O Juiz Titular da Comarca de Arari, João Paulo de Sousa Oliveira, que responde pela jurisdição de Vitória do Mearim, atendeu ao pedido do Ministério Público do Maranhão pedindo a suspensão do show do cantor Wesley Safadão e de mais outros artistas que seria realizado no próximo dia 24 na comemoração do aniversário da cidade de Vitória. O evento seria custeado com recursos públicos da prefeitura.

Foto Divulgação

Por conta disso, o MPMA entrou com uma Ação Civil Pública com pedido de liminar contra o Município e o prefeito Raimundo Nonato Everton Silva, o Nato da Nordestina no intuito de cancelar o evento, com êxito. (Reveja)

Na decisão, o magistrado disse que: “Convém destacar, que em tempos de crise como o nosso, sem prejuízo de reavaliação das circunstâncias ao se proferir decisão de mérito, sinto que custear a contratação do artista “WESLEY SAFADÃO”, que está custando R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) aos cofres públicos, além dos gastos acessórios ao evento (montagem de palco, iluminação, som, recepção, hospedagem, abastecimento de veículos de artistas e pessoal de apoio), escapa aos preceitos da moralidade, proporcionalidade, razoabilidade e impessoalidade.

Empregar verbas públicas em evento desta natureza em detrimento de serviços públicos essenciais de atribuição do município, contraria a eficiência no trato com a coisa pública.”

Além da suspensão do show, o juiz determinou que, caso parte do valor já tenha sido pago, a devolução do valor integral aos cofres do Município de Vitória do Mearim.

Confira a decisão: Show de Wesley Safadão suspenso

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.