Trabalhadores que atuam no serviço de limpeza do Hospital Municipal Dr Clementino Moura, o Socorrão 2, e Unidades Mistas de São Luís, estão de braços cruzados nesta segunda-feira (20).

Socorrão II, em São Luís

A paralisação, que é de advertência, é em razão dos constantes atrasos nos pagamentos de salários e outros benefícios. São cerca de 370 trabalhadores de 26 unidades de saúde da capital, que estão sendo diretamente afetados, pela falta de compromisso da Prefeitura de São Luís, em honrar com os direitos desses profissionais.

Os trabalhadores estão concentrados no pátio principal do Hospital Socorrão 2, na Cidade Operária. O movimento, que segue durante todo o dia, está sendo conduzido pelo Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís.

São centenas de trabalhadores prejudicados. Nesta segunda-feira (20), estamos realizando essa paralisação de advertência, mas se ao longo do dia o dinheiro dos salários da categoria não cair na conta, nesta terça (21), deflagraremos paralisação geral no setor, por tempo indeterminando, o que infelizmente, vai afetar os serviços no Hospital Socorrão 2 e Unidades Mistas. O que não podemos mais aceitar, é essa falta de compromisso da prefeitura de São Luís”, afirma Maxwell Bezerra, Presidente do Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

No último sábado (25), Wellington do Curso (NOVO) esteve lá lançamento da pré-candidatura de Guilherme Mulato ...
Foi realizada nesta última sexta-feira (24), a abertura oficial da maior edição dos Jogos Escolares Tuntuense ...
Assim como em todos os anos, o ex-prefeito Rovélio faz a festa do Dia das Mães ...
Engana-se quem acredita que o prefeito da cidade de Pinheiro, Luciano Genésio, não fará o seu ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.