Os moradores do Bairro de Fátima que sofrem desde 2015 com a falta quase que diária do líquido precioso em suas torneiras terão a oportunidade de cobrar do governo no dia 16, neste domingo, quando ele estará pedindo votos naquela comunidade. 

As contas são pagas, embora a água seja algo difícil. O governo comunista esquece que água é vida, é saúde. Portanto, a oportunidade chegou de levarem seus baldes vazios e protestar contra a omissão do governador, neste domingo, a partir das 8h30.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.