Menor de 11 anos que foi visitar irmão em presídio é raptada e estuprada por detento

O fato aconteceu ontem durante uma visita que uma menor fez ao irmão que encontra-se encarcerado. Acompanhada da mãe, a criança desapareceu e a direção do presídio foi alertada. Ela foi violentada por um detento que responde a crimes por estupros.

O local do crime foi no complexo de Itaitinga, em Fortaleza, no Ceará. A vítima estava no local para entregar coisas pessoas ao seu irmão detento.

Ela foi levada à força para dentro de um compartimento pelo detento estuprador que não teve seu nome revelado. Conforme o G1 Ceará, não houve manifestação até ontem à tarde dos responsáveis pelo sistema.

Após a prisão, o presidiário ficou numa cela isolada, onde deve permanecer por muito tempo até os ânimos se acalmarem no presídio cearense por causa do clima de revolta entre os detentos.

O local é conhecido por rebeliões com mortes, fugas e superlotação.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Preso pai que estuprou a filha de 6 anos e filmou o ato criminoso em São Luís

Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente prenderam ontem (17) Marcelo Magno da Silva, acusado de estuprar e filmar o ato contra sua própria filha, menor de 6 anos.

A prisão aconteceu depois que foi conferido o material em que o estuprador filmou e guardou um vídeo do ato criminoso. Ele já foi encaminhado para Pedrinhas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Na Semana da Mulher, solucionado o mistério do estupro e morte da adolescente grávida na Grande Ilha

Na semana passada, 24 horas antes  do Dia Internacional da Mulher,  a Polícia localizou os restos mortais da adolescente Morena Luiza Furtado, 16 anos, estuprada e morta no ano passado, depois que saiu de uma festa na estrada de São José de Ribamar (Mega Space) , na companhia de uma colega e mais quatro homens. Ela estava grávida de poucos meses.

Os pais de Lorena viveram uma verdadeira via crucis em busca da filha desaparecida desde o dia 07 de maio de 2017, data do último contato que a menina teve com eles. Vez por outra recebiam informações de que estaria viva ou que já estava morta. A mãe, uma funcionária da UFMA chegou até a ir no eixo Itaqui/Bacanga para reconhecimento do corpo, Vila Luizão e por último na Vila Luis Fernando, no Ribamar. Os pais chegaram até a receber informações de que a filha teria sumido voluntariamente.

Relembre:

Enquanto isso, as investigações não pararam. Na semana passada, dois homens foram presos e um deles confessou o assassinato e o local onde o corpo estaria. A ossada foi encontrada em um matagal na Vila Luis Fernando e mão da adolescente reconheceu as vestes, mas vai esperar sair o resultado oficial da perícia.

No depoimento, um deles disse que eles saíram da festa e foram para a vila, em Ribamar, e que lá chegando queria fazer sexo com a menor e por causa da recusa, foi levada à força para um matagal e lá todos quatros abusaram da adolescente, que ficou agonizando. Um morreu (foto abaixo) no ano passado de overdose dentro da mesma boate, no show de MC Brinquedo, e outro continua desaparecido.

Dos dois presos, um deles confessou o crime, forneceu todos os detalhes e levou os policiais até o matagal. O pai de Lorena, Roberto Furtado, disse ao Imparcial que a filha “tinha uma necessidade de amizade, de conhecer as pessoas. Acreditava, confiava muito na pessoa. Eu sempre dizia pra ela: ‘minha filha, não confie muito nas pessoas, que existe muita pessoa ruim no mundo’“.

Depois relatou que a filha não ficava com outro homem porque ainda gostava de outro, tem certeza que ela foi estuprada, morta e “ainda mataram o filho dela, que ela estava esperando”, disse ao mesmo jornal.

O pai disse ao Imparcial que Lorena deixou um filho de dois anos. “Ele ainda sente muito. No dia que descobriram a ossada, ele passou o dia todinho triste. No começo ele chorou muito, passou duas semanas chorando sem dormir, com falta da mãe dele, porque ela era muito grudada com ele”, conta o avô da criança.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Preso mascarado que estuprou várias mulheres no Maranhão

Acusado de praticar uma série de estupros usando uma máscara para não ser reconhecido e faca para intimidar as vítimas, Elvis Brito Ribeiro foi preso ontem por policiais militares em Imperatriz. Naquela cidade, ele era conhecido como o terror do Residencial Teotônio Vilela, onde praticava furtos, espancava e estuprava as mulheres.

Para chegar até ao estuprador foi preciso um serviço que envolveu vários setores da Polícia, notadamente o de Inteligência e até o CTA durante a busca do bandido. Antes de ser localizado, ele ainda tentou estuprar uma jovem que correu para se esconder.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Traficante que comandou estupro coletivo é condenado nesta madrugada a 100 anos de prisão

Encerrou nesta madrugada de quarta-feira, dia 28 deste, o julgamento do traficante Adão José de Sousa, 43 anos, acusado de comandar o estupro coletivo contra quatros menores no ano de 2015, na cidade de Castelo, no Piauí.  Ele negou participação no crime, mas foi condenado a 100 anos e oito meses de prisão.

