As cinco vítimas do acidente fatal na madrugada de hoje (24), na BR-135, em Periz de Cima, quatro estavam vindo fazer tratamento de hemodiálise na capital. A tragédia poderia ter sido evitada se em cidade mais próximas ou mesmo em Arari, onde eles moravam, tivesse um Centro de Hemodiálise.

Centenas de doentes cumprem a via crucis de ter que se deslocar de suas cidades para a capital em média de três vezes na semana.

As pessoas morrem por falta de tratamento especializado em hemodiálise nas suas cidades ou nas suas regiões ou por acidentes quando estão em viajem, como foi o caso. O governo tem conhecimento dessa realidade triste, mas não tom providências.

Veja a relação das pessoas que morreram no acidente na BR-135, em que um ônibus e um automóvel se chocaram:

Antônio Carlos Ferreira Rodrigues

Robson Sandro Melo

José de Ribamar Rodrigues Filho

Edison Lopes

Maria de Fátima Sousa Lopes

Tragédia no Campo de Perizes, na BR 135, deixa cinco mortos em acidente de carros

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.