Durante as prisões de pessoas envolvidas com a máfia do contrabando no Maranhão, desde o dia 22 de fevereiro passado,  a Polícia encontrou em posse de alguns deles pistolas, dinamites e granadas. Mais recentemente, após varreduras, foram localizados celulares, computadores, e até pistola nas celas da Delegacia Especial da Cidade Operária, onde permanece preso o delegado Bardal, e no Quartel Geral da PM.

De acordo com postagem feita hoje mais cedo pelo site O Informante, o carcereiro Sidney Roberto Abreu Dutra (foto acima) foi descoberto facilitando saídas temporárias durante o período noturno e a entrada de materiais, como celulares e computadores, além de uma pistola carregada que permanecia com um policial.

Preso em flagrante, ele derrubou o serviço e citou como um dos beneficiários das saídas Joelson Costa Correa, policial civil com envolvimento na máfia do contrabando.

O caso será encaminhado para a Justiça Federal, que ainda não assumiu completamente ser de sua competência o acompanhamento da questão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.