Os números da segunda pesquisa feita pelo Instituto Exata, contratado pelo jornal O Imparcial, elevaram o desespero do ex-governador Flávio Dino, que esperava seu pré-candidato à reeleição, Carlos Brandão, aparecer à frente do senador Weverton Rocha. Não deu certo.

O senador do PDT, após alianças com o deputado federal Josimar do Maranhãozinho, dirigente do PL,  e o senador Roberto Rocha, subiu para 29%, deixando Carlos Brandão com 24%. O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim, que passou a bater em Weverton Rocha achando que estaria em segundo lugar na disputa contra Brandão, apareceu em terceiro lugar com  14%. Edivaldo Holanda Júnior vem em 6º lugar com 11%.

Para piorar o desespero do ex-governador que afundou o Maranhão, seu postulante ao cargo de governador perde no segundo turno, se a eleição fosse hoje, por 43% a 37%, apesar de usar a máquina de todas as formas.

Para aumentar a insônia, Dino caiu na pesquisa para o Senado Federal, ficando com 51% e deve despencar ainda mais nas próximas pesquisas. É só aguardar!

Foto Reprodução

O levantamento, registrado no TSE sob protocolo MA-04453/2022, ouviu 1451 pessoas em todo o Maranhão, e possui uma margem de erro de 3,28 para mais ou para menos e confiabilidade de 95%.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.