Adao

O juri terminou por volta das 4h de hoje e o juiz Leonardo Brasileiro entendeu que o criminoso participou sim do estupro como comandante do ato criminoso.

O crime foi bastante divulgado na época e deixou abalado o estado do Piauí pelo requinte de perversidade cometido. No dia 27 de maio daquele ano, quatro adolescentes foram estupradas e agredidas por um grupo de homens na cidade de Castelo.

Elas foram ainda empurradas em um penhasco de mais de oito metros de altura e uma das meninas morreu uma semana depois.

O estupro comandado por Adão teve a participação de adolescentes que foram recolhidos em um centro de recuperação, sendo um assassinado no local.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Dirigente da Assembleia de Deus estupra menor de 10 anos e tem o apoio do Conselho Tutelar no MA

O dirigente da Igreja Assembleia de Deus em Grajaú, conhecido por Pedro Rocha, foi denunciado pela mãe de uma menor de 10 anos de estuprar por várias vezes sua filha, inclusive o exame de conjunção carnal deu positivo. Ainda assim, o evangélico conta com a complacência do Conselho Tutelar e nada aconteceu contra ele até hoje. O caso veio à tona desde agosto de 2017.

Foto ilustrativa

Dona Dulciran, mãe da menor, conta que denunciou o caso na delegacia, ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público depois de obter o resultado positivo dos exames que a menor fez em Imperatriz. Diz que passou a desconfiar do evangélico quando a filha começou a aparecer com dinheiro.

Disse ainda que levou o caso até aos principais pastores da igreja que ficaram de tomar providência e nada aconteceu. “Se eu não correr atrás, o acusado fica de boa e corre o risco de fazer a mesma coisa com outras meninas”, avisou.

A mãe da menor contou que ao falar com o conselheiro Antoniel, genro do acusado, o mesmo pediu a ela que parasse de sair falando pela cidade sobre o caso e que o dirigente acusado ainda poderia lhe processar, como forma de intimidar a mãe da vítima.

Ela reclama do silêncio das instituições e órgãos por onde fez a denuncia. O mais lamentável é a omissão do Conselho Tutelar. O processo encontra-se na mesa do juiz da Comarca local.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Hóspede tenta estuprar, mata recepcionista em hotel, e é linchado até a morte no Maranhão

O fato aconteceu por volta das 4 horas da madrugada de hoje, sábado, dia 18 deste, no Hotel da Neide, ao lado da Rodoviária de Santa Inês. Um hóspede tentou estuprar a recepcionista e não conseguindo seu intento, acabou matando a mulher com três facadas. Quando ele tentava fugir, populares fizeram o linchamento até a morte.

O crime contra a recepcionista, com requintes de perversidade, revoltou os populares que estavam na porta do hotel e nas proximidades da rodoviária daquela cidade, que regiram a mataram o criminoso com pedradas.

Os assassinatos contra mulheres estão crescendo bastante no Maranhão, notadamente na capital que já registrou mais de 20 vítimas só neste ano.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Jovem mata a própria cunhada após tentar estruprá-la e se suicida na delegacia

Um rapaz identificado como João Oliveira de Moura, 20 anos, estrangulou a própria cunhada de 17 anos. Após assassinar a cunhada, Isabela Ferreira, ele atirou o corpo da adolescente no rio. Após ter confessado e crime e ter sido indiciado ele comete suicídio dentro da delegacia.

O sumiço de Isabela preocupou a família, que procurou a PM para registrar o sumiço da adolescente. A polícia conseguiu descobrir que a vítima teria sido vista pela última vez quando estava entrando no carro de João Moura. O suspeito atraiu a vítima mentindo para ela que a irmã estava no carro esperando por ela. Após ter sido procurado pelos policiais para dar informações sobre o paradeiro de Isabela, o cunhado demonstrou muito nervosismo.

O carro do assassino foi vistoriado e nele foram encontradas marcas de sapato no painel e sangue no banco do passageiro, indicando luta corporal. João acabou confessando que estrangulou a jovem porque ela resistiu ao estupro. Ele contou também que o corpo da cunhada até a ponte e atirou no rio Tietê acreditando que ela já estaria morta.

João foi preso preventivamente por tentativa de estupro e feminicídio. Logo após ter sido indiciado ele se suicidou dentro de polícia no interior de São Paulo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Adolescentes que estupraram menor e degolaram o namorado tentam envolver desafeto no caso

Os três adolescentes infratores que moram na cidade de Benedito Leite (MA) e  estupraram uma menor de 15 para em seguida degolar o namorado dela, Flaviano da Silva Marinho, 19 anos (foto abaixo), estão tentando criar uma nova versão para o crime e envolver um desafeto deles.

Ao portal Cidadeverde.com, de Teresina, o delegado Bruno Ursulino, que investiga o caso, falou que “os adolescentes afirmaram que o crime ocorreu por causa de um outro jovem chamado de “Henrique”. Para ele, “a versão dos menores é uma farsa para tentar se vingar do rapaz que é seu desafeto”.

