Um homem conhecido por Cohabiano teve que correr muito ontem até invadir uma escola no Cohatrac. Motivo: populares revoltados queriam pegá-lo a qualquer custo por causa das denúncias que pesam contra ele. “Cohabiano”, que trabalha em um bar bastante conhecido do Cohatrac, é acusado de ter estuprado um filho de menos de dois anos, duas meninas entre 4 a 6 anos e um menino de 11 anos, que vinha sendo abusado desde os 7 anos.

Para não se pego pela população enfurecida, o monstro invadiu o colégio, mas logo foi preso por policiais militares e sempre se dizendo inocente. Os vizinhos já desconfiavam dos choros das crianças sempre que ele estava em casa sozinho com os menores.

Confira o vídeo abaixo ele tentando se defender:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.