Eis a razão do Ministério Público pedir o cancelamento de shows de grande nomes aqui no Maranhão e pouco importa se a cidade é minúscula. Uma rápida comparação entre pequenos municípios maranhenses e grandes cidades de Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e até São Paulo, os preços cobrados soltam os olhos.

Em Vargem Grande, por exemplo, cachês de Wesley Safadão não sai por menos de R$ 600 mil, enquanto nas cidades baianas custa menos de R$ 200 mil. Então tem alguém ganhando e muito com o dinheiro público.

Por essa razão, O Ministério Público pediu a foi atendido pela Justiça o cancelamento de shows. como o de Wesley Safadão (R$ 500 mil) e Xandy Avião ( por mais de R$ 400 mil). O superfaturamento foi detectado pelo MP.

Para citar um caso descarado, o empresário da cantora Taty Girl, que canta em cidades de outros estados por até R$ 40 mil no máximo, iria fazer um show em Pinheiro, cobrando R$ 100 mil, o que chamou a atenção de quem entende do riscado e achou que iria aconteceu uma rachadinha com alguém da gestão pública. O prefeito tomou conhecimento e cancelou o show da maracutaia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.