Mais uma audiência de conciliação mediada pelo Ministério Público do Maranhão foi realizada com o intuito de por um ponto final na greve dos professores da rede pública municipal de ensino de São Luís, iniciada no último dia 18 de abril.

Professores em protesto em São Luís

Sem acordo entre a Prefeitura de São Luís e o SindEducação, o movimento paredista segue sem data para terminar.

Em assembleia geral realizada ontem pela categoria, os professores deliberaram apresentar o percentual de 17,62% (conforme estudo preliminar) e negociar com a Prefeitura de São Luís as perdas inflacionárias que se acumularam nos últimos cinco anos, em torno de 7,97%. Mas o município manteve a proposta de 10,06%.

O MP chegou a propor 14,57% mas recomendou à Prefeitura de São Luís que aplique o percentual de 10,06 na folha de pagamento dos professores referente a maio para que os profissionais retornem às salas de aula e que as negociações sejam mantidas entre as partes.

A categoria se reúne nesta tarde em nova assembleia para deliberar sobre o que a nova proposta. Enquanto isso, segue a greve.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.