Depois de oito anos e dez meses finalmente o funcionário público estadual vai receber um reajuste de 11% e o benefício funerário com passagem do céu ou para o inferno. O pior é que a ampla maioria dos servidores, os comissionados, ficou de fora, só chupando dedo e com o outro lá.

O governador Carlos Brandão comemorou e só faltou soltar foguetes ao anunciar um reajuste indecente de 11%, diante de uma inflação de oito anos e dez meses de 51,49% ao longo do período.

Para demonstrar total desprezo com os cargos comissionados, nadica de nada.  E na maior cara dura disse que assim estará valorizando o servidor público, hoje no seu dia, 28 de outubro. O reajuste, que não faz nem cócegas, será escalonado a partir de janeiro, sem ao menos contribuir com o peru do servidor.

Seguimos trabalhando para garantir mais valorização aos servidores, que são peças fundamentais na missão de cuidar do Maranhão. É nossa forma de agradecer e reafirmar nosso compromisso com cada uma e cada um que colabora com as ações e políticas do nosso governo”, destacou o governador.

 Só quem tem sido valorizado até aqui são os familiares de Brandão, numa clara demonstração que saiba cuidar direitinho da própria família. E assim, aumentando o patrimônio do clã da República das Bananas.

Além do reajuste, o governador teve outra preocupação: garantir uma vaga digna no céu ou no inferno para os funcionários, voltando o benefício funerário de cada. Afinal, o diabo não é ruim pra todo mundo.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

No último sábado (25), Wellington do Curso (NOVO) esteve lá lançamento da pré-candidatura de Guilherme Mulato ...
Foi realizada nesta última sexta-feira (24), a abertura oficial da maior edição dos Jogos Escolares Tuntuense ...
Assim como em todos os anos, o ex-prefeito Rovélio faz a festa do Dia das Mães ...
Engana-se quem acredita que o prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio, não fará o seu ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.