A cobrança de “cesta básica de serviços”, feita dos correntistas (principalmente aposentados) e de outras tarifas tidas como ilícitas pelo Banco Bradesco, por não ter informado adequadamente o que estaria sendo cobrado (uma instituição bancária não pode cobrar tarifas sem prévia autorização ou conhecimento do cliente), está levando a ressarcimentos/devoluções de valores aos seus clientes.

Dr. Alex Ferreira Borralho

Esse tipo de conduta já tinha gerado a mencionada instituição financeira, o ressarcimento aos clientes pelos danos materiais sofridos e até uma condenação em danos morais coletivos de R$ 5 milhões por “infringência a ordem pública e interesse social”, tendo sido feita comunicação ao Departamento Nacional de Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional de Direito Econômico.

Se você foi ou é correntista do Banco Bradesco e quer saber se tem direito a alguma devolução de valores das tarifas ou cestas de serviços (vale a pena verificar), acesse o Instagram idealizado pelo advogado Alex Ferreira Borralho (Direito em Ordem), onde é ensinado o passo a passo.

@alexferreiraborralho

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.