Os proprietários da Serviporto estão preocupados com as sérias denúncias recebidas pelos usuários de transporte marítimo, assim como os representantes do sindicato dos trabalhadores, que versam sobre o risco de vida e a integridade física em que os usuários e funcionários das embarcações estão submetidos durante a travessia Ponta da Espera/Cujupe por conta das péssimas condições das embarcações.

Foto Reprodução

Ocorre que a empresa Serviporto, ainda está sob intervenção do Governo do Estado do Maranhão, sendo que a MOB é quem atualmente administra a travessia e os ferry-boats desta empresa e a quem caberia fazer as manutenções corretivas e preventivas.

Diante das denúncias recebidas e preocupados com a segurança e qualidade dos serviços os legítimos proprietários da Servi Porto esclarecem que comunicaram os fatos relatados à Marinha, Promotoria de Defesa do Consumidor e a alguns deputados solicitando apuração sobre a veracidade das denúncias.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.