São Luís, 25 de  setembro de 2019 – Gerar a própria energia de forma limpa e sustentável, contribuir com o meio ambiente e economizar na conta com a concessionária já são realidades pra muitos micro e pequenos empreendimentos da Região Nordeste e do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. O Banco do Nordeste oferece crédito para financiar até 100% dos sistemas de micro e minigeração distribuída de energia, a partir de fontes renováveis, para esses públicos.

As taxas da linha FNE Sol estão a partir de 4,1% ao ano (ou 0,33% ao mês), com prazos de pagamento de até 12 anos e carência de até seis meses sobre o principal. O Banco do Nordeste também financia a instalação dos equipamentos, que podem, inclusive, serem dados como garantia da operação. Os recursos são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado exclusivamente pelo BNB, disponibilizado a empresas dos setores de comércio e serviços, turismo, indústrias e agroindústrias.

No Maranhão já são R$ 6,3 milhões aplicados no segmento em 2019, valor duas vezes maior do que foi realizado no ano anterior. A quantidade de operações de crédito teve alta de 29% no período, quando comparado ao realizado em 2018. Uma delas foi contratada pela Baluarte Empreendimentos Turísticos, uma ampla estrutura de hotel, restaurante e passeios turísticos sediada em Tutóia. Com a instalação de 48 painéis solares, a empresa passou a gerar 70% de sua demanda por energia, garantindo redução na conta desde o primeiro mês.

A sócia-proprietária da Baluarte, Renata de Araújo, explica que os benefícios do FNE Sol foram essenciais para que a empresa pudesse operar com energia limpa. “Para a pequena e média empresa, o financiamento da energia solar pelo Banco do Nordeste é a melhor solução, porque tem condições de prazos, juros e carência que são adequadas ao nosso porte, impactando em economia na conta de energia e maior rentabilidade ao empreendimento”, destacou Renata, acrescentando que os recursos economizados foram reinvestidos. “Com a economia que passamos a ter mensalmente, conseguimos até adquirir um novo veículo tipo caminhonete para reforçar a frota de transporte turístico da empresa”, explicou.

Em 2019, em toda a sua área de atuação, o BNB já contratou mais de R$ 70 milhões para micro e pequenos empresas gerarem a própria energia, valor 116,5% maior do que no mesmo período do ano passado. São cerca de 450 operações contratadas, acréscimo de 83,1% em relação a 2018.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.