Atual7

Supostas irregularidades teriam ocorrido em contratos celebrados com a Caixa Econômica Federal e o Ministério da Saúde


A CGU (Controladoria-Geral da União), por meio da CRG (Corregedoria-Geral da União), instaurou, na última quarta-feira 20, processos administrativos de responsabilização em face das empresas Sagaz Digital Produções de Vídeos e Filmes Ltda., Soundzilla Music Monsters Produções Audiovisuais Ltda., BRVR Filmes Ltda. e Conspiração Filmes S/A.

O objetivo da ação é investigar supostas irregularidades praticadas entre 2010 e 2014, em contratos celebrados com a CEF (Caixa Econômica Federal) e o Ministério da Saúde, nos quais as empresas foram subcontratadas e pagaram valores, a título de “Bônus de Volume de Produção”, mediante depósitos em contas de empresas de fachada, sendo os recursos utilizados para o pagamento de vantagem indevida a ex-parlamentar.

Os fatos haviam sido relatados em Acordo de Leniência celebrado pelas empresas Mullen Lowe e FCB Brasil com a CGU, a AGU (Advocacia-Geral da União) e o MPF (Ministério Público Federal), além de terem constituído objeto de investigação também no âmbito da Operação Lava Jato.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imperatriz/MA - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, dia 18/04/2024, no município de Imperatriz/MA, a OPERAÇÃO ...
São Luís/MA - A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 18/04, a Operação Hygeia, com ...
A Prefeitura de Santa Rita por meio da Secretaria de Agricultura, garante o pagamento do Garantia ...
A atual namorada do prefeito de Coroatá, Thellys Sousa, caiu na madrugada de segunda (16) de ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.