O deputado federal Edilázio Júnior (PSD), em discurso na tribuna da Câmara Federal na última quarta-feira, denunciou o uso de aeronaves oficiais do Governo do Estado pelo ex-governador Flávio Dino (PSB), que está em pré-campanha para o Senado da República.

Deputado Edilázio Júnior

O Maranhão vem sofrendo como nunca, com a miséria, a pobreza e o desemprego. Todos os índices do IBGE e da ONU mostram que nos últimos 7 anos e meio perdeu, e perdeu muito, no índice de desenvolvimento social. Mas quem vem sofrendo muito também, senhor presidente, é o ex-governador Flávio Dino, que não conseguiu desapegar da cadeira de governador. Ele que desde o dia 2 de abril deixou o cargo para poder concorrer a uma cadeira no Senado – e Deus há de permitir que ele não tenha êxito -, continua se portando como governador do estado do Maranhão. E aí, caros colegas, vou externar a vocês o que ele fez no último final de semana”, disse.

E completou: “Flávio Dino simplesmente no último final de semana, utilizou o helicóptero da Polícia Militar do Maranhão para ir ao interior do estado para distribuir peixe, vistoriar obras, fazer reunião, representando o governador do estado que encontra-se afastado por conta de problemas de saúde”.

Edilázio apontou a incoerência de Flávio Dino, que no passado criticou adversários políticos por uso de aeronaves oficiais do Estado.

“Logo ele, que criou uma Secretaria de Transparência, para justamente fiscalizar o uso dessas aeronaves em outro governo. E aí eu quero ver essa Secretaria de Transparência cortar na própria carne agora e fiscalizar essa situação. Eu gostaria de ver ele, que está dia e noite no twitter falando que todos agem de forma errada, arranjar uma justificativa para essa situação que ele cometeu no último final de semana”, pontuou.

O deputado também destacou a abertura de um Procedimento de Investigação por parte da Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão contra o ex-chefe do Executivo do Estado, pelo uso de aeronave oficial do Governo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.