A candidata ao Governo do Estado pelo MDB, Roseana Sarney, deve rolar a cabeça no travesseiro sem sono nas próximas horas ou noites. Ela teve a candidatura impugnada por não ter deixado a direção dos negócios dos quais é sócia como exigido por lei. 

Sócia, dentre outros empreendimentos, como o Sistema Mirante de Comunicação, que recebem dinheiro público, a ex-governadora dormiu no ponto e não se desligou dos negócios a tempo. O autor do pedido de impugnação, deputado federal e advogado Rubens Júnior, explica os motivos que poderão torná-la inelegível pelos próximos oito anos; confira no vídeo abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.