O vice-governador Felipe Camarão, sob orientação do governador Carlos Brandão, coordenou, na tarde desta segunda-feira (27), uma reunião interinstitucional para tratar sobre conflitos de terra no Maranhão. O momento foi oportuno para ouvir as famílias da comunidade tradicional do Baixão dos Rochas, em São Benedito do Rio Preto, vítimas de atentado neste mês de março.

Felipe Camarão conduziu a reunião

Participaram do encontro representantes da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema), representantes da comunidade e das Secretarias de Estado do Meio Ambiente (Sema), Mulher (Semu), Agricultura Familiar (SAF), Direitos Humanos (Sedihpp) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

Para o vice-governador, o momento foi oportuno para ouvir a comunidade e dar encaminhamentos das mais diversas frentes que envolvem os conflitos de terra no estado.

Recebi a orientação do governador Carlos Brandão de convocar todos esses órgãos de Estado, para ouvirmos e darmos os encaminhamentos necessários para garantir a segurança da comunidade do Baixão dos Rochas, assim como todas as outras comunidades que enfrentam conflitos de terra no Maranhão”, destacou Felipe Camarão.

Ele detalhou as ações que ficaram acordadas a partir da reunião. “Daqui tivemos vários encaminhamentos, como a criação de um grupo de trabalho permanente que possa atuar para dirimir esses conflitos; uma reunião com a Corregedoria de Justiça, para tratar sobre problemas cartoriais das áreas em conflito; levantamento de todos os danos materiais nas estruturas produtivas da comunidade, para que o Estado possa encontrar uma forma de ajuda emergencial, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar (SAF); ida da Secretaria da Mulher com todos seus equipamentos e prestação de serviços à comunidade; além de articulação com Incra e Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) para que possamos encontrar soluções para as comunidades que sofrem com esses conflitos, tanto em áreas em que o Estado é responsável, assim como nas áreas federais”, reforçou o vice-governador.

Felipe Camarão e a secretária da Mulher, Abigail Cunha

Rosmari Malheiros, representante da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (Fetaema), participou da reunião e destacou como extremamente necessário o momento para a discussão sobre os conflitos de terras.

“Essa reunião puxada pelo vice-governador com todas essas representações para a gente discutir esse tema, tem uma grande importância e peso político. Isso quer dizer para nós que não estamos sozinhos junto com essas comunidades que estão em conflito, principalmente o Baixão dos Rochas. A gente sai daqui com o coração aliviado por ter o vice-governador pleiteando essa reunião com a gente, com todos os órgãos e, principalmente, com os secretários para que a gente estar unido e fazer com que a agricultura familiar e a regularização fundiária sejam uma prioridade de governo”, destacou.

Vítimas atingidas em São Benedito do Rio Preto

É muito importante esse diálogo, ainda mais com a presença da própria comunidade e aqui foi relatada exatamente toda a barbaridade que aconteceu. E nesse sentido é importante esse diálogo, essa abertura, para resolver esses problemas que atingem a comunidade e os desrespeitos aos direitos humanos. É um caminho que estamos abrindo para dialogar e discutir essa realidade, que não é uma realidade isolada do Baixão dos Rochas, mas presente em todo Maranhão”, disse Dom Valdeci, da arquidiocese de Brejo, que acompanha a comunidade.

“A reunião foi boa, espero que a gente tenha uma decisão a nosso favor e que possa ser resolvida a nossa situação, que é complicada e estamos passando por grandes dificuldades. Esperamos que o governo possa resolver nossa situação e de todas as comunidades maranhenses que se encontram em conflito”, comentou Ana Lucia Rocha Sousa, moradora da comunidade Baixão dos Rochas.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Assim como em todos os anos, o ex-prefeito Rovélio faz a festa do Dia das Mães ...
Engana-se quem acredita que o prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio, não fará o seu ...
A Justiça Federal do MA condenou Edivânio Nunes Pessoa, ex-prefeito da cidade de Graça Aranha, a 382 ...
Iludido com falsos números de seguidores de suas redes sociais e achando que já faturou a ...
O caso segue sendo investigado pela polícia. O empresário Ocivando Lima Farias, de 39 anos, conhecido ...
Demorou! Novamente a Via Expressa volta a virar ponta de arrastão de assaltantes que tomam carros, ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.