Como se não bastassem os números vergonhosos que mostram o Maranhão com 63% da sua população passando fome, os piores índices de desemprego, a menor taxa de IDH, com problemas graves de abastecimento de água e esgotamento sanitário, agora o Jornal Nacional edição de ontem, sexta-feira (26), mostrou os números do IBGE que apontam nosso miserável estado como o número um em Perda de Qualidade de Vida da População. 

O problema da fome, por exemplo, é estrutural, mas nos últimos dois anos se agravou bastante. E olha que Dino assumiu prometendo tirar o Maranhão do atraso, das amarras, da fome, do desemprego e do fundo do poço.

Veja a matéria do Jornal Nacional:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.