Enquanto a escola estadual Raul Brasil contava seus mortos na manhã de ontem, em Suzano (SP), no interior do Maranhão um pré-adolescente drogado invadiu uma escola e saiu correndo atrás de professores e funcionários. 

O vigilante contou que o menor pulou o muro da escola armado com um estilete ameaçando professores e funcionários da Escola Municipal Paulo Freire, na cidade de Timon, e que foi impedir a ação do menor, pedindo a presença da polícia.

Assim que os militares chegaram, achando que o menor estava com uma arma de fogo, ele havia fugido. A presença do vigilante foi fundamental para impedir consequências mais graves. Ninguém saiu ferido.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.