação policial que foi deflagrada nas de São Domingos do Maranhão, Presidente Dutra, Timon, além de Teresina, capital do Piauí, os policiais conseguiram cumprir 11 mandados de busca e apreensão e 12 pessoas foram presas.

Foto: PCMA

Já na última quinta-feira (30), no município de Bacabal, equipes de policiais civis realizaram uma ação policial de combate ao crime de tráfico de drogas que culminou com a prisão em flagrante de um homem suspeito de administrar um ponto de vendas de entorpecentes. Na ocasião foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma pistola e uma arma artesanal, tipo garrucha, além de uma significativa quantidade de substância semelhante a crack, além de porções de cocaína e maconha, estas embaladas pronto para comercialização.

Por fim, uma ação integrada entre as Polícias Civil e Militar realizada, na quinta-feira (30), duas pessoas foram presas em flagrante no município de Itapecuru-Mirim, pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, posse irregular de artefato explosivo, tráfico de drogas e corrupção de menores. No dia anterior, um dos presos na companhia de outro indivíduo teria assaltado uma loja de vendas de aparelhos celulares situada no centro da cidade de Vargem Grande.

Foto: PCMA

Para o delegado-geral da PC-MA, Jair Paiva, as ações realizadas nesta semana, em várias cidades do Estado, refletem a dedicação, o empenho e comprometimento de cada policial civil do Estado no desempenho de suas funções, exercício cotidiano para que nenhum crime fique impune e a justiça seja feita sempre. “São 76 prisões realizadas num espaço de uma semana tanto no trabalho ordinário quanto na esfera da “Operação Paz, que representam o potencial da Polícia Judiciária do Maranhão, o grau de comprometimento e competência de nossos delegados, investigadores e escrivães”, pontuou, Jair Paiva.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.