Uma bebê de apenas sete meses foi atirada neste domingo (18) da ponte São Francisco pela própria mãe. O movimento da maré era fraco e a criança caiu na parte rasa. Dois militares que estavam civis (só de bermudas) desceram imediatamente ao ponto de salvar a bebê e levá-la a um hospital, onde chegou, foi atendida, e salva. Um milagre de Deus! Os guerreiros, que merecem medalhas, são os soldados Heberth e Pestana, do Batalhão Tiradentes, que enfrentaram a lama.  Veja abaixo a foto da criança no hospital.

A mãe cruel (foto abaixo), que teria 19 anos,  de identidade e endereço ainda desconhecidos, foi presa imediatamente pelos militares e levada para o plantão das Cajazeiras

Na delegacia, ela disse que a criança era fruto de um estupro, mas nada que a impedisse de fazer uma doação ou até mesmo um aborto logo no início da gravidez, o que é permitido por lei. Pior mesmo foi jogar uma vida de apenas sete meses de uma altura capaz de matar até um adulto.

Mãe atira a própria filha de sete meses da Ponte do São Francisco e foi presa

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.