Informações de pessoas mais próximas de Damião Soares dos Santos, 50 anos, que hoje pela manhã entrou com um balde cheio de gasolina, se abraçou, incendiou várias crianças, atingindo também uma professora, e em seguida morreu no hospital, estava enfrentando sério problemas depressivos e mentais. Ele, que era vigia do Centro Municipal de Educação Infantil, estava de licença para tratamento médico.

As mortas das crianças que chocaram o país, ainda não estão bem explicadas, até porque o assassino também jogou gasolina no próprio corpo, vindo a falecer horas depois em um hospital. Ele tinha ainda o objetivo de chegar até ao setor dos berçários, mas o fogo que se alastrou sobre o corpo dele impediu seus movimentos.

As cenas de horror, na cidade mineira de Janaúba, foram presenciadas por professoras que não puderam reagir, a não ser ajudar a levar as vítimas  para hospitais. 40 pessoas foram socorridas, sendo que 23 ainda estão internadas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.