Adolescentes morrem afogados nas águas do Rio Mearim

Ontem (23) dois adolescentes entre 16 e 17 anos foram tomar banho no Rio Mearim no Povoado de Verdum, em Esperantinópolis, Maranhão. Os jovens Alex e Marcos foram banhar no rio quando foram puxados por uma correnteza.

O afogamento desses dois jovens deixou a população de Esperantinópolis comovida, justamente pela pouca idade que possuem e por serem bastante queridos na cidade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Jovem que desapareceu nas águas da praia do Olho d’Água tentou salvar um pescador

Até agora, às 15h30, ainda não encontrado o jovem (foto) que desapareceu nas águas da praia do Olho D´Água, por volta das 11 da manha de hoje. Helicóptero do CTA e pessoal do Corpo de Bombeiros fizeram buscas, mas sem sucesso.  

O jovem desaparecido estava com um amigo pescando na praia. O amigo começou a se afogar e o jovem caiu nas águas para resgatá-lo com vida. Foi inútil. O amigo apareceu, mas o outro sumiu até agora.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Polícia investiga se Thalia, que recorreu ao suicídio, foi abusada sexualmente

O delegado Ederson Martins, da cidade de Monção, embora considere que não houve crime para o suicídio de Thalia Meireles (foto), 16 anos, informou que está sendo investigado se a menor foi abusada sexualmente e por quem, conforme ela denunciou em carta escrita antes da morte. A mãe da menina acusa o pai biológico, o empresário Meireles, que mora em Igarapé do Meio, e tem comércio em Santa Inês.

Thalia Meireles se enforcou com uma corda no dia 14 de abril em seu quarto e deixou uma carta em que diz que odeia o pai por ser “um monstro” e que “minha mãe está me matando”. Fala ainda que a mãe sabia que ela era abusada pelo pai, sem citar se era o biológico ou o padrasto, a quem ela se referia sempre como pai.

A menor, que chegou a ter um blog, tinha uma redação excelente e seu desabafo na carta chocou muitas pessoas, principalmente os leitores do blog. Ela, para ser mais claro, nunca fez referência ao jogo “Baleia Azul”. Mas o pai biológico disse que o jogo na internet teria sido o responsável pela morte dela.

Em BO registrado na delegacia de Monção, a mãe de Thalia disse que o pai biológico levou todos os manuscritos da filha, assim como o aparelho de telefone celular e computador, onde poderia ter provas concretas a quem ela acusava. Thalia, conforme confessou mãe, foi abusada desde quando morou com o pai biológico.

“O crime, nesse caso, só existe se houver tido uma indução ou instigação direta para o suicídio ou um auxílio material, o que a priori não teria sido o caso. Só um motivo, por mais grave que seja, não seria crime para o suicídio. Porém, se descobrirmos que ela realmente foi abusada, e por quem, este ou estes, irão responder pelo abuso”, avisou o delegado de Monção.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais um muro da Canopus não resiste às chuvas

Após a publicação aqui no blog informando o ocorrido na última quarta-feira no condomínio Village das Palmeiras II, no Aririzal,  e as medidas adotadas pelo Procon contra a construtora Canopus, várias pessoas entraram em contato com o titular da página para relatar problemas enfrentados em seus empreendimentos adquiridos junto a construtora.

Moradores do condomínio Raposa, localizado na Rua Bahia na Chácara Brasil-Turu,  também construído pela Canopus Engenharia,  passaram por aflição após a noite de forte chuva.

O muro do condomínio desabou deixando a área toda aberta. O interessante é que este condomínio é ligado ao almoxarifado central dá construtora, ou seja, no mesmo endereço.

O prejuízo não foi maior por que esse muro não ficava do mesmo lado do estacionamento, evitando assim que os veículos também fossem danificados.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.