Após o rompimento da barragem do Fundão, em Mariana, Minas Gerais, que resultou em grande prejuízo ao meio ambiente e na morte de 16 pessoas, outra cidade que abriga sedes de mineração da Vale, com o uso de barragens para abrigar os rejeitos, começou a manifestar preocupação: era Brumadinho.

Em 2016 foram feitas audiências públicas para tratar da segurança das barragens, mas a Vale foi a única que não se preocupou com o problema. Três anos depois veio a confirmação da tragédia anunciada. Veja na reportagem:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.