A Promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, desde que passou a exercer vigilância e cobrar do governo e da MOB ações para melhorar o serviço da travessia Ponta da Espera/Cujupe e vice e versa, passou a sofrer perseguições por parte do líder do governo no MP, procurador Eduardo Nicolau. 

Mas foi quando a promotora denunciou o contrato entre a MOB e uma empresa que trouxe um ferry velho, com sinais de que causará problemas futuros, colocando em risco a vida dos usuários da embarcação, que as perseguições aumentaram.

Tem dois dias Lítia Cavalcanti foi tomada de surpresa com a sua exoneração da Defesa d, Consumidor e sua sala ficou vazia. A promotora relatou o caso em sua rede social, como mostramos abaixo.

Foto Reprodução

Veja abaixo, em vídeo, como ficou a Promotoria de Defesa do Consumidor, vazia, sem funcionários por determinação superior. O Procurador chefe Eduardo Nicolau vem sendo criticado por, ao invés de defender e proteger a sociedade, defende Flávio Dino e Carlos Brandão.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O  Blog do Neto Cruz divulgou um acidente ocorrido em uma rodovia maranhense, nesta segunda-feira (8), ...
Leia Mais
Em mais um bate-papo descontraído o prefeito Luciano conversou com a população de Pinheiro, através de ...
Leia Mais
Um assalto cometido na manhã desta terça-feira (09) na cidade de Rosário, no Maranhão, terminou com três ...
Leia Mais
A Central da Polícia Rodoviária Federal recebeu informações de um grave acidente tipo atropelamento de pedestre, ...
Leia Mais
Rádio Jornal NE 10 O cantor Manoel Gomes, que ficou conhecido pela música "Caneta Azul", revelou ...
Leia Mais
A cidade de Rosário, no Maranhão, vive um clima de insegurança total com vários assaltos registrados ...
Leia Mais

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.