Empresas contratadas pela Prefeitura de Coroatá aparecem bancando despesas da loja de móveis do prefeito Luís Amovelar Filho, localizada na cidade de Timbiras.

Documentos mostram que, pelo menos, duas fornecedoras que receberam dinheiro público do Executivo Municipal compraram produtos para abastecer o estoque da loja Amovelar, de propriedade do gestor.

Uma das que aparecem pagando as despesas é a Central Locações e Serviços. Ela fez pagamentos entre janeiro e abril de 2022 via boletos e transferências bancárias totalizando R$ 92.930,24 mil.

De acordo com os extratos bancaários, a Central pagou R$ 6.010,52 mil para Mascarello e P. Escritório; R$ 6.628,51 mil para Athor Bicicletas Ltda, R$ 12.522,98 para Indústria M. Pelaio Ltda; R$ 10.532,26 mil para W.J. Tubos 1 Móveis Ltda, R$ – 32.440,00 mil para Saleto Móveis Ltda, e R$ 24.196,00 para Rodomoveis Ltda. Todas são fornecedoras da loja de móveis do prefeito.

Nos documentos, foi possível identificar que a empresa efetuou quatro pagamentos de boletos “títulos” no mesmo dia e todos estavam em nome de L M Ferreira Filho, mais conhecida como Loja Amovelar, pertencente ao gestor municipal.

Segundo levantamento feito pelo Blog no Portal da Transparência, a locadora de veículos é de propriedade de Manoel Lacerda Coutinho e atua na cidade coroatense desde 2019.

Outra contratada da Prefeitura de Coroatá que também bancou as despesas da empresa do prefeito foi a Zurique Locações Ltda.

Extrato bancário mostra que a locadora pagou um boleto do tipo “título” em nome da L.M. Ferreira Filho O pagamento foi feito no dia 23 de novembro de 2021 para o fornecedor Armazéns Martins no valor de R$ 10.132,20 mil. A empresa também transferiu R$ 1,7 mil para Socimol Indústria Móveis S/A, que é também uma fornecedora da loja Amovelar.

A Zurique vem operando no transporte escolar de Coroatá desde 2017, primeiro ano de mandato de Luis Amovelar Filho.

O prefeito não usa a estrutura da máquina pública para pagar suas despesas, mas também para custear o irmão, Matheus Soares Mendes, conhecido como Matheus da Amovelar Filho, pré-candidato a prefeito no município de Pirapemas, no Maranhão.

O escritório Benevenuto Marques Serejo Neto Sociedade Individual de Advocacia Ltda aparece em extratos bancários pagando quase R$ 10 mil em despesas do famliar de Amovelar Filho.

Segundo os comprovantes, o advogado pagou uma parcela do consócio de uma moto, no valor de R$ 3.399,02 mil e uma taxa de um condomínio – Edifício Tamilla – no valor de R$ 5.313,78 mil, ambas contas pessoais de Mateus Amovelar.

O escritório de advocacia já faturou R$ 299.880,00 na gestão de Luís da Amovelar Filho junto à Prefeitura de Coroatá, sendo R$ 124.950,00 em 2021, R$ 99.960,00 em 2022 e R$ 74.970,00 em 2023.

Documentos que comprovam pagamentos
Documentos que comprovam pagamentos
Documentos que comprovam pagamentos
Documentos que comprovam pagamentos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Imperatriz/MA - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, dia 18/04/2024, no município de Imperatriz/MA, a OPERAÇÃO ...
São Luís/MA - A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 18/04, a Operação Hygeia, com ...
A Prefeitura de Santa Rita por meio da Secretaria de Agricultura, garante o pagamento do Garantia ...
A atual namorada do prefeito de Coroatá, Thellys Sousa, caiu na madrugada de segunda (16) de ...

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.