Ontem, os adolescentes voltaram a ser ouvidos na capital do Piaui e confirmaram a prática do crime. O que degolou o jovem namorada da adolescente, em depoimento anterior, disse que se sentiu o próprio Jack o estripador quando passou a faca no pescoço de Joviano.

Conforme o portal “a jovem de sete meses de grávida sofreu estupro coletivo na cidade de Uruçui e foi obrigada a assistir o namorado ser morto. De acordo com as investigações, dois adolescentes de 16 anos e um de 13 estupraram a garota de 15, na frente do namorado Flaviano da Silva Marinho, de 19. O rapaz foi degolado e seu corpo jogado no rio Parnaíba. Os menores são da cidade de Benedito Leite, no Maranhão”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Adolescente é estuprado dentro do banheiro da escola em que estuda

Na noite desta quinta-feira (11), um estudante foi estuprado dentro do banheiro da escola Pramem Sul, no Monte Castelo, em Teresina. O rapaz foi abordado por outro aluno que iniciou o estupro. A vítima conseguiu gritar até que colegas de escola que estavam nas proximidades puderam escutá-lo e espantar o estuprador.

O adolescentes foi encontrado com as mãos ensaguentadas e muito traumatizado, logo foi levado para a direção onde pode contar o que aconteceu com ele dentro da escola. A polícia foi acionada e conseguiu prender o suspeito. A vítima foi levada para o hospital para passar por procedimentos médicos e legais.

O estuprador já estava premeditando atacar alguém, pois o mesmo havia tentado entrar no banheiro feminino, mas sem sucesso.

Vários alunos se aglomerara na porta na escola Pramem na tentativa de lincharem o estuprador, porém foram contidos pela PM, que para apaziguar a situação precisou usar  munição não letal para dispersar a multidão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Depois de ser estuprada, menor diz que presenciou namorado sendo degolado e corpo jogado no rio

Chorando bastante e em estado de choque, a menor de 15 anos que foi estuprada por dois adolescentes do Maranhão na madrugada de ontem, contou em depoimento que foi obrigada a assistir o namorado sendo degolado e o corpo jogado no rio Parnaíba. Ela está grávida de seis meses.

Ao delegado Bruno Ursulino, que investiga o caso, a menor contou que estava passando debaixo de uma ponte que divide as cidades de Uruçui (Piaui) e Benedito Leite (Maranhão), por volta das 1h da madrugada, quando apareceram três adolescentes.

Eles agrediram e amarraram o namorado dela, Flaviano da Silva Marinho, e depois dois deles a estupraram na presença do rapaz. Não satisfeitos, degolaram o namorado e jogaram o corpo ensanguentado no rio Parnaíba.

A menina, que viveu por 1 hora momentos de pânico e terror, disse ao delegado que implorou para que não matassem o namorado dela e antes de ser estuprada falou que estava grávida de seis meses. Mas ainda assim os monstros não se sensibilizaram.

Os três foram apreendidos por policiais do Maranhão e Piauí minutos depois e em poder deles um motocicleta, que pode ser de Flaviano, e outros pertences das vítimas, como celulares. Pescadores encontraram por volta das 10 horas o corpo do jovem boiando nas águas do rio Parnaíba.

Os menores residem em Benedito Leite, no Maranhão,  e são conhecidos pela polícia por causa das passagens por delegacias, sempre cometendo crimes, mas soltos horas depois. O Conselho Tutelar já tratou de acompanhar o caso dos bandidos de menor idade.

Enquanto isso, a família de Flaviano chora a morte do jovem e a adolescente estuprada vive em estado de choque, chorando o tempo inteiro.

 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Estupro coletivo por maranhenses: grávida de 6 meses é violentada e namorado é assassinado

Hoje, dia 03, durante a madrugada, três menores maranhenses de iniciais R.N.S.B, 16 anos, A.A.S, 16 anos e M.V.C.G, 13 anos, vindos da cidade de Benedito Leite-Ma, deram de cara com um casal namorando debaixo da ponte que separa Urucuí, no Piauí, ao Maranhão. O namorado Flaviano Marinho foi morto e jogado no rio (foto abaixo) e a namorada, uma menor de 15 anos, violentada sexualmente pelos três. Ela estava grávida de seis meses.

O caso aconteceu por volta das 2h da madrugada de hoje debaixo da ponte que separa as cidades maranhense e a piauense.   O trio violentou a menor na frente do namorado que, em seguida, foi assassinado e atirado no rio. Seu corpo foi encontrado 200 metros do local, boiando.

Assim que a menor foi liberada correu para informar a violência a um grupo de militares que foi à caça dos bandidos. Com o apoio dos policiais do Maranhão, logo o trio foi encontrado. Com eles, foram apreendidos uma motocicleta da vítima.

Eles disseram que estavam drogados e embriagados e que não recordavam dos crimes. Os menores (imagens abaixo) são conhecidos da polícia de Benedito Leite por várias passagens em delegacias, mas sempre soltos pelo fato de serem menores.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.