Foto: Reprodução

Revoltados, os familiares exigiram o corpo da parente, a correção ao erro praticado pela Pax União. O fato aconteceu ontem, dia 9 (segunda-feira), na cidade de Timon.

Na UPA de Timon, foi informado que o erro foi da funerária, que tratou de reparar o equivoco entregando minutos depois o corpo de Eva aos seus familiares.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.