Mistério! Carro é encontrado e pastor da Assembleia de Deus continua desaparecido

Foi encontrado hoje carro Mobi, da Fiat,  na Avenida 07 do conjunto Maiobão. O veículo pertence ao pastor Mackson Silva, da Assembleia de Deus. Ele permanece desaparecido desde sexta-feira quando saiu de casa na Vila Palmeira dizendo que iria fazer uma operação bancária.

O mistério gira em torno do desaparecimento do pastor, que também trabalha em uma empresa terceirizada da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, na área de informática. O carro foi encontrado hoje com toda documentação e o dinheiro em que o líder religioso havia sacado do banco.

Pastor de uma igreja no João Paulo, Mackson também atuava como motorista de aplicativo nas horas vagas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Permanece desaparecido bancário que está afastado do BB de Bacabal por causa de depressão

O bancário Antônio Gomes de Souza Júnior trabalha na agência do Banco do Brasil, na cidade de Bacabal, tem vários anos. Com sintomas depressivos, síndrome do pânico e ansiedade, após exames médicos, foi afastado do local de trabalho por 45 dias, e veio para São Luis entregar documentos.

Ele precisou viajar para a capital São Luis e confirmar com documentos os exames junto ao seu plano de Saúde, Cassi, sobre seu estado de saúde. Então, na última quarta-feira, dia 21, pegou um ônibus da Guanabara, no mesmo coletivo em que estava uma prima. A família confiou que nada acontecia em razão de Júnior sempre viajar sozinho quando vinha para tratamento.

Ele ainda manteve contatos com a família na última sexta-feira, dia 23, e demonstrou estar abatido e triste. E de lá para cá nunca mais nenhuma notícia do bancário. Preocupados, familiares registraram um Boletim de Ocorrência numa delegacia em São Luís e aguardam informações do bancário.

Quem souber do paradeiro de Antônio Gomes de Souza Júnior favor entrar em contatos no telefone (99) 98413-8802 ou no (99) 8269-1421.

Ajude uma família a sair do desespero!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bebê desaparecido já está fora do Maranhão, informa parente dos pais

O bebê Jonathan Alves dos Santos, de dois meses, que desapareceu quando estava dormindo na próprio quarto da casa dos pais, em Belágua, foi visto sendo levado e já estaria fora do Maranhão. Foi o que informou para a polícia uma parente dos pais da criança, que está desaparecida desde o dia 21, sexta-feira passada. 

Foto: Reprodução/TV Mirante

O caso intrigou e deixou revoltada a população de Belágua, que exige da polícia que o bebê seja encontrado. O pai informou que estava dormindo e não viu quando o filho foi raptado.

A casa onde moram os pais da criança não tem nenhuma proteção, ficando exposta sem janelas e portas. A polícia espera resolver a questão nas próximas horas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bebê de 2 meses desaparece enquanto dormia no mesmo quarto que os pais

Metrópoles

Jonathan Alves estava na rede enquanto os pais dormiam na cama. Equipes buscam a criança. Pais sustentam não ter culpa no episódio

Um bebê de dois meses sumiu no município de Belágua, no Maranhão. Jonathan Alves dos Santos dormia com os pais no mesmo quarto quando desapareceu. As informações são do portal G1.

Segundo a Polícia Militar (PM), os pais estavam na cama e a criança, na rede — todos, dormindo. A casa onde mora a família não tem porta nos fundos e uma cortina é usada como proteção. Os pais relataram ter percebido o sumiço da criança apenas quando acordaram, por volta das 6h30 da sexta-feira (22/06/2019).

Uma das linhas de investigação da polícia é de que os pais possam estar envolvidos com o desaparecimento do bebê Jonathan. O casal foi hostilizado pela população da cidade, mas os dois afirmam que não têm relação com o desaparecimento.

Equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros estão realizando buscas na região em busca do bebê. Além disso, o caso está mobilizando toda a cidade, que está realizando uma campanha nas redes sociais em busca da criança. Uma passeata também já foi realizada, e os moradores cobram respostas por parte das investigações da polícia